Italianos ficam indignados com Jesus negro de presépio


"E uma vergonha"

Aborrecido com os sucessivos furtos da representação de Jesus do presépio da cidade, o prefeito Giorgio Del Ghingaro, de Viareggio, Itália [mapa], colocou no lugar a uma estátua de um bebê negro. 

Desta vez, o menino Jesus não foi roubado, mas cristãos ficaram indignados.

A vereadora Elisa Montemagni, do partido ultranacionalista Liga Norte, criticou a “instrumentação” da tradição cristã.


Ela admitiu que Jesus ame a todos, independentemente da cor, mas, no caso, houve “propaganda” de uma causa, porque, no presépio, Maria e José são brancos.

“É uma vergonha. No ano que vem, veremos uma mesquita no lugar da cabana.”

No Facebook houve outras críticas.

Alguém escreveu, por exemplo, que é preciso ser “idiota” para colocar um Jesus negro no presépio.

A ironia é que, se de fato existiu um Jesus, conforme descrito na Bíblia, ele seria mais escuro do que claro, por causa do clima de Belém.

Com informação de agências e foto de divulgação.





Foto de presépio com dois Josés vestidos de rosa se torna viral