Promotoria da Alemanha denuncia Testemunha de Jeová por abuso de jovens

A Promotoria da Alemanha denunciou (acusação formal à Justiça) um integrante das Testemunhas de Jeová por abusar de meninas de 14 anos, filhas de seguidores da seita.

O religioso abusou no total mais de 50 vezes das jovens em 2013, 2014 e 2016. Na época, ela era um ancião (pastor).

Casado, ele levava as adolescentes para dormirem em sua casa, de modo que saíssem cedo no dia seguinte para a pregação de porta em porta.

Durante a noite, quando as jovens estavam dormindo em um quarto da casa, ele tocava nelas—nos peitos, nádegas e vagina.

Ele chegou, também, a passar o seu pênis nas mãos das adolescentes.

Elas deram queixa na polícia, e as TJs destitui o abusador do cargo de ancião.

O religioso admitiu que abusos das jovens e se comprometeu em pagar uma indenização por danos morais.

Casos de abuso têm
 se registrados com frequência
na seita em vários países

Com informação do site Swp.de



41 pessoas contam a jornal que foram abusadas por Testemunhas de Jeová

Testemunhas de Jeová recorre para não pagar US$ 35 milhões por acobertar pedófilo

Testemunhas de Jeová da Holanda são denunciadas até agora por 278 abusos

MP da Itália investiga perseguição de Testemunhas de Jeová à ex-fiel


Comentários


EDITOR DESTE SITE

Paulo Roberto Lopes é jornalista

profissional diplomado. Trabalhou

no jornal centenário abolicionista

Diario Popular, Folha de S.Paulo,

revistas da Editora Abril e

em outras publicações.

Contato