Pular para o conteúdo principal

Na Suíça, não religiosos aumentam para 34% e superam católicos

Pesquisa do governo confirmou a tendência de queda dos afiliados à Igreja Católica e às protestantes


O Serviço Federal de Estatística da Suíça informa que os dados consolidados de 2022 mostram que os não religiosos representaram naquele ano 34% da população, tornando-se o maior grupo ideológico/religioso do país. A base de comparação foi a pesquisa de 2010.

Em segundo lugar, ficaram os católicos romanos, com 32%.

O Serviço de Estatísticas entrevistou 200.000 pessoas a partir de 15 anos.

Os pesquisadores não se surpreenderam com os resultados porque se manteve a tendência de queda dos fiéis da Igreja Católica e dos protestantes.

Devido à secularização da sociedade suíça, há dezenas de templos vazios se deteriorando. Como a Igreja não pode arcar com os custos da preservação, algumas delas estão sendo usadas para outras finalidades.


Com informação do site Fowid e de outras fontes.

• Sul da Suíça aprova multa de até 9.200 euros a mulher de burca

• Ateus suíços querem vetar Bíblia às crianças por ser cruel

Comentários

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Cientistas brasileiros e mexicanos descobrem pequena espécie de morcego

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Um em cada 4 brasileiros não tem acesso à coleta de esgoto, mostra IBGE

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Quatro séculos tentando provar a existência de Deus. E fica cada vez mais difícil

Contar o número de deuses é difícil porque são muitos, dezenas de milhares, milhões

Igrejas católicas alemãs estão sendo derrubadas. É a demolição da própria religião

Padre autor do mosaico de Aparecida é acusado de invocar a Trindade para ter sexo a três

Ministro 'terrivelmente' evangélico decide que financiar monumento religioso é constitucional