Arautos do Evangelhos acusam a TV Globo de ter preconceito contra o catolicismo

Em nota, o agrupamento
 feminino da organização
 ultraconservadora se
 coloca como vítima de
 calúnias propagadas
 pela Rede Globo

Por intermédio do seu agrupamento feminino, a Sociedade de Vida Apostólica Regina Virginum, os Arautos do Evangelho acusam o Grupo Globo de ter preconceito contra o catolicismo, como "é do conhecimento geral".

Em nota em nome das mulheres da organização, os Arautos do Evangelho afirmam que o programa "Fantástico" e a rádio CBN estão promovendo uma campanha de calúnia e difamação.

Nas duas últimas duas semanas, o "Fantástico" fez reportagens sobre as acusações de ex-integrantes dos Arautos e mães envolvendo a organização católica ultraconservadora em abuso sexual, assédio, lavagem cerebral, alienação parental e racismo.

O Ministério Público está apurando as denúncias, com o acompanhamento da OAB-SP.

Pela nota em nome do grupo feminino dos Arautos, a Globo decidiu destruir "nossa reputação e julgando-nos vítimas ineptas de um regime de opressão e abusos que só existe na mente das pessoas desprovidas de credibilidade que inventaram as referidas calúnias e mentiras".

A nota omite que a organização tem rejeitado uma intervenção de Francisco, o que é uma atitude grave dentro da tradição católica, porque se trata de não aceitar a autoridade do papa.

A imputação à Rede Globo de ser contra o catolicismo era ate agora inédita, porque o que ocorre com frequência é atribuir ao império de comunicação da família Marinho, católicos devotos, uma permanente campanha contra evangélicos e um favorecimento nos noticiários à Igreja Católica.

Com informação da nota da Sociedade de Vida Apóstólica Regina Virginum e outras fontes, com foto de divulgação.



Em cerimônia de crisma, Arautos do Evangelho dão tapa no rosto de jovens

Arautos pedem remoção do vídeo 'Conversa com Satã'

OAB-SP vai acompanhar denúncias contra os Arautos do Evangelho

Católicos chamam castelo de igreja para burlar lei ambiental




Comentários

  1. Essa seita imunda não vale um saco de bosta, pois a bosta é mais útil pois aduba a terra.

    ResponderExcluir
  2. Globolixo e seus escândalos, querem minar tudo que é tradicional, tudo que tem valor cristão, para a Esquerda tomar conta do país.

    ResponderExcluir
  3. " Jan Sobieski", se a Globo denuncia algo que É fato, independe da índole da Globo. Obs MUITO PIOR é a Record, nunca esquecer...
    E na falta de argumentos, vem com essa de "esquerda tomar conta...". Algo mais do que batido que eles nunca conseguiriam.
    Agora a bandidagem religiosa abraâmica é fato que querem tomar conta. Promover intolerância em particular aos LGBTs, questões de gênero, ateus, umbandistas, vertentes cristãs sem preconceitos, inferiorizar mulheres etc.

    ResponderExcluir

Postar um comentário


EDITOR DESTE SITE

Paulo Lopes é jornalista profissional
diplomado. Trabalhou no jornal centenário
Diario Popular, Folha de S.Paulo,
revistas da Editora Abril e em
outras publicações.