Pagão obtém direito de usar em documento foto com chifres

Carteira de motorista de Moonsong
O sacerdote pagão Phelan Moonsong (foto) obteve o direito de usar em sua carteira de motorista foto em que aparece de chifres.

Pagão teve de
convencer as
autoridades
Inicialmente, as autoridades de Millinocket, Estado do Maine (EUA), não aceitaram a foto, mas Moonsong insistiu com o argumento de que os chifres se tratam de seu “chapéu” religioso, como o quipá dos judeus, o hábito de freiras e turbantes de sikhs.

A lógica Moonsong é esta: se outros religiosos podem usar seu chapéu, por que ele não poderia ter na cabeça seus chifres de bode?

Para convencer as autoridades, Moonsong escreveu uma longa carta com referências históricas sobre a importância dos chifres para a religião, indo muito além da figura do diabo.

Ele disse em uma entrevista: “Meus chifres se tornaram muito importante para mim, porque eles são como uma antena espiritual”.

Com informação das agências.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.


Mais um ateu usa escorredor como chapéu religioso