Jovem diz na ONU que Brasil não precisa de oração, mas de ação

Paloma Costa
Autoridades brasileiras
 não gostaram do discurso
 da Paloma Costa

A brasileira Paloma Costa (foto), militante socioambiental, foi uma das palestrantes da Cúpula do Clima da ONU (Organização das Nações Unidas).

Ela fez um resumo das ameaças ao meio ambiente em geral, à floresta amazônica e aos índios brasileiros.

Dirigindo-se a autoridades brasileiras ali presentes, em 23 de setembro de 2019, ela falou: "Não precisamos de oração, precisamos de ação".

Com informação das agências.



Bolsonaro logo vai descobrir que orações não resolverão os problemas do Brasil

Fundamentalismo religioso de Bolsonaro é pior que o da Idade Média, diz Roberto Freire

Benção de Edir Macedo confirma que Bolsonaro é um presidente 'terrivelmente evangélico'

Príncipe brasileiro defende estado laico e diz que conversão de indígenas é crime




Comentários

Novo Satanás disse…
A única oração que proponho é criticando Deus. Trechos do discurso de Bolsonaro na ONU: "Não pode haver liberdade política sem que haja também liberdade econômica. E vice-versa." "Agradeço a todos pela graça e glória de Deus!"
A glória de Deus vai pro brejo: Mateus 23:23(Não poder fazer uma coisa, sem fazer outra) Jeremias 2:5(Que injustiça Deus cometeu?) Deus mandou o homem trabalhar no mesmo tempo em que foi feita a Terra, mas não mandou cada um fazer a própria Terra."