Arcebispo afirma que pedófilos não deveriam ser punidos

 Wilfrid Fox Napier
Napier disse que pedófilos
precisam de tratamento 
O arcebispo sul-africano Wilfrid Fox Napier (foto) defendeu a não punição criminal de pedófilos porque, para ele, a atração sexual por crianças é uma "doença" psicológica.

"[A pedofilia] é uma condição psicológica, uma desordem", disse ele em entrevista à Rádio 5, da BBC. "O que você faz com transtornos? Você tem que tentar consertá-los."

Napier disse que os pedófilos, em sua maioria, sofrem dessa desordem porque foram abusados quando crianças, e esse foi o caso de pelo menos dois padres que ele conhece.

Ele defendeu que a punição só deve ser aplicada quando alguém comprovadamente “normal” cometer o abuso.

As afirmações de Napier, que foi um dos cardeais que escolheram o novo papa, causaram indignação em vítimas de padres pedófilos, de especialistas e de grupos de defesa da criança.

Barbara Dorries, responsável por uma ong de vítimas de padres pedófilos, afirmou que Napier está tentando relativizar o abuso de crianças para atenuar a gravidade do problema dentro da Igreja.

Disse que, a rigor, todo tipo de crime pode ser interpretado como resultado de uma distorção psicológica, mas, independentemente disso, o fato é que o criminoso tem de ser punido pelo que fez.

Falou que discursos como esses por parte de bispos e cardeais “contribuíram muito para que os predadores seguissem em frente, sem serem presos”, acobertados.

O escritor Michael Walsh, que escreveu uma biografia de João Paulo 2º, disse que Napier expressou o mesmo ponto de vista defendido até recentemente por cardeais da Igreja nos Estados Unidos e Reino Unido.

"Eles [cardeais e bispos] chegaram a acreditar que essa era uma condição que podia ser tratada", afirmou. "Assim, muitos bispos simplesmente mudaram o lugar de atuação de seus sacerdotes e tentaram esconder o fato de que eles tinham cometido esses crimes."

Walsh disse que esses bispos e agora o cardeal Napier só se preocupam em proteger os pedófilos, e não as crianças.





Com informação da BBC Brasil.

Cardeal defensor de pedófilos pede desculpas às vítimas
março de 2013

Juiz condena à prisão frei que violentou jovens na confissão
dezembro de 2012

Casos de padre pedófilo

Comentários

  1. e o que a psicologia/psiquiatria tem a dizer sobre isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente que os padres que abusaram das crianças demonstraram saber muuuuuuuito bem que o que fizeram era errado - ou seja, que têm consciência do crime - ao acobertar suas transgressões (e contar com seus superiores para ajuda-los).


      E se eles tem noção disso, estão sãos. Podem ser julgados e condenados, sim.

      Excluir
    2. Se for a psicologia do malafaia vai dizer que é homossexualismo infantil bissexual. Aleluia. Doemos todos.

      Excluir
    3. Quando uma engrenagem de relógio ou do motor de um carro trepa na outra e, se isso não deve ocorrer, ajusta-se o eixo, trocam-se os mancais ou troca-se a bucha da engrenagem problemática. Num sistema social isso equivaleria a reformar os fundamentos sobre os quais um funcionário trabalha.

      A Igreja Católica deve reformar seus fundamentos(voto de castidade, por exemplo). Caso a Instituição não faça isso, deve ser declarada organização doente e submetida a uma quarentena global. Os países, estados e cidades só devem aceitar o funcionamento das igrejas católicas caso os sacerdotes assinem um contrato que os submeta às regras ditadas por um conselho local. Tais regras devem incluir a renúncia ao silêncio imposto por "crimen sollicitationis".

      Deveria haver na ONU um protocolo que avaliasse as instituições e as classificasse no tocante a incidentes com crianças e adolescentes. Algo como um índice ou percentual de casos que alertasse a população sobre sua confiabilidade. Esse indicador seria medido em times de futebol, denominações religiosas, escolas, orfanatos e outras instituições que lidam com crianças e adolescentes. Teria de ser uma pesquisa em nível nacional para ser crível, espressando a realidade do país, por instituição.

      Excluir
    4. Se o atual pedófilo sofreu abusos de outro pedófilo, quando o atual pedófilo era criança, temos aí uma reação em cadeia que só vai parar quando surgir um menor que consiga escapar do maior pedófilo, ou um menor que apoiado por um maior não-pedófilo consiga escapar do maior pedófilo.

      Excluir
    5. O Universo existe logo foi criado por Deus, Deus existe logo Deus sempre existiu, mas o universo precisa de um criador e Deus não.
      Nunca vou intender esta ´´logica``, estes Bispos podem falar 10 idiomas, mas são incapazes de seguir uma argumentação logicamente coerente.

      Excluir
    6. Até pouco tempo atrás diziam que homossexualidade era uma parafilia, um desvio de conduta originado em decorrência de 'abuso' sexual sofrido na infância (praticado por um homossexual adulto, ou seja, numa relação pedófila).

      Ops, esqueci que, ainda hoje, essa tese é defendida por muita gente, dentre as quais, o psicólogo Silas Malafaia.

      Homossexualidade era (e pra muitos ainda é) considerada uma parafilia, um desvio sexual, uma patologia que precisaria ser tratada para interromper o ciclo do homossexualismo (passado através de 'abusos', já que a vítima se torna homossexual e vai espalhando essa 'parafilia' pra outros indivíduos).

      Excluir
    7. A Medicina soube se reavaliar e corrigiu a distorção a respeito do homossexualismo. Assim como também corrigiu o erro relacionado à sangria (bem tarde, é verdade). Mas não há a menor hipótese de uma "releitura" a respeito da pedofilia. Aliás os estudos mais recentes estão revelando coisas interessantes do ponto de vista neurológico do pedófilo... A Ciência está muito mais perto de ratificar que o pedófilo é um doente (com anomalias cerebrais, inclusive), do que o contrário. Isso é um passo importante para acabar com as confusões.

      Excluir
  2. "Pedófilos, em sua maioria, sofrem dessa desordem porque foram abusados quando crianças, e esse foi o caso de pelo menos dois padres que ele conhece."

    Ele conheceu dois casos e já tem uma teoria científica. Esse daí estudou na mesma escola do Malafaia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inventou dois casos, quais as chances dele conhecer realmente dois padres que foram abusados quando crianças e, ainda por cima confidenciam isto a ele...

      mas, ok...

      Excluir
  3. Os pedofilos deveriam ser perdoados. E logo depois fuzilados. Assim aconteceria um santo milagre, todos os pedofilos loucos se curariam rapidamente e sem nenhum tratamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os carecas acéfalos que só aparecem pra defecar asneiras através dos dedos também deveriam ser fuzilados.

      Excluir
    2. Isso por que é um seguidor da Åsa Heuser, presidente da LiHS...

      Excluir
    3. E os anónimos que atacam os "carecas", são de tal forma doentes mentais. Para teres atacado assim o sr. Mello deves estar com medo de ser fuzilado. És pedófilo de certeza ó imbecil, nogento, anormal, porco... Todos os pedófilos deviam ser fuzilados ou queimados em praça publica. E que ninguém me venha com essa treta de doença, blá, blá, blá. Pois é inademissivel,abusarem de crianças inocentes, violenta-las fisica e psicologicamente, por puro... Nem sei que termo devo usar, é inqualificavel. MORTE A ESSES PORCOS

      Excluir
    4. Senhor anônimo com disposição e coragem imensa para mostrar a cara e expor seus pensamentos pútridos e pouco mais aceitáveis do que uma argumentação bíblica. Você faria um enorme favor se pudesse fazer uso do seu telencéfalo para pesquisar conceitos. Pedofilia é diferente de abuso de crianças. Seu argumento é devaras semelhante ao feito nas décadas de oitenta ao relacionar homossexualidade com abuso de hoemns ou crianças. Pouco me importa quem você deseja fuzilar ou onde queira apontar o seu fuzil imaginário oprimido. Mas antes de sujar o mundo com sua estupidez, pesquise. A pena capital foi usada por mais tempo do que a escrita e, nem de longe, fomos melhores.

      Excluir
    5. Eu já percebi que tem um defensor ferrenho da pedofilia aqui neste site (um covarde que se esconde no anonimato), eu nem discuto mais com este lixo de gente.

      Se quer comparar homossexualidade e a heterossexualidade com a pedofilia, compare também com zoofilia, necrofilia e ... Não tem nenhum lógica.

      Excluir
    6. Ao Allan Santana:

      O único covarde hipócrita aqui é você, Allan Santana.
      Veja bem, o Dionur Grandanima disse uma grande verdade, apresentou argumentos super plausíveis a qualquer ser humano que possua mais de 1 neurônio ativo, e ele o fez sem exigir carteira de identidade dos outros anônimos, ao contrário de você. Além de hipócrita, Allan Santana, o senhor é profundamente incoerente, além de covarde (incitando o ódio e o preconceito contra terceiros, no anonimato).

      Toma vergonha nessa cara, rapaz!
      Não é por repetir discursos de ódio contra outra minoria mais "unanimamente" oprimida que a sua, que você vai conseguir amenizar o ódio e a reprovação daqueles que também te condenam por sua homossexualidade. Acorde Alice! Ligue o desconfiômetro e, aproveite pra ligar o "tico e teco" também, pra ver se aprende a avaliar as circunstâncias por si mesmo, com empatia e justiça!

      Por enquanto, o senhor mostra-se farinha do mesmo saco da turminha do Malafaia! Se não fosse homossexual e assumido, muito provavelmente estaria fazendo coro com Marisa Lobo, Magno Malta, Malafaia e Feliciano contra o movimento gay e respectivas "sem-vergonhices" dos gays brasileiros!

      Experimente observar o seu próprio rabo antes de sair apontando o seu dedo sujo para o rabo alheio!

      Cresça!

      Excluir
    7. Discursos de odio nao resolvem nada, carequinha. Seu humanismo vai só até a página 3 né.

      Excluir
    8. "Eu já percebi que tem um defensor ferrenho da pedofilia aqui neste site (um covarde que se esconde no anonimato), eu nem discuto mais com este lixo de gente."

      Quer que eu desenhe na próxima?

      Puts, o cara me comparou com os integrantes da SS fundamentalista brasileira e me chamou de ignorante simplismente por discordar com as comparações irracionais dele.

      Cara, eu tenho pena de vc, apenas isso...

      Excluir
    9. Que coincidência!

      O Malafaia também alega exatamente a mesma coisa, que ele estaria apenas "discordando" dos homossexuais.

      As semelhanças só vão aumentando...

      Excluir
    10. AUHuaHUAHUA Vc é muito medíocre, cara! Vai se tratar, conselho de irmão! UHUHAUHAuh

      Excluir
  4. E qual será a opinião do cardeal sobre os homossexuais?

    ResponderExcluir
  5. Comprovar sanidade mental de alguém é algo que pode ser facilmente manipulado.

    ResponderExcluir
  6. Pessoal confunde muito as coisas... Recomendo assistir esse vídeo do Yuri:
    http://www.youtube.com/watch?v=uzfADCvHoYw

    ResponderExcluir
  7. Napier disse que os pedófilos, em sua maioria, sofrem dessa desordem porque foram abusados quando crianças, e esse foi o caso de pelo menos dois padres que ele conhece.

    Além da declaração do Napier morrer pela própria boca em termos matemáticos, estudos mais recentes mostram que essa condição do abusador ter sido necessariamente um abusado não corresponde à maioria dos casos.

    Há diversos fatores psicológicos associados, e algumas questões de ordem neurológica inclusive. Recentes exames feitos com ressonância magnética nuclear, por exemplo, mostraram diversas anomalias nas estruturas cerebrais de indivíduos pedófilos.

    A Medicina está mapeando essas anomalias e está tentando identificar um padrão neurológico, que não é necessariamente um padrão comportamental - haja visto que as táticas de aproximação dos pedófilos apresentam algumas variações conforme o nível de coragem e de desespero de cada um.

    O fato concreto é que pedofilia se trata de uma DOENÇA. Que inclusive ultrapassa o aspecto psicológico e psiquiátrico da coisa.

    Mas isso, todavia, não pode de forma alguma almejar perdão. Um serial killer também é um desequilibrado mental e nem por isso é perdoado pelos crimes que comete.

    Lúcido ou perturbado, quem comete crimes precisa ser punido pelo Estado. E com rigor.

    ResponderExcluir
  8. Não acredito no que estou lendo, existe pessoa assim? Merda e nada... ele é!
    Olha a cara do energumeo. O que está acontecendo neste mundo? ´
    e o fim!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. pérolas e mais pérolas.


    o problema é que essa é uma das perigosas. Como a própria matéria diz, uma tentativa de amenizar a punição dos pedófilos da igreja.


    repugnante!

    ResponderExcluir
  10. o catolicismo esta em fase de acabar, espero que os evangelicos tb

    ResponderExcluir
  11. Pedófilos merecem o céu... da boca de um crocodilo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com os "professores" igualmente.

      Excluir
  12. No dia que acontecer com ele ou com um ente querido quero ver o que ele vai fazer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acontecer com ele? Tadinho, ele ainda é um bebezinho, né?

      Excluir
  13. Eu não acho que pedofilia seja uma doença e nem mesmo opção.

    Acho que do mesmo jeito que homossexuais não escolhem sentir atração por pessoas do mesmo sexo, os pedofilos não escolhem sentir atração por menores.

    O problema é que pedofilos geralmente prejudicam outra pessoa.
    Mas acho pesado considerar isso doença, pois na antiguidade isso era considerado uma pratica normal. Lembrem-se que homossexualidade ja foi considerada uma doença e hj não é mais. (se é que a homossexualidade não prejudica ninguém)

    Não acho que eles merecam a morte, não acho que terapia de conversão seja indicado (pois acho desumano). Realmente não sei como seria a melhor forma de ajudar um pedofilo (principalemente aqueles que nunca abusaram de ninguém)

    é um assunto complicado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 16 de março de 2013 19:07,

      Será que é genético?

      Creio que deveríamos perguntar à Sociedade Brasileira de Genética..,

      Será que vão escrever um manifesto afirmando que é MULTIFATORIAL ou qualquer coisa que o valha?

      E para fechar o Conselho Federal de Psicologia escreve uma nota endossando o posicionamento da SBG.

      Do jeito que essa "gente" é descarada... eu acredito em tudo.

      Estes "senhores" já me deram motivos suficentes para crer que são capazes de sacrificarem o MÉTODO CIENTÍFICO para produzir um discurso ideologizado com ar de "CIÊNCIA".

      O que você acha?

      Até mais!!

      Excluir
    2. Anônimo16 de março de 2013 23:18

      Agora se o astrólogo pseudo-filósofo ou o carequinha da Veja disser que é genético, você rapidamente acredita.

      Excluir
    3. Acho que você é um crentelho idiota gaiato.

      Excluir
    4. Anônimo 17 de março de 2013 12:22,

      Não. Sabe por quê? O que me convence não são pessoas, mas sim seus ARGUMENTOS.

      Será que você possui MATURIDADE INTELECTUAL para compreender isso? Creio que não! Você parece ser mais um "inocente (in)útil", guiado por algum "pastor" pseudo-progressista, que lhe indicou quais são os "mestres" que devem gozar de toda sua credibilidade.

      Vê se aprende alguma coisa, apedeuta! Aproveita que eu estou com paciência e presta atenção:

      ARGUMENTOS consistentes, lógicos e racionais não se tornam falsos só por que não gostamos, ou mesmo discordamos ideologidamente, de nosso interlocutor.

      Quem tenta falsear a VERDADE patente em um ARGUMENTO sólido, no máximo, vai ludibriar os incautos. Mas quando aqueles, capazes de reconhecer a legitimidade do ARGUMENTO, denunciarem tal artimanha. O apedeuta será sempre lembrado como sendo um DESONESTO INTELECTUAL.

      Até mais!

      Excluir
    5. Anônimo 17 de março de 2013 15:48,

      Ad hominem não é argumento! Você seria capaz de "dizer" se é genético ou não, além de argumentar o porquê? Creio que não! Então:

      Até (nunca) mais!!

      Excluir
    6. CORREÇÃO:

      O comentário do: Anônimo 17 de março de 2013 17:23 é para o: Anônimo 17 de março de 2013 14:40

      Até mais!!

      Excluir
    7. Acho que devemos sim investigar se trata-se de um distúrbio patológico ou comportamental, porém, temos um problema e ele não pode esperar até que se tenha uma definição bem clara sobre sua origem ou forma, temos que agir de algum jeito, mesmo que no futuro descubramos estarmos equivocados. Em minha humilde opinião, creio que os pedófilos devem ser afastados do convívio social, principalmente de crianças, e analisados. Agora, ficar choramingando, dizendo que são doentes e acobertá-los tentando inverter o dolo, não passa de covardia.

      Excluir
    8. Se o malafaia mostrar um video ai vira logo argumento válido...

      Excluir
  14. não sei se é verdade, não tem fonte...

    ResponderExcluir
  15. Fico imaginando ele e o feliciano conversando, trocando idéias.

    ResponderExcluir
  16. Certamente ele próprio deve ser um pedófilo

    ResponderExcluir
  17. http://odia.ig.com.br/portal/mundo/pais-famintos-comem-os-pr%C3%B3prios-filhos-na-coreia-do-norte-1.541157

    Pais famintos comem os próprios filhos na Coreia do Norte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os donos do Sunday Times são pedófilos e macartistas.

      Excluir
    2. Pelo menos não praticaram sexo com eles.

      Excluir
  18. Quem ainda dá bola para religiosos comentando sobre psicologia, medicina ou qualquer ramo da ciência?
    Só gente ignorante.
    Enquanto não estudiosos dessas áreas, eles são o que?
    Ninguém!
    Nada!
    Suas opiniões valem tanto quanto a sua ou a minha, a não ser que sejamos da área.
    Querem apenas manipular, fazer marketing, empurrar goela abaixo de todo mundo seu Deus, suas políticas e seus desejos.
    Religioso falando de homossexualismo, do surgimento do universo, de aborto e saúde, só tem opiniões.
    E opinião é opinião, falem a vontade.
    Ouvirei religioso homossexual falando de homossexualismo, religioso formado em medicina para falar de medicina, formado em astronomia falar de astronomia.
    Fora isso, é o mesmo que ouvir o Romário falando sobre religião, o Tiririca falando de astronomia ou a Dilma falando de futebol.
    Então qual o problema?
    É que gente tão ignorante quanto eles os apóiam e financiam.
    São apenas gente que gosta de mandar na vida alheia, impor seus desejos, fofocar, caluniar, deturpar.
    Sinceramente, o que este Arcebisto diz é tão importante pra mim quanto as falas do Feliciano.
    Tudo o que a religião afirma acaba sempre necessitando do chamado salto de fé para chegar a uma conclusão.
    E foi movido por fé que um ser humano medíocre jogou um avião no World Trade Center.
    Fé todo mundo tem, cada um do seu jeito, e ela então é prova de que?
    Junior

    ResponderExcluir
  19. Acreditar em deuses invisíveis também é uma doença psicológica.... deixa um padre comer o filho dele pra ver se a opinião dele não muda rapidinho..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sabia que arcebispos tinham filhos...

      Excluir
    2. Pois eu já soube de um caso de padre que tinha uma filha.

      Excluir
  20. Pedófilo é uma coisa, abusar sexualmente de crianças é outra, se o sujeito tem esta atração deve ser tratado e afastado do contato de crianças, mas se o sujeito abusa de crianças deve ir para a cadeia mesmo, de preferencia com penas longas e com um acompanhamento posterior para mante-los afastados de prováveis vitimas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Homossexual é uma coisa, abusar sexualmente de pessoas do mesmo sexo é outra, se o sujeito tem esta atração deve ser tratado e afastado do contato de pessoas do mesmo sexo, mas se o sujeito abusa de pessoas do mesmo sexo deve ir para a cadeia mesmo, de preferencia com penas longas e com um acompanhamento posterior para mante-los afastados de prováveis vitimas.

      Excluir
    2. "Homossexual é uma coisa, abusar sexualmente de pessoas do mesmo sexo é outra..." até aí ta certinho, depois virou falsa dicotomia e desonestidade intelectual ou nem isso, comparar homossexualidade consentida entre pessoas adultas e atração sexual de um adulto por uma criança é simplesmente ridículo.

      Excluir
    3. Dizer simplesmente que algo é ridículo não é argumento, é intolerância.

      Excluir
  21. Eu concordo em partes com ele.
    Se é uma doença tem que ser tratado mesmo.
    Mas acho que devem ser internados em algum centro especializado igual reabilitação de dependentes de drogas.
    Não devem ficar soltos perto de crianças mas colocar na cadeia não resolve nada.

    ResponderExcluir
  22. É por estas e por outras, que a minha religião perde a credibilidade, isto é inadmissivel. Sou católica, mas só tenho fé nos Santos. Recuso-me determinantemente a ser preticante... E ouvir a palavra de Deus, vinda destes imbecis que querem ser DOENTES, para não serem punidos... Nojentos de merda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eles quisessem evitar a punição por serem pedófilos, eles não diriam que é doença e que são doentes, mas sim, defenderiam a despatologização da pedofilia, simples assim.

      Mas eles não defendem por que, na condição de sacerdotes católicos, a própria prática sexual dos mesmos já seria condenável, sendo assim, eles preferem ampliar essa condenação à toda sociedade, por isso eles defendem a patologização e condenação de todas as orientações sexuais não-heterossexuais, além de condenar os relacionamentos heterossexuais fora do casamento cristão (só toleram a heterossexualidade por causa da perpetuação da da espécie - manutenção do rebanho - mas mesmo assim sob rígidas recomendações - dogmas - de como o casal e a família devem conduzir suas vidas).

      Excluir
  23. Por que esses religiosos idiotas metidos a psicológos (ou traidores da psicologia) não param de falar sobre o que não sabem (ou fingem não saber)?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que o que eles falam "cola" sobre a população ignorante!

      Excluir
  24. E ainda tinha gente torcendo para que o novo papa fosse africano...

    ResponderExcluir
  25. Deveria estar preocupado com as vitimas. O crime ja foi cometido, os padres acobertados e dessa maneira perpetuaram seus crimes. Argumentação do padreco é ridicula.

    ResponderExcluir
  26. Gente, um pouco de coerência.

    No código penal não existe o crime de pedofilia. Existe estupro de vulnerável, que é pelo o que os pedófilos são condenados. Pedofilia é um transtorno, é um problema psiquiátrico.

    Quanto ao fato de serem punidos, é lógico que merecem ser punidos a partir do momento que cometeram um crime. Crime este que é previsto no código penal. Pedófilos e estupradores nunca se recuperam, portanto não tem como voltarem para o meio social. Devem permanecer presos, já que são uma ameaça constante à sociedade.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

-------- Busca neste site