Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

65% dos evangélicos admitem votar no candidato indicado pela igreja

Pesquisa feita pelo Datafolha com participantes da Marcha para Jesus realizada no sábado (14) em São Paulo apurou que 65% dos evangélicos vão votar nas eleições municipais deste ano sob a influência de suas denominações.

Do total de consultados, 31% afirmaram que “com certeza” darão o voto a quem o pastor indicar.

A marcha teve a participação de 335 mil pessoas, sendo 60% delas da cidade de São Paulo, 36% do interior paulista e 4% de outros Estados.

Na maioria (34%), eram fiéis da Igreja Renascer, a organizadora do evento. A segunda maior participação foi dos seguidores da Assembleia de Deus, com 16%. Fiéis da Universal representaram apenas 1%. Do total, 76% comparecem aos cultos mais de uma vez por semana.

Em São Paulo, é grande o esforço dos candidatos a prefeito José Serra (PSDB) e Fernando Haddad (PT) pelos votos dos evangélicos. O tucano conta com o apoio de líderes da Assembleia de Deus. Correndo por fora está Celso Russomanno, que concorre pelo PRB, partido ligado à Igreja Universal.

Lideranças evangélicas estão procurando tirar votos de Haddad chamando-o de "candidato do kit gay", numa alusão ao programa contra o preconceito aos homossexuais que ele tentou implantar nas escolas públicas quando esteve no Ministério da Educação.

Com informação da Folha de S.Paulo.

Candidato ameaça Estado laico ao prometer criar creches em templos.
julho de 2012

Religião na política.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...