Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Ateus espanhóis pagam € 5 por crucifixo tirado de local público

Campanha de descrentes valencianos quer mandar
os símbolos religiosos de volta para as igrejas
A Avall (Associação Valenciana de Ateus e Livres Pensadores), na Espanha, está pagando 5 euros (cerca de 15 reais) a quem lhe entregar um símbolo religioso removido de local público.

O site da associação está divulgando a campanha Descuelga un crucifijo por los servicios públicos (Remova um crucifixo dos serviços públicos) para “incentivar a laicidade do Estado definida pela Constituição”.

A associação estima receber 500 símbolos de edifícios públicos, como escolas, hospitais e centro científicos, o que vai lhe custar 2.500 euros (R$ 7,6 mil).

Antonio Pérez Solís, presidente de Avall, afirmou que os ateus querem encaminhar “os símbolos a seus locais naturais, que são as igrejas, templos e conventos”. “Vamos mandar os crucifixos que receberemos para instituições religiosas, de onde não deveriam sair.”

Afirmou que a campanha pretende combater a confusão entre o espaço privado e público. “Todo mundo pode colocar um altar em sua casa, mas isso não pode ser feito com o dinheiro público em espaço que pertence a todos.”

Além disso, argumentou, “os símbolos religiosos não têm nenhuma função objetiva no sentido de melhorar o serviço público”.

Com mais de 800 mil habitantes, a Comunidade Autônoma da Valência possui as províncias de Alicante, Catellón e Valência.

De acordo com uma pesquisa de abril de 2014, os descrentes espanhóis representam 26,1% da população.

Com informação do El País e site da Associació Valenciana d’Ateus I Llurepensadors.





Bispo acusa ateísmo de querer criar uma ‘maldita religião’
agosto de 2011


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...