Promotoria da Alemanha denuncia Testemunha de Jeová por abuso de jovens

A Promotoria da Alemanha denunciou (acusação formal à Justiça) um integrante das Testemunhas de Jeová por abusar de meninas de 14 anos, filhas de seguidores da seita.

O religioso abusou no total mais de 50 vezes das jovens em 2013, 2014 e 2016. Na época, ela era um ancião (pastor).

Casado, ele levava as adolescentes para dormirem em sua casa, de modo que saíssem cedo no dia seguinte para a pregação de porta em porta.

Durante a noite, quando as jovens estavam dormindo em um quarto da casa, ele tocava nelas—nos peitos, nádegas e vagina.

Ele chegou, também, a passar o seu pênis nas mãos das adolescentes.

Elas deram queixa na polícia, e as TJs destitui o abusador do cargo de ancião.

O religioso admitiu que abusos das jovens e se comprometeu em pagar uma indenização por danos morais.

Casos de abuso têm
 se registrados com frequência
na seita em vários países

Com informação do site Swp.de



41 pessoas contam a jornal que foram abusadas por Testemunhas de Jeová

Testemunhas de Jeová recorre para não pagar US$ 35 milhões por acobertar pedófilo

Testemunhas de Jeová da Holanda são denunciadas até agora por 278 abusos

MP da Itália investiga perseguição de Testemunhas de Jeová à ex-fiel


Comentários

Postagens mais visitadas

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Artista gospel se recusa a cantar em casamento de amigo gay

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber

Carl Sagan escreve sobre um 'pálido ponto azul' nos cosmos, a Terra

Historiadora diz que Moisés não existiu. E sofre ameaças de morte