Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

domingo, 12 de agosto de 2012

Igreja constrói ginásio irregular e agora se queixa de perseguição

Ginásio da Igreja Missão Praia da Costa
Ginásio foi construído em terra do governo e em local histórico
Embora tenha levantado um ginásio sem licença da prefeitura e em local de valor histórico, a Igreja Missão Praia da Costa, de Vila Velha, no Espírito Santo, está acusando o Ministério Público Estadual de perseguição religiosa porque quer que a construção seja demolida. 

O ginásio foi construído na região do Farol de Santa Luzia, em um terreno do governo do Estado e dentro de uma área de proteção integral do Conselho de Cultura. A foto acima mostra a sua agressão à paisagem.

O pastor Simonton Araújo, líder da igreja, afirmou que sofre perseguição porque o Ministério Público não se incomodou com outras dez construções do local. Gravou um vídeo [ver trecho abaixo] dizendo que há na região um "condomínio milionário" que não tem sido incomodado pelos promotores.

Ele falou ao jornal A Gazeta que o ginásio é usado para atividades sociais e esportivas, atendendo cerca de 1.500 jovens.

O Ministério Público quer que o ginásio seja demolido imediatamente. Se a igreja não o fizer, os governos do Estado e da prefeitura e a igreja terão de pagar uma indenização de R$ 1 milhão, quantia que correspondente ao valor do imóvel. No vídeo, o pastor deu a entender que a quantia terá de ser arcada somente pela igreja.

Araújo informou que um advogado está cuidando dos direitos da igreja.

"Será que não é perseguição religiosa?"

video

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...