Drauzio critica religiosos por atrelarem a crença às virtudes



Drauzio Varella
'Parece que só é
 bom filho se você 
for de uma religião'
O médico Drauzio Varella (foto) criticou os religiosos por terem se apoderado das virtudes ao pregarem que é preciso ter uma religião para ser bom.

“Parece que você só pode ser bom filho, bom pai e bom marido se pertencer a alguma religião”, disse ele ao programa do Jô, ao falar do seu livro “Carcereiros”.

“Se não pertencer a nenhuma religião, você é um imoral e não merece a menor consideração”, afirmou. O que, segundo ele, leva muitos ateus a esconderem a sua descrença.

O médico disse que a origem das religiões está no fato de o homem não conseguir lidar com a finitude da vida, porque “viver é muito bom”.

“Imaginar que um dia a vida vai acabar é insuportável.”

Mesmo assim, disse, há pessoas que não conseguem acreditar na existência de “um deus que está lá em cima [no céu], com uma varinha, interferindo no cotidiano das pessoas”.

Para ele, as pessoas merecem respeito independentemente de sua crença ou falta dela. Mas o que ocorre, disse, é que quem não acredita em Deus acaba ficando “na contramão da sociedade”.

Fonte: vídeo do programa do Jô.



Drauzio diz por que ateu desperta a ira do fanático religioso.

Semelhantes