E-book de historiador mostra por que Jesus não existiu



A Amazon lançou em português o e-book de David Fitzgerald que agrega evidências e contradições bíblicas para concluir que Jesus Cristo nunca existiu.

O historiador americano e militante ateu mostra em “Nailed: Dez Mitos Cristãos que Mostram que Jesus Nunca Sequer Existiu” que o filho do deus cristão é um personagem de ficção que foi elaborado a partir de mitologias pagãs.

O “Nailed” foi mantido em português porque em inglês tem duplo sentido: “pregado [com prego]” e “resolvido [enigma]”.

Em inglês, o livro foi lançado em 2010. A tradução para o português foi feita por um admirador do trabalho do historiador.

Para Fitzgerald, uma das evidências de que Jesus foi inventado é o fato de não haver nenhum registro dele por parte de seus supostos contemporâneos.

Ninguém ouviu falar de Jesus fora de seu culto por quase 100 anos após a sua morte, diz o historiador.

O que é um contrassenso, considerando os feitos extraordinários de Jesus, afirma Fitzgerald, acrescentado que há registros históricos de outros líderes judaicos não tão espetaculares.

Ele observa que, de acordo com o filósofo cristão Albert Schweitzer (1875-1965), nos evangelhos Jesus tem várias personalidades, uma inconsistente com outra.

Jesus de Marcos é um humano humilde e sofredor. O de Mateus foi melhorado, com a correção de algumas distorções de personalidade. O de Lucas é um mestre zen e o de João, um super-homem egoísta.

Para Fitzgerald, o cristianismo, em seu começo, era apenas uma das muitas seitas que surgiram em uma época em que tradições e deus antigos foram retomados com nova roupagem.


Com informações do Amazon e Daily Mail e outras fontes.

Envio de correção.


Jesus foi criado sob inspiração de rituais pagãos, diz autor

Postar um comentário