Botton anuncia a construção do primeiro templo ateu do mundo

 Altura do edifício representará a idade da Terra 
O filósofo Alain de Botton, 42, vai construir em Londres o primeiro templo ateu do mundo. O arquiteto Tom Greenall já aprontou o projeto. Será uma torre cuja altura representará a idade da Terra, com cada centímetro equivalendo a um período. O templo contemplará  a ideia de perspectiva em uma alusão à reflexão, algo que está se perdendo na contemporaneidade.

A notícia sobre o templo ateu saiu na revista de arquitetura Dezeen, com a ilustração acima. Não há informação sobre o custo da edificação, quem vai financiá-lo e quais as atividades que vai abrigar.

Botton esteve recentemente no Brasil para lançar o seu livro “Religião para ateus” (Intrínseca, 274 págs). A ideia do templo surgiu desse livro, onde ele defende que os ateus precisam aprender com os religiosos a se comunicarem com as pessoas de modo a criar “um sentimento de comunidade”. “Precisamos pegar os aspectos bons das igrejas”, disse em entrevista.

“Por que os religiosos têm os mais belos edifícios?”, ele indagou à Dezeen, para responder: “Chegou o tempo de os ateus terem a suas versões de grandes igrejas e catedrais.”

Ele disse que as religiões sempre souberam que um belo edifício é uma parte indispensável na comunicação de sua mensagem. “Livros por si só não bastam.”

“Mesmo os ateus mais convictos tendem a falar muito bem dos edifícios religiosos. Eles podem ficar chateados com o fato de que nada lhes foi construído até hoje. Mas não há necessidade de se sentir nostálgico, porque basta aprender com as religiões e construir coisas igualmente bonitas e interessantes.”

Para Botton, só 
livros não bastam
O livro de Botton já causou polêmica entre os próprios ateus porque entre eles há quem rejeita a ideia de que as religiões possam ter qualquer coisa aproveitável. O anúncio, agora, da construção do templo ateu deverá esquentar ainda mais essa polêmica. Ainda mais porque o filósofo pretende construir vários edifícios.

Botton já começou a se defender com o argumento de que ninguém precisa de um deus ou deuses para construir um templo. “Pode-se construir um templo para tudo o que é positivo e bom, como para o amor, a amizade e a reflexão”.

Com informação da Dezeen.

Dawkins critica projeto de Botton: ‘Ateus não precisam de templos’
janeiro de 2012

Ateus têm de aprender com religiões como unir pessoas, diz filósofo.
novembro de 2011

Trecho do livro 'Religião para Ateus', de Botton.

Ateísmo.     Alain de Botton.

Comentários

  1. ateísmo não é religião,para ter templo adora algo ou algum,esse cara ta se aproveitando da situação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não seja simplista. Para erigir um templo não é preciso ter deuses. O problema é que você pensa como a cabeça de um religioso.

      Excluir
    2. Pois é, isso só vai reforçar a idéia errônea das pessoas de que "o ateísmo é uma religião". Já é difícil nos dissociarmos desse conceito idiota, aí o sujeito vem com uma proposta retardada dessas...

      Excluir
    3. Ninguém mais religioso que um ateu convicto! Eheheheheheh!

      Excluir
    4. Penso que os ateus não possuem redes de cooperação, e nem instituições.

      Acho importante as benesses que os religiosos possuem, por exemplo não pagar impostos, ganharem terrenos para a organização quanto grupo.

      Por que os ateus não se organizam? Ou se organizam?

      Pode-se sacralizar o compartilhamento de informações, como fizeram os kopimistas na suécia. O direito ao compartilhamento de informações, arquivos etc podem ser salvaguardado pela fé no compartilhamento como ascese ao paraíso, que seria terreno e objetivo.

      Se o compartilhamento se torna sagrado, é obrigado o Estado defender o direito a fé, assim como faz com os seguidores do santo daime por exemplo, que usam elementos psicoátivos nos cultos.

      Excluir
    5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    6. O blog deleta comentários escritos só com letras maiúsculas.

      Excluir
    7. o ateus já possuem seus templos, são todas as escolas e faculdades do mundo que ensinam o pensamento crítico
      Aratã Maroni

      Excluir
  2. Talvez templo não seja a palavra correta... mas eu discordo que ateus não tenham lugares para se reunir.

    Um museu de história natural, por exemplo, é um belo lugar para céticos e entusiastas da ciência. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O QUE A CIÊNCIA NÃO CONSEGUE "DESVENDAR'" ELA COLOCA NO CONGELADOR DA ETERNIDADE? HAHAHA

      Excluir
  3. Esse Botton viaja na maionese.

    Esse sim, e não Dawkins quer transformar ateísmo em religião.

    Decididamente, n]ao curti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dizer só "não curti", não vale. Quais são os seus argumentos?

      Excluir
    2. E precisa de argumentos ? Eu não sei quem escreveu o texto, mas parece aqueles textos-paródia como na Desciclopédia:

      "Mesmo os ateus mais convictos tendem a falar muito bem dos edifícios religiosos. Eles podem ficar chateados com o fato de que nada lhes foi construído até hoje. ..."

      Mas de algum modo contendo o tom de deboche para parecer sério.

      Excluir
  4. ele deveria criar templos para os deuses gregos, seria melhor que o Deus cristão

    ResponderExcluir
  5. Já temos vários templos de sabedoria (universidades), só que alguns deles não são como deveriam ser.

    ResponderExcluir
  6. E no final das contas, ele vai sair lucrando. Céticos serão enganados e iludidos por serem tão vulneráveis, afinal quem não tem fé vive em constante vulnerabilidade, são iscas perfeitas!
    Ateu não pecisa de templo, se for realmente construido uma lugar até mesmo para meditação, estarão exercitando a crença. Palahaçada! haha

    ResponderExcluir
  7. A um ano atrás eu lendo sobre comportamento humano em um livro de antropologia deduzi que é comum seres humanos desejarem algo para adorar-se.

    ResponderExcluir
  8. Que bobagem. Para mim as bibliotecas são templos, a Natureza é um grande templo, o universo é o templo maior. Não tem momento de maior conexão que estar na natureza sob um céu maravilhosamente estrelado.

    ResponderExcluir
  9. Eu não dou dois minutos para aquele xarope do cristão vir falar merda aqui...

    Robson Kvalo

    ResponderExcluir
  10. Seria mais interessante chamá-lo de complexo do conhecimento...Ou outro nome qualquer...

    Robson Kvalo

    ResponderExcluir
  11. Pois é... Esse sim está querendo trasnformar ateísmo em religião. Aí por causa de um cara que fala esse tipo de coisa, vai ficar essa imagem de todos os ateus, e é material para crente falar sobre o que não sabe.

    Por que não dá certo criar comunidades atéias como dá certo com as religiosas? Porque religosos pensam igual, todos têm as mesmas idéias já prontas feitas pela religião, é só pegar e seguir. Mas ser ateu não é ter uma determinada linha de pensamento, é simplesmente não acreditar em deuses. Ateus podem ser tão diferentes entre si quando macumbeiros e muçulmanos são.
    Não que ateus não possam criar grupos, comunidades, clubes ou o que for, e não que não possa dar super certo. Mas nunca vai dar tão certo quanto os religiosos. Ateus podem ter opiniões divergentes, pois cada um pensa por si mesmo. Religiosos, não; quem pensa diferente, vai para o inferno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não supervalorize a autonomia e a capacidade de pensar dos ateus.

      A maior parte dos ateus é apenas um bando de papagaios repetindo frases feitas e idéias prontas, mas se achando muito inteligentes só por seguirem a modinha ateísta e espernearem contra a religião.

      Excluir
    2. Você acabou de descrever as religiões, especialmente o cristianismo.
      São um bando depagaios que repetem idéias prontas e se acham inteligentes porque seguem a modinha religiosa de espernear contra qualquer um que pense diferente... Vá trollar em outro lugar. Ou pagar dízimo e conversar com seu amigo imaginário, que é o que faz de melhor...

      Excluir
    3. Concordo em praticamente tudo que você falou sobre os ateus, mas sua visão quanto aos religiosos é muito simplista.
      É muito facil dizer que todo religioso paga dizimo, acredita em adão e eva, e não conhece nada de ciência... Assim você está agindo tão inescrupulosamente quanto os religiosos que dizem que nós ateus somos filhos do diabo e bla bla bla

      Excluir
    4. Espernear contra qualquer um que pense diferente é a especialidade dos militantes ateístas, que não toleram que religiosos (cristãos, principalmente) possam abrir a boca.

      Obrigado por confirmar o que eu disse, recitando, enquanto pratica o tradicional esperneio contra a religião, idéias prontas e frases feitas que os teus donos injetaram na sua cabecinha "independente".

      Excluir
    5. PS: meu comentário se refere ao esperneio do ateísta Israel Chaves.

      Excluir
    6. Seu comentário não fez sentido algum. Como de costume, não passou de tentativa de trollagem.
      Mais uma vez: Não tente fazer aquilo no qual não é bom, no caso, argumentar. Vá fazer o que você faz de melhor, que é pedir perdão a um ser imaginário por coisas que você nem fez.

      Excluir
    7. Concordo contigo Israel, quando dizes que o que o troll descreveu foi a religião. Mas basicamente, o que ele descreveu - e provavelmente não percebeu - é como *pessoas* agem. E agem assim, seja de qualquer grupo que forem.

      A questão é que, o que vem a cabeça imediatamente é a imagem de religiosos. O que o troll também não notou (ou talvez sim, mas finge que não) é que isso não trás um mínimo indício, de que o amigo imaginário dele seja real.

      Por fim, o importante neste texto é que expomos mesmo as coisas que nos embaracem. Já os religiosos ...

      Excluir
    8. Não estou preocupado em discutir se o que a manada ateísta chama de "amigo imaginário" (mais uma expressão pré-fabricada que papagaios ateístas gostam de repetir pra se achar inteligentes) existe ou não. Nem tentar "provar" sua existência, nem convencer os ateus sobre sua existência.

      Apenas descrevi, resumidamente, o comportamento padrão da ateuzada militante: intolerante (mas que se acha "defensora da tolerância"), irracional (mas que se acha "defensora da racionalidade"), repetidora burra de idéias e frases feitas (mas que se acha muito "inteligente e independente").

      E chamar de "troll" quem lhes desgrada é apenas mais um ataque 'ad hominem' babaca que ateus, que se acham tão inteligentinhos e racionaizinhos, gostam de praticar em meio a seus esperneios acéfalos e pretensiosos.

      Excluir
  12. Sou agnóstico ateista mas achei isso de muito mal gosto.

    ResponderExcluir
  13. Sou ateu e acreditava que já existia um templo ateu, o qual se chama Biblioteca... um lugar onde o conhecimento prevalece!

    @noelfsa85

    ResponderExcluir
  14. Templos e quaisquer construções de adoração são desprezíveis a partir do momento que forem custosos ou grandiosos. A idéia de um templo só é respeitável se nele forem instaurados elementos de cultura e/ou informação ou for um edifício normal com tal significado.

    ResponderExcluir
  15. http://www.facebook.com/photo.php?fbid=226617297427391&set=o.266846776706036&type=1&theater

    ResponderExcluir
  16. Tem muita gente ai falando que ateus são "entusiastas da ciencia", que "a biblioteca é o templo dos ateus" e etc... Puta bobagem... isso faz de vocês meros preconceituosos... A definição de um ateu é pura e simplesmente não acreditar/seguir nenhum deus/divindade.
    Ser ateu não significa ser mais inteligente, não significa gostar de ciência, nem absolutamente nada além de não acreditar em deus.
    Um ateu pode inclusive ser religioso, dependendo do que você considera uma religião. Há até o Zen Budismo, que ve em buda apenas um filosofo, e não um deus, sendo então uma "religião ateista".
    Vocês ateus, assim como eu, devemos parar com essa bobagem de visão soberana perante os deitas. Ateus podem ser estupradores, burros, inconsequentes, racistas. Assim como podem ser genios, grandes poetas, politicos... tudo, assim como também podem os religiosos.

    Quanto a ideia de fazer um edificio para os ateus, não tenho absolutamente nada contra, só acho o nome "templo" dado para o edificio meio contraditorio. De qualquer forma, é preciso que ele seja um pouco mais específico quanto a que atividades o tal templo receberá... Só espero que não seja nenhum encontro de segregação aos religiosos, nem de bajulação alheia a ficarem todos se gabando pelo simples fato de serem ateus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eis alguem que sabe articular ideias. Ufa.

      Excluir
    2. Até que enfim um comentário imparcial!

      Quanto a esse camarada, será que ele ao dizer que se tem que aproveitar os aspectos bons da igreja, não estaria de olho nas arrecadações milionárias, e na boa vida que levam os criadores das grandes igrejas?
      Ainda mais sabendo que os ateus se concentram em grande parte de classe média-alta para cima?!!

      A oportunidade favorece a mente preparada...

      Excluir
    3. Existem ateus e ateu.
      Parabéns Guilherme por seu comentário.
      Todos sabemos que não se pode resumir o existencial com um simples argumento que tudo tenha sido dado pelo acaso e pelo caos... Não sabemos 0,1% de nossa origem... que hoje a ciência admite ter uma forte participação do cosmo, diretamente.
      O sopão primordial está somente na mente de ateus desatualizados!

      Excluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Botton parece encantado com a religião e também deseja transformar o ateísmo em uma.

    Volto a repetir, Bottom QUER transformar o ateísmo numa religião.

    E novamente eu digo: não curti.

    ResponderExcluir
  19. Guilherme Jan 26, 2012 07:59 PM
    Tem muita gente ai falando que ateus são "entusiastas da ciencia", que "a biblioteca é o templo dos ateus" e etc... Puta bobagem... isso faz de vocês meros preconceituosos..
    ------------------

    Se você acha que buscar conhecimento é preconceito, o problema não está em nós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Avelino, o pré-conceito está em dizer que todos os ateus gostam de ciência, ou que todos os ateus são estudiosos, e bla bla bla...
      Não se pode definir os ateus por nada além de "não acreditar em deus", assim como não se define um católico por nada além de suas doutrinas.
      Se você diz que um judeu é mão de vaca, está sendo preconceituoso, assim como dizer que um ateu é inteligente. Pré conceito é apenas um conceito antecipado, seja ele um elogio ou uma crítica.

      Excluir
    2. O Avelino eh muito limitado.

      Excluir
    3. O Avelino eh muito limitado. Além de não gostar da boa gramática.

      Excluir
  20. Ozai (agoravaisaiadaki)27 de janeiro de 2012 08:44

    Oportunismo puro... é bom que seja apenas um centro para coleta de informação e aprendizado livre de restrições... do contrário é só merda!

    ResponderExcluir
  21. Na minha opinião, o mínimo necessário pra que algum ateu possa contra-argumentar algum crédulo em lendas é conhecer falácias.

    ResponderExcluir
  22. Sinceramente, eu estou de saco cheio de gente que acha que organização e coletividade equivalem a religião. Quando ateus se organizam, se unem, dão palestras, fazem camisetas, fazem campanhas, falam que ateísmo está virando religião por quê? Porque organização seria exclusividade das religiões? Pessoas se juntam e fazem coisas juntas para tudo: para montar um partido político, para torcer para um time de futebol, para reivindicar seus direitos enquanto trabalhadores, para agirem enquanto fãs de determinado filme/artista/esportista...

    O ateísmo não está virando religião. Nem time de futebol, nem empresa, nem associação de bairro, nem sindicato, nem ONG, nem coisíssima nenhuma.

    Se você é ateu e não é ateu militante, ótimo. Mas não critique os ateus militantes - que nada mais estão fazendo do que te defender de ser discriminado - porque ateus têm todo o direito de se juntar para o que bem entenderem, inclusive para darem visibilidade à existência do ateísmo, ao preconceito que ateus sofrem, aos males que a religião provoca, etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente. Não há nada de errado em ser ateísta militante, contanto que não seja misturado com segregação religiosa, que não inclua piadinhas infames sobre as religiões e seus seguidores.
      Defender os direitos ateístas, ou ao menos os direitos laicos, é sim muito importante, só acho totalmente desnecessário quando partimos para a agressão gratuita aos crentes. (não que esse seja o seu caso)

      Excluir
    2. O problema não é se organizar; é querer copiar o modelo de organização das religiões, ao ponto de criar um "templo". Que criasse um centro cultural, um clube, uma casa na árvore ou o que fosse. Mas... Templo? Por favor, né...
      Se organizar é bom. Juntar as pessoas parecidas é bom. O problema é que, dependendo do modo como isso for feito, ou pode dar muito certo, ou muito errado. Na minha opinião, esse modo de "templo ateísta" está completamente errado.

      Excluir
  23. So renomear de Templo para Bliblioteca...........

    ResponderExcluir
  24. Sinônimos de templo:

    abadia - basílica - catedral convento - igreja mosteiro - presbitério - santuário - sé - ádito....

    ResponderExcluir
  25. Esse cara está querendo se tornar o papa dos ateus. Sinceramente é ridículo a ideia. Os ateus podem conversar onde quiserem, seja em um bar, lanchonete, em casa, na praça, biblioteca, através de msn, facebook há muitos modos. Por isso que está acontecendo a primeira reunião de ateus do Brasil. Se for um lugar que ofereça palestras com pessoas do porte de Richard Dawkins, Sam Harris, Michel Onfray e tantos outros, e oferecer estudos científico e filosóficos eu até penso que seja uma boa ideia, mas se for apenas um lugar de encontro para ateus ficar criticando religiosos, sinto informar que será como os próprios religiosos fazem. Na verdade ser ateu virou moda, como antigamente todo mundo queria ser evangélico. Ateísmo é muito mais que apenas dizer "sou ateu". É compromisso com o estudo da ciência, os questionamentos da filosofia, busca da razão, uma reflexão mais séria sobre todos os assuntos existentes, Os ateus precisam se dedicar ao estudo de forma racional. O que mais vejo por ai é ateu dizendo: a bíblia é mito, a religião se contradiz, a religião é má, engana as mentes mais fracas. Mas o que eles oferecem em troca? nada. É preciso um objetivo claro e evidente de que um deus, seja la qual for, simplesmente não existe. Estou trabalhando na minha monografia a questão da evolução. Muitos brasileiros ainda acreditam que o homem veio do macaco e não de um ancestral em comum, as pessoas não estão instruídas de forma clara sobre essa questão, então fica mais fácil ensinar o design inteligente, que nada mais é que o criacionismo disfarçado, nas escolas como ciência. Ignorância pura sobre algo que desconhecem. Temos que estudar e aprender muito para combater as mitologias, mas com algo realmente de valor em nossas mãos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tryniti.
      Sou ateu e apaixonado pela ciência, dês de cedo me encantava com documentarios do Discovery, e conforme cresci, passei a ler livros, assistir palestras e estudar mais sobre a TE, Astronomia, o básico da física. Livros como "O Big Bang" e "Uma Breve Historia do Mundo" abriram minha mente quando um pouco mais jovem, para o tamanho da nossa ignorancia.
      Tudo isso me faz querer concordar com isso em tudo que disse quanto as "obrigações dos ateus", mas na realidade, o ateísmo não implica em obrigações, não há uma doutrina a ser seguida. Discordo de você que um até não pode simplesmente dizer "sou ateu e pronto", e que necessita estudar e etc... Na realidade ele não precisa.
      O que eu acho é que em geral, um ateu é uma pessoa contestadora, por ir de encontro a tudo que as religiões tentam nos fazer engolir todos os dias, e por ser um contestador, é um disperdicio que um ateu se concentre apenas em não acreditar em deus, e não busque mais informações e conhecimento.
      Mas de qualquer forma, ainda penso que ser ateu, é simplesmente, ser ateu. Seja um ateu "modinha" que apenas leu refutações aos principais contos da biblia, ou seja um grande astro-físico renomeado, ser ateu, continua sendo simplesmente, não acreditar em deus...

      Excluir
  26. Absolutamente ridículo... ateus precisam sim de lugares para se reunir, mas como seres humanos e não como parte de um clubinho! O amor ao conhecimento é "venerado" em outros templos, como universidades, bibliotecas e até na natureza! Além de ser extremamente desnecessária a construção desse prédio, ainda vai colaborar para manter essa imagem de ateísmo como religião. Grande desfavor desse pseudointelectual...

    ResponderExcluir
  27. absolutament um ateu de coragem pra admitir a religiao ateista.

    ResponderExcluir
  28. Agora vamos ter que ir para cultos para sermos ateus? Entendi. Quem não vai nos cultos ateus é o que? Um nada?

    ResponderExcluir
  29. interessante isso. qdo vi a chamada no facebook, admito q já fiquei na defensiva "templo p ateista???" e q isso pode ajudar na erronea ideia de q ateismo é crente q crer q deus n existe ( eu já pensei assim numa epoca de agnostica). mas depois q li o texto percebi a msg dele (mas ainda continuo achando q dizer q vai construir um templo não é a melhor maneira de expressar isso). esse senso de comunidade, de se sentir parte de algo c ideias parecidas é uma coisa q sinto falta na condição de ateista. apesar de q isso, esse senso de fazer parte de algo, tenha sido usado pela religião p perpetuar o preconceito e td a merda q eles fizeram, fica claro p mim q p ateistas, secularistas, humanistas só ajudaria na discussão de ideias e na socialização de pessoas. é mto solitário ser ateita d vez em qdo. e tem gente q fala pq não um museu natural ou uma universidade.... mas nesses lugares o ponto em comum n é o ateismo. Ia ser bom poder ir p um lugar, discutir ideias c pessoas, qualquer ideia, mas sempre partindo do pressuposto da inexistencia de deus.

    ResponderExcluir
  30. agora fico pensando como será cobrado os dizimos dos ceticos, que nome darao a suas arrecadaçao.
    monneytem? moneycens?
    contribuiçao para o crescimento e desenvolvimento dos estudos religiosos cientificos do centro da terra?
    ateismedizia? acho que vao ter que fazer um concurso, pra escolher o nome do centro de arrecadaçao financeira.virei fã desse cara, ele tem culhoes pra admitir que o ateimso se comporta como religiosos fundamentalistas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, o Izaque-fanfarrão pensando, agora acredito em milagre! rsrs.

      Excluir
  31. Dawkins é o papa do ateísmo.....

    ResponderExcluir
  32. o ser humanos foi criado por Deus pra viver em comunidade.a solidao é o pior demonio que existe.

    ResponderExcluir
  33. Acho válido, ... um lugar de sabedoria, bibliotecas, laboratórios, salas de palestras, cines para exibição de documentários científicos, mas nada que pudesse depreciar a fé alheia ou cometer blasfemeas contra crendices populares. Um lugar de elevado nível intelectual , respeito e civismo e nada o que não fizesse parte do verdadeiro ateismo.

    ResponderExcluir
  34. Fico na dúvida. Se observamos a história, os templos gregos e romanos, de onde surgiram os maiores filósofos e matemáticos da história ocidental, podemos retomar do ponto de partida, do qual houve o impedimento da filosofia e ciência pelo cristianismo no progresso do conhecimento. Se um ou vários templos for construído para reascender a filosofia que foi apagada da história pelo cristianismo eu aprovo. Pensem, Hepácia foi a ultima a falar dentro de um ornamento cristão, em sua época, quando foi perguntada se acreditava em Deus e ela respondeu, EU ACREDITO NA FILOSOFIA. Porem, é claro, essa ideia de criar templos não pode, jamais ter um intuito religioso, mas um ambiente onde as pessoas possam discutir, debater, refletir e buscar meios de progressos da ciência e da filosofia.

    ResponderExcluir
  35. Me poupe viu, tirar algo de aproveitável das religiões não estaria saindo um pouco do "ateismo"? Também nem me interesso muito saber.Pra mim, independente de religião, a construção de templos, ou o q quer q seja, é o de menos. Fazer o bem e ter fé em Deus onde quer q seja, até no "nada". Quer templo melhor que a natureza... A deixa pra lá vai!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. È serio o que diabos você escreveu?

      Excluir
    2. O que vc andou fumando?

      Excluir
  36. Disse Botton. "A notícia sobre o templo ateu saiu na revista de arquitetura Dezeen, com a ilustração acima. Não há informação sobre o custo da edificação, quem vai financiá-lo e quais as atividades que vai abrigar."

    Legal, agora os ateus vão ter de pagar dízimos para custearem seus projetos milionários.

    Na verdade eu glorifico e dou graças a Deus por isso. Pois a sua palavra tem se cumprido na vida dos próprios ateus e eles não se dão conta disso.

    " E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos.
    E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.
    Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo Mateus 24:11,12,13"


    "Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima. Lucas 21:28"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor comentário não teve! Parabéns...

      Excluir
    2. Cuidado com o torcicolo então, pq profetas existem desde o tempo das cavernas.
      Inclusive, todos somos profetas de vez em quando. O detalhe é que são apenas suposições que as vezes se concretizam, e jesus não foge a isso também.

      Excluir
  37. Tanto alarde por um comentário infeliz?

    Realmente da forma como o fulano lá colocou imprime sobre a visão cética dos ateus e agnósticos um carater religioso, o que, de fato, é um erro!

    Já possuimos nossos "templos", como já mencionado acima, mas parte deles, pouco preservados. Se ele quer realmente fazer um favor a nossa visão das coisas, que promova, então, a construção de mais museus, bibliotecas públicas, universidade bem equipadas, escolas, etc. Porque e por intermédio das diferentes opniões conhecidas nestes lugares que forjamos nosso pensamento crítico.

    ResponderExcluir
  38. Proponho que adoremos Atena, Odin e Darwin.

    ResponderExcluir
  39. O templo dos ateus vão desde o sofá de casa até os antros da prostituição , da pornografia , da maledicencia e por aí vai. Lá são adorados os seus deuses.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prefiro adorar uma bela bunda de mulher do que seu deus vingativo, sangrento e mesquinho.

      Excluir
  40. Isso não é nada bom.
    Todas as religiões nasceram assim, de forma sonhadora e autêntica.Depois o monstro ganha peso e perde o freio na ladeira.
    O melhor não é imitar e sim despojar!
    De Bottom é um tipo de Paulo Coelho.
    Sua mensagem está dada, para mim.É válida, mas adeus Bottom!

    ResponderExcluir
  41. Meu comentário vai bem na linha do que o Guilherme diz. Ao contrário de muitas religiões estruturadas (cristianismo, judaísmo, islamismo...) onde existe um "rito de iniciação" fazer com que uma pessoa faça parte dessa religião, no ateísmo não tem nada disso - porque ateísmo não é religião. Tendo isso em mente, e tendo em vista que não há uma "entidade regulamentadora do ateísmo" qualquer pessoa se declarar ateia e ela estará certa.
    Como qualquer pessoa pode se declarar ateia, não existe uma "inteligência mínima" para a pessoa ser ateísta.

    Aos que dizem que biblioteca é berço do conhecimento, quero lembrá-los que durante a idade média a igreja foi possuidora de grandes bibliotecas, o espiritismo publica muitos livros por ano, a bíblia ~deve~ estar em os TOP 100 de livros vendidos. Então não, livros não são sinônimo de secularismo ou mesmo de cultura elevada e biblioteca não pode ser considerada um templo ateu.

    AO pessoal que está de mimimice sobre o "templo ateu", pela definição da wikipédia, templo é "é uma estrutura arquitetônica dedicada ao serviço religioso". Ora, não é isso que esse prédio é, então o certo é apenas mudar o nome para clube ateu, ou clube da sabedoria ou qualquer coisa que o valha. Acredito que vocês estão se incomodando com o que não é relevante (um nome e a opinião que os religiosos terão sobre o fato do ateísmo ser religião ou não) e deixando de curtir uma ideia bem legal que é criar um lugar para os ateus se reunirem e falarem sobre as suas não-crenças sem se preocuparem com represálias.

    Ao meu caro Israel, você se engana em dois pontos: 1) por acreditar que todos os religiosos pensam da mesma forma (mesmo dentro de uma mesma religião, as pessoas pensam de formas diferentes); 2) por acreditar que pelo simples fato de que não vai dar certo essa construção porque os ateus são grupos heterogêneos, eu acredito que irão para esses templos as pessoas que querem A) discutir as suas visões ou B) aumentar os seus conhecimentos sobre secularismo; Tendo isso em vista, eu acho que esse templo tem muito para dar certo.

    A todos, realmente acho que o "movimento ateísta" pode aprender uma meia dúzia de coisas com os religiosos sobre como se tornar pop, supondo é claro que a ideia dos militantes ateus seja fazer com que o maior número de pessoas compartilhe da sua não-crença.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Aos que dizem que biblioteca é berço do conhecimento, quero lembrá-los que durante a idade média a igreja foi possuidora de grandes bibliotecas, o espiritismo publica muitos livros por ano, a bíblia ~deve~ estar em os TOP 100 de livros vendidos. Então não, livros não são sinônimo de secularismo ou mesmo de cultura elevada e biblioteca não pode ser considerada um templo ateu."

      Verdade. Mas tente não comparar livros de contos de fadas com livros que tratam de fatos, por favor, que é ao que o pessoal se referiu, ou ao menos foi assim que entendi. São coisas distintas. Crepúsculo vendeu um monte, não quer dizer que seja sinônimo de cultura literária. Concordo que associar ateísmo à livros é errado, mas citar livros como a Bíblia como exemplo também é outro erro.

      "AO pessoal que está de mimimice sobre o "templo ateu", pela definição da wikipédia, templo é "é uma estrutura arquitetônica dedicada ao serviço religioso". Ora, não é isso que esse prédio é, então o certo é apenas mudar o nome para clube ateu, ou clube da sabedoria ou qualquer coisa que o valha. Acredito que vocês estão se incomodando com o que não é relevante (um nome e a opinião que os religiosos terão sobre o fato do ateísmo ser religião ou não) e deixando de curtir uma ideia bem legal que é criar um lugar para os ateus se reunirem e falarem sobre as suas não-crenças sem se preocuparem com represálias."

      Concordo também (em parte). Mas é justamente aí é que está o problema. Ambos sabemos que os nomes dados às coisas acabam afetando profundamente seu desempenho/papel/importância, pois define a imagem que as pessoas terão dessa coisa. Ao chamar esse lugar de templo, ele está sim colocando ateísmo no mesmo patamar de uma religião. Nós podemos saber que não é assim, mas outras pessoas não sabem, a maioria delas. E já temos mal-entendidos e falhas de comunicação demais para nos dar ao luxo de cometer uma gafe dessas. Quando se lida com grandes massas, você nunca pode deixar nada por conta do bom-senso das pessoas, pelo simples motivo de que as pessoas, no coletivo, não têm bom-senso. O que as pessoas vão pensar quando verem isso, não é o que você citou, um lugar para ateus se reunirem e tal. Verão uma espécie de igreja satânica anti-cristo onde se fazem sacrifícios de criancinhas e outras baboseiras de fanáticos religiosos.

      Excluir
    2. "Ao meu caro Israel, você se engana em dois pontos: 1) por acreditar que todos os religiosos pensam da mesma forma (mesmo dentro de uma mesma religião, as pessoas pensam de formas diferentes)"

      As variáveis nas linhas de pensamento (quando existem) são tão pequenas, que no fim, acaba sendo sim a mesma coisa. Veja se não estou certo e se essa não seria uma boa descrição de um religioso qualquer (nem precisa ser especificamente cristão): Só eu estou certo, porque só o meu deus está certo. Quem não concorda com o que ele diz, não presta e devo manter distância. Devo evitar essas pessoas que pensam diferente porque isso pode irritar o meu deus. Quem não concorda, é inimigo. Quem não concorda, vai para o inferno. Devo acreditar sem questionar, porque meu deus não gosta que faça perguntas. Minha religião está acima do bom-senso. Não devo tentar pensar em outras alternativas para situações que encontrar, devo fazer o que minha religião diz. Se não, vou para o inferno. Devo ignorar evidências científicas que contradizem minha religião e continuar acreditando, fazendo sentido ou não, porque meu deus mandou. E se eu discordar, vou para o inferno.
      Não encaixa bem a descrição? Não que não tenha um outro maluco que fuja desse estereótipo. Mas meia dúzia de gatos pingados não servem para mudar a imagem de milhares. Você, eu sei que é um desses malucos que fogem do padrão. Mas quantos outros são exatamente como descrevi?

      "2) por acreditar que pelo simples fato de que não vai dar certo essa construção porque os ateus são grupos heterogêneos, eu acredito que irão para esses templos as pessoas que querem A) discutir as suas visões ou B) aumentar os seus conhecimentos sobre secularismo; Tendo isso em vista, eu acho que esse templo tem muito para dar certo."

      É possível que sim. Não era sobre o fato de as pessoas quererem usar esse espaço ou não que eu me referia. É ao impacto que vai causar na sociedade. Ao menos de minha parte, eu penso que devemos causar impactos positivos e construtivos. Mas isso provavelmente só será mais uma fonte de mal-entendidos

      "A todos, realmente acho que o "movimento ateísta" pode aprender uma meia dúzia de coisas com os religiosos sobre como se tornar pop, supondo é claro que a ideia dos militantes ateus seja fazer com que o maior número de pessoas compartilhe da sua não-crença."

      A religião se tornou "pop" ameaçando as pessoas de morte, torturando, fazendo lavagem cerebral. Não acho que seja uma boa lição para nós. A não ser uma lição sobre o que NÃO se deve fazer. Funciona, a prova é a nossa sociedade atual dominada pela religião. Mas não é o jeito certo; o certo é através da educação. Demora mais, não funciona com um monte de gente, dá trabalho, é uma merda. Mas é o que pessoas civilizadas fazem. De bárbaros, já bastam os religosos.

      Excluir
    3. Israel, alguns pontos do seu texto que acho valido repensar:

      A Bíblia é provavelmente o livro mais importante da história da humanidade, ela moldou toda a sociedade ocidental, criou praticamente todos os valores morais que nós temos hoje. Você pode sim questionar a forma com que a biblia é tratada pelos religiosos, em especial aos que a interpretam ao pé da letra, mas se for levada como um livro meramente filosófico, é com certeza um dos livros mais ricos já escritos.

      Quanto a sua definição dos religiosos, não concordo com suas generalizações, mas mesmo assim, o que você citou só se encaixa ao cristianismo, islamismo e judaismo. Duas das religiões mais antigas e com maiores numeros de adeptos no mundo, seguem linhas totalmente diferntes do que você disse (Hinduismo e Budismo).

      É sempre bom lembrar a importancia da religião para a historia da humanidade, existem muitos estudos que mostram que talvez a humanidade não tivesse sobrevivido se não fossem as religiões. Nossos ancestrais tribalistas, nomades, passaram a seguir muitos padrões e normas que os ajudaram a sobreviver, todos por acreditar que o "deus sol" ou "deusa lua" estavam la para reprimir e etc. Esses pensamentos religiosos e profundos, também ajudaram o homem primitivo a aumentar seu cérebro, seus conhecimentos do mundo e etc. O inicio da ciência também deve muito para as religiões, assim como as artes que durante muitos anos foram financiadas pelas igrejas.
      Não estou dizendo que as religiões são perfeitas, muito pelo contrario, já fizeram também muito mal a humanidade, mas também já agregaram muito. É um assunto bastante complexo, dificil resumir em poucas linhas.
      Só acho que devemos mudar essa visão de que religiosos são todos tapados, que o mundo e o homem seriam muito melhores se nunca tivesse havido religião e etc. Há muito o que se discutir antes de chegar a qualquer resposta para isso.

      Excluir
    4. Desculpe, mas eu discordo totalmente. A Bíblia não passa de um grande manual de tortura. Dos valores morais que você cita, metade deles são apenas conclusões lógicas, como não matar, e a outra metade são caprichos de um deus imaginário maluco, que mata por razões bizarras como trabalhar no sábado.
      A Bíblia tem sua importância, sim. Como um grande exemplo do que não deve ser feito e de como uma sociedade não deve ser. A sociedade, se seguisse a Bíblia, viveria em guerra constante com outras culturas, varrendo tudo o que surgisse no caminho e não se rendesse aos seus dogmas.
      Talvez a religião tenha tido sua importância para impedir ignorantes medievais de se matarem a torto e a direito, fazendo com que tivessem medo até de pensar sem permissão de um deus. Mas isso não é nem de longe necessário hoje em dia, muito pelo contrário. Causa muitos danos e precisa ser substituída pela razão imediatamente. Não precisamos ter medo de ir para o inferno para saber que matar é errado. E também não precisamos deixar de viver nossas vidas porque um ser imaginário mandou. Onde estão a liberdade de expressão, os direitos das mulheres e dos homossexuais, só para citar alguns exemplos? A Bíblia é claramente contra isso.
      Metade dos valores morais que você cita estão errados. Preconceito, arrogância, gosto pela ignorância, submissão, tudo isso é encorajado pelo cristianismo. Não acho que esses sejam valores morais de pessoas civilizadas.
      Religião pode ter sido importante quando não se sabia que a Terra é redonda e se achava que doenças eram causadas por espíritos maus. Mas hoje, é um problema, e problemas devem ser resolvidos e não deixados como está porque todo mundo já se acostumou a conviver com eles.

      Excluir
  42. Credo, essa foto do Botton tá assustadora! xD
    Eu sou contra essa ideia de "templos" ateus (ou seja lá qual vai ser o nome) e toda essa história de seguir os "exemplos" dos religiosos, pra mim é desperdício de dinheiro. Já temos a Internet, quer lugar melhor pra se reunir e conversar?

    ResponderExcluir
  43. Podemos nos organizar sim com o intuito da divulgação do pensamento racional ou humanista e o real motivo da não crença em seres mitológicos que influenciem diretamente na vida de seres humanos.
    Para tanto devemos utilizar espaços que indique realmente o crescimento em números de pessoas libertas de correntes que antes as impediam de andar com as próprias pernas e estes ambientes devem privilegiar todo e qualquer avanço que nos proporciona tais atitudes comportamentais.

    ResponderExcluir
  44. aqui no Goias, tem um rpograma na tv Band local, sobre racionalismo, a apresentadora é ate uma mulher, ela é presidente do centro racionalista, um negocio assim, e vive proclamando aos 4 ventos que o homem só vai alcançar a sabedoria ou o seu apice racional, daqui nao sei quantos anos, é assustador, é estranho, as vezes assisto so pra ver ela viajar na maionese, o deus dos ceticos é a razao, a ciencia, que já tem ate igreja , cientologia.
    alias, acho que esse Botton , tá querendo criar outra igreja, so que com uma doutrina diferente da igreja da cientologia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se parasse 2 minutos pra pesquisar ia ver que cientologia é uma religião que nada tem a ver com ciencia. Troll fracassado apela pra tudo mesmo.

      Excluir
    2. "a apresentadora é ate uma mulher"

      Porque mulheres normalmente não deveriam ser apresentadoras, ou algo do tipo? Ou não deveriam ser racionais? Ou sei lá qual o seu problema com elas... Mas acho que isso explica muita coisa.

      Enfim... Vai ler o que é cientologia antes de dizer besteira. Cientologia é uma das religiões mais estúpidas já criadas, e é 100% religião. Não tem nada de científico nela.

      Excluir
    3. Caralho, Izaque. Quem disse que cientologia é ateísmo?

      Sua ameba irracional, leia um pouco, uma vez na sua vida! Cientologistas acreditam que há 75 milhões de anos a galáxia era governada por um líder maléfico chamado Xenu.

      Tem coisa mais estúpida que isso?

      Vou responder: CRISTIANISMO!

      Excluir
    4. Wtf? Cientologia é ciência, hahahahaha, que isso Izaque? só pode ser piada. Luan acho que o Izaque achou que cientologia fosse a religião da ciência pelo "ciento" pfff.

      Excluir
  45. .

    Isso é um desserviço a causa ateísta.

    Os ateus se esforçam tanto para fazer a sociedade entender que ateismo não é religião, uma iniciativa dessas aparece para fazer parecer o contrário?

    Att.,

    Espancador de Pastores

    .

    ResponderExcluir
  46. Bem, templo induz a religião. Mas, gostei da ideia, o prédio em si não precisa funcionar como umaigreja, pode ter bibliotecas, cafés, auditórios, salas e tudo mais que um centro de convenções possui. A diferença e que estaríamos divulgado o ateísmo. É uma estratégia a ser analisada, as lojas maçônicas usam isso, são belíssimos prédios (e que a maioria nem sabe pra que serve ao certo já que tem o nome de loja mas ninguém compra ou vende nada hehehe) mas só de possuir um empreendimento com um nome em um local da cidade fazem com que as pessoas passem, olhem e fiquem com aquilo no seu subconsciente e passam a aturar.
    Se mostrar para podermos crescer e sermos respeitados, como alguém pode saber ao certo sobre ateísmo se nós nos escondemos?

    ResponderExcluir
  47. Acho que vai ser a nova Babel

    ResponderExcluir
  48. Quem serão os santos o Richard Dawks, Friedrich Nietzsche vai ter Papa

    ResponderExcluir
  49. Vão ter que visitar a nova Meca uma vez por ano se não Friedrich Nietzsche vai ficar brabo

    ResponderExcluir
  50. Quem será o deus eu sugiro alguns: a razão, a matéria e a tecnologia uma materialississma Trindade, nçao esqueçam do Friedrich Nietzsche que foi filho de pastor e apanhou pra burro virou ateu.

    ResponderExcluir
  51. Xenu ou Xena ou She-ha onde é que vende essa noia que o Tom Cruise tomou

    ResponderExcluir
  52. que nada , a cientologia adora a ciencia que nem vcs ateus.só tem umas coisinhas a mais nesse negocio.

    ResponderExcluir
  53. e Luan seu ameba amazonense, nao vale copiar do wikipedia em?
    hj em dia já tm ate religioes pra gays?que custa ter mais uma , alem da cientologia, pra os ateus adorarem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cientologia é contra remédios e acha que as almas das pessoas são as mesmas de alienígneas de milhões de anos atrás, reencarnadas. Isso com certeza é altamente científico.

      E agora, além de homofóbico, você também discrimina pessoas de outros estados? Cara, você tem problemas mesmo...

      Excluir
    2. Ameba amazonense... é o máximo do ad hominem que você consegue?

      Além de homofóbico, virou xenófobo agora?

      Cientologia não tem nada de científico, nem o nome é científico. Adorar um alienígena não é nada científico, ateus nem sequer acreditam em alienígenas (com algumas exceções, claro).

      O que custa? É que não fazemos parte da classe de imbecis irracionais que você faz, que pensam a mesma porcaria que você.

      Eu não preciso adorar um alienígena maligno ancestral para ter algum sentido na minha vida, muito menos um fantasma chamado deus. Pra mim é tão ridículo quanto acreditar em homens-barro, mulheres-costelas, serpentes falantes que seduzem de jovens pelados a comerem um fruto venenoso de uma árvore mágica.

      Se você precisa se agarrar num conto de fadas para adultos para ter algum sentido na sua vida miserável, só lamento. O sentido da minha vida é minha humanidade, e se tem algo que eu poderia chamar de alma é minha humanidade, decência, respeito próprio e moralidade, e não vou sacrificá-la para reverenciar uma autoridade babaca chamada Deus ou Xenu, que nem sequer existem.

      Eu existo, e isso pra mim já basta.

      Excluir
    3. Izaque-malukette,o que diabos tem a ver ou teria a ver cientologia com ateísmo?

      Excluir
  54. Os ateus estão mais para o "UNIVERSO EM DESENCANTO"

    ResponderExcluir
  55. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  56. "Luan, voce se engana a si próprio, do modo que fala e se expressa ofendendo e xingando a todos, ao contrario do que diz, mostra que é um desgraçado (sem a graça de Deus, em trevas). Estas perdido em si mesmo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, sou um desgraçado mesmo. E ofendo e te xingo a ora que quiser, quando eu quiser.

      Não aguenta, saia da cozinha.

      RAMEN!

      Excluir
  57. Que original. Templos ateus. Para ateus se reunirem. Não é isso que as igrejas fazem? Agrupam as pessoas. Bibliotecas são silenciosas, ótimas para ler e refletir. Museus também são uma boa. Se a ideia é oferecer um local discreto, calmo, longe da badalação, não faltam opções. Falta ousadia, nós ateus ainda somos tímidos e desconfiados.

    ResponderExcluir
  58. Eu acho uma boa ideia.

    ResponderExcluir
  59. uhu! agora eu vou esfregar na cara dos crentes!!!! haha

    ResponderExcluir
  60. Eu não sou contra a construção do templo, mas eu acho que construir um templo ateísta é muito desnecessário !!! afinal, o que nṍs vamos fazer nesse templo ? será que vai ser tipo um museu com replicas e objetos que envolvem ciencia ? Pode-se fazer um encontro de ateus para discutir assuntos que realmente interessam a sociedade por exemplo: A queda do poder religioso na politica, separação entre estado e igreja (estado laico), avanços cientificos possam ajudar as proximas geraçoes , protestos contra os preconceitos, porem não é necessário construir um templo pra isso. A religião nao tem praticamente nada que possa ser aproveitado de bom, mas a liberdade religiosa é valida! (desde que não interfira na vida de outras pessoas )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ciência não tem nada a ver com ateismo... Mesmo que você alegue que a maioria dos ateus gosta de ciência, vai ser uma alegação sem base nem fonte. Portanto, não há razão para vincular um "templo ateísta" com "objetos que envolvem a ciência" nem "avanços científicos" e bla bla bla... Ateísmo é somente NÃO ACREDITAR EM DEUS. E a única característica que TODOS os ateus tem em comum, é não crer em deus.

      Excluir
    2. O lesado se você for ver os cientistas e filósofos que realmente revolucionaram a história a maioria deles é ateu,depois as crianças e adolesxentes ateus ou com pais ateus geralmente tem notas muito maiores que os teístas isso é comprovado e outra coisa comprovada é que a pessoa que lê livros de física,química e astronomia tem 5 vezes mais chances de se tornar ateu

      Excluir
    3. Nossa mas quanta capacidade de defecar pelas teclas... Faz um favor então? Traga as "fontes"

      Excluir
  61. Ateísmo virou religião!! Olha só...um paradoxo não?

    Vão cobrar dízimo tb?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. Nós não somos tão baixos,corruptos e idiotas como vocês cristãos

      Excluir
  62. KKKKKK De tanto criticarem as religiões organizadas agora vai surgir a religião dos ateus. Dawkins, um idiota, disse que até o fim de sua vida verá o fim das religiões organizadas, agora tem filósofo ateu querendo criar religião e templo ateus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu lesado idiota o "templo" ateu não vai ser a mesma coisa do templo dos muculmanos e cristão vai ser um marco para os ateus do futuro pensarem oque todos os iluministas fizeram por eles,que Hipácia morreu por defender a razão,oque os cientistas como Marie Curie e Albert Einstein fizeram,isso que vai ser o templo dos ateus!

      Excluir
    2. Não acredito que Dawkins verá isto, mas tenho certeza de que um dia isto ocorrerá, e o mundo será bem melhor.

      Excluir
  63. detalhe para a Pomba gigante*

    ResponderExcluir
  64. Não li o livro, mas suspeito que há um pouco de ironia nessa brincadeira "séria" de BOTTOM, afinal ele é um filósofo muito conceituado no meio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li o livro, e não gostei, este cara "viaja" muito, foi criado em família de ateus e quando conheceu as religiões se "encantou" com alguns aspectos. Mais um pouco acho que ele virava pastor, como pegava mal, vem com esta idéia ridícula de templo ateu. Este Botton é um xarope só.

      Excluir
    2. Eu li o livro e não gostei, achei uma "xaropada" só. O Botton foi criado em uma família de ateus e quando conheceu as religiões ficou "encantado" com alguns de seus aspectos. Acho que mais um pouco ele virava crente, tanto que agora vem com esta idéia ridícula de templos. Não acho que seja um bom combatente quem usa as mesmas armas do inimigo.

      Excluir
    3. Eu li o livro, e não gostei, este cara "viaja" muito, foi criado em família de ateus e quando conheceu as religiões se "encantou" com alguns aspectos. Mais um pouco acho que ele virava pastor, como pegava mal, vem com esta idéia ridícula de templo ateu. Este Botton é um xarope só.

      Excluir
  65. Religião nada mais é que o ato de se religar, consigo mesmo, cultuar seu interior, sua vasta inteligência.
    Fé? "Fé é vontade, tenho vontade de estudar, tenho fé em estudar"
    Ateu pode usar religião quando esta palavra significa centramento consigo mesmo.
    Ser um religioso é ser você mesmo, sem imagens ou figuras.
    Infelizmente a palavra religião perdeu seu significado intrínseco.

    ResponderExcluir

Postar um comentário