Relato da vida de católica alemã daria um filme de terror


Fanatismo santifica doença que
 fazia escorrer sangue do corpo

Em minhas andanças pela internet, deparei-me com texto de um site católico que pode servir de inspiração a um filme de terror, um desses que fazem sucesso em noite de Sexta-Feira 13 ou em época de Halloween, amedrontando crianças.

O site enaltece Teresa Neumann (1898-1962), católica alemã que sofria de neuropatia, que a fazia ter convulsão e suar e lagrimar sangue, o que os católicos chamam de “estigma”.

A naturalidade com que o site se refere a Teresa, sem nem sequer levantar uma remota possibilidade de que ela sofresse de uma doença psicofísica, é tão chocante como a reprodução de fotos coloridas mostrando sangue escorrendo do corpo dela.

O texto e as fotos são bizarros.


O site diz, por exemplo, que Teresa tinha o poder de estar em dois lugares ao mesmo tempo, no fenômeno da “bilocação”.

Citando como fontes religiosos e médicos, afirma, também, que por 32 anos ela “nada comeu e nada bebeu, pesando sempre 55 kg e isto apesar de perder a cada ano, através de suas feridas, cinco litros de sangue”.

Durante esse tempo, relata o site, Teresa tomava apenas “um pequeno gole de água, para melhor engolir a sagrada hóstia”.

“[Ela] não ficava fraca e nem doente; ao contrário, seu corpo tinha força e vigor que a permitiam realizar normalmente os serviços caseiros, e atender os visitantes.”

A mulher só se sentia mal se ficasse “24 horas sem comungar”.

Exposição do bizarro

Ela tinha chagas resistentes à cura e que se abriam todas as quintas-feiras.

“Passava por temporadas de fortes sofrimentos e ela tudo aceitava pela conversão dos pecadores.”

Às vezes, “pedia a Deus sofrimentos especiais, pela conversão de alguém”.

Houve ocasiões em que a hóstia colocada na língua de Teresa “desaparecia instantaneamente”.

“Só quando [ela] não estava em êxtase é que se podia ver o movimento da deglutição.”

Essas interpretações sobre a vida de Teresa Neumann são tão mirabolantes, malucas, que até a Igreja Católica evita comentá-las.

Com informações do site Aleteia.




Bizarro: hóstia consagrada é o próprio corpo de Cristo

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.