Saudita sai às pressas do país por ser acusada de uso de roupa indecente


A apresentadora de TV
Shireen Rifaie aparece
com a roupa 'desrespeitosa'
 em um vídeo

A apresentadora de TV Shireen Rifaie (foto), da Arábia Saudita, teve de sair às pressas de seu país por ter sido acusada de se vestir com “indecência”.

Ela tinha aparecido em um vídeo [ver abaixo] para falar que as mulheres tinham sido autorizadas a dirigir carro.

Shireen Rifaie estava com um traje largo chamado de abaya, usado pelas sauditas para esconder as formas do corpo.

O problema é que a abaya era branca, e não preta, que é a cor exigida pela polícia religiosa.

Para piorar, a abaya tem só um botão e, quando aberta pelo vento, mostrava uma camiseta e uma calça legging justos.

Para os padrões dos seguidores de Maomé, é “indecência” demais para uma só mulher.


Com informação do "O Estado de S. Paulo" e de outras fontes.


Arábia Saudita condena homem à prisão e à chibata por ser ateu

Bater na mulher faz parte do bom casamento, diz saudita

Filhos de imigrantes muçulmanos querem tirar a cruz da bandeira suíça




Líder saudita proíbe xadrez por ser ‘jogo de Satanás’

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

-------- Busca neste site