Bispo afirma que família deve exigir ensino religioso nas escolas

bispo Tarcísio Scaramussa
Bispo disse que o ensino
é completo da catequese
Dom Tarcísio Scaramussa (foto), bispo auxiliar de São Paulo e membro da comissão da CNBB que trata do ensino religioso, disse que a família de católicos têm de exigir essa modalidade de ensino nas escolas.

Ele afirmou que, como o ensino religioso é facultativo, há escola que às vezes não pergunta aos pais se desejam matricular seus filhos para ter essas aulas. “[E a escola] depois pode alegar que não há alunos matriculados e interessados na matéria.”

Para o bispo, o ensino religioso é importante porque “ajuda a pessoa a situar-se no mundo, em suas relações consigo mesma, com os outros, com o mundo, e com Deus”.

Além disso, segundo ele, essa modalidade de ensino “oferece referências para as escolhas da vida, para a identidade pessoal e a descoberta do sentido da vida”.

Ele disse que o ensino religioso deve ser um complemento da catequese. Aquele cuida da “assimilação sistemática e crítica da cultura” e esta se dedica ao “aprofundamento e amadurecimento da fé”.

O que Scaramussa afirmou sobre ensino religioso difere do entendimento de entidades seculares, para as quais a matéria tem de se dedicar a apresentar a história das religiões, e não fazer proselitismo de uma crença ou de outra, porque a Constituição determina que o Estado seja laico.

Com informação do site da Canção Nova.

Entidades querem que Supremo imponha limites ao ensino religioso.
março de 2012

Religião no Estado laico.