Paulopes

Religião, ateísmo, ciência e astronomia

sábado, 31 de agosto de 2013

Governo Sarney investigou origem do dinheiro de Edir

Macedo ficou preso 15 dias em 1992
sob a acusação de ser charlatão
Durante o governo do presidente José Sarney, de 1985 a 1990, a Polícia Federal e o hoje extinto SNI (Serviço Nacional de Investigação) investigaram a origem do dinheiro que o pastor Edir Macedo (na caricatura ao lado), da Igreja Universal, usava para comprar emissoras de rádio e TV. A informação é da Folha de S.Paulo, que teve acesso a relatórios da investigação.

Em dez anos, a Universal comprou dez emissoras de rádio por US$ 6 milhões, diz o relatório. “Recentemente a seita tem adquirido emissoras de radiodifusão através de testas de ferro e ao custo de milhões de dólares de procedência desconhecida.”

O que chamou a atenção do Governo Sarney foi o rápido crescimento que a Universal teve na década de 80. A Igreja já tinha naquela época no Brasil cerca de 500 templos. Hoje possui mais de 6 mil.

O relatório afirma que a igreja incentivava o pagamento do dízimo em dólares, que os seguidores do pastor tinham fama de “arruaceiros” e que Edir Macedo praticava charlatanismo.

Na época, o MP (Ministério Público) também investigou as atividades da Universal, o que levou Edir Macedo a ficar preso 15 dias  em 1992 sob a acusação de “delitos de charlatanismo, estelionato e lesão à crendice popular”. O pastor culpou a Igreja Católica pela sua detenção.

A Universal emitiu nota dizendo que as revelações da reportagem da Folha mostram as “praticas condenáveis que o extinto aparelho repressivo praticou” e que a “perseguição religiosa foi somente mais um capítulo” daqueles anos.

Em meado de 2012, a PF enviou à Justiça Federal e ao Ministério Público Federal relatório dos indícios de que a Edir Macedo comprou a TV Record com dinheiro “lavado” da Universal. O negócio envolveu mais de 10 pessoas e alguns deles teriam sido usados como “laranjas”, de acordo com o relatório.

Com informação da Folha e deste site.





Juiz aceita denuncia contra Edir por formação de quadrilha
setembro de 2011

Edir na mira da Justiça

Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...