Pular para o conteúdo principal

Juiz impede que hospital trate Testemunha de Jeová com transfusão

Paciente de 76 anos corre risco de morte, mas se recusa ao procedimento médico


O juiz Antônio Roberto Andolfatto de Souza, da 3ª Vara Cível, negou pedido de liminar à Funfarme (Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme) de Rio Preto, para tratar um paciente com transfusão de sangue.

Com 76 anos, o paciente é Testemunha de Jeová, religião fundamentalista que rejeita a transfusão de sangue.

O juiz não concedeu a liminar argumentando que o paciente, em sã consciência, se manifestou contra o procedimento médico.

Representante do idoso afirmou que, no caso de uma transfusão, haveria, para o paciente, "sérios danos morais e psicológicos", fazendo comparação com um estupro.

O hospital da Funfarme esclareceu que recorreu à Justiça porque o paciente corre risco de morte. Pelo menos até ontem (8) ele continuava internado.

Há casos semelhantes em que a decisão da Justiça foi favorável ao tratamento médico.

Para os fundamentalistas,
Bíblia proíbe a transfusão

> Com informações do Diário da Região e de outras fontes.

Menino morre por falta de transfusão, e pais ficam orgulhosos



• Testemunha de Jeová recusa sangue, morre e deixa 9 filhos

• Mais Testemunhas de Jeová


Comentários

Anônimo disse…
Como pode ainda ter juiz que coloca religião acima da vida humana, isso é um monstro.
Excelente notícia! Parece que, finalmente, há algum avanço civilizacional no Brasil. É bom saber que os direitos básicos dos cidadãos brasileiros também estão a ser respeitados. Dou os meus parabéns a esse juiz competente, imparcial e respeitador dos direitos humanos.

Aqui em Portugal, existe um documento legal (o Testamento Vital) através do qual qualquer pessoa pode recusar tratamentos médicos indesejados sem qualquer problema. A autodeterminação e as liberdades civis estão garantidas e protegidas pela lei.
Anônimo disse…
E se fosse seu pai?
Se fosse o meu pai, a minha mãe, o meu tio, etc., seria igual. Não importa se eu concordo com as opiniões religiosas deles. Não está em causa se eles são TJ, hindus, muçulmanos, ateus ou agnósticos. Exigo que as pessoas que eu amo sejam tratadas com dignidade.

Forçar alguém a receber um tratamento indesejado é considerado crime em qualquer país desenvolvido. Um médico que comete esse crime é processado por danos morais e psicológicos.

Em sociedades evoluídas, esta questão nem se discute. A vontade do paciente é soberana e ponto final.
Anônimo disse…
Mas se fosse seu pai a história seria diferente né
Anônimo disse…
Pena que ele não pode se arrepender depois de morto. Tenho pena desses TJs e Mórmons.
Deso disse…
Seria igual a herança.
Mas se sua religião proíbe procedimentos médicos, pra que você vai pra um hospital.
"... Se sua religião proíbe procedimentos médicos, pra que você vai pra um hospital."

Esse é um equívoco comum sobre as Testemunhas de Jeová; um preconceito que surge da ignorância, e que é perpetuado por opositores e ex-membros da religião.

As Testemunhas de Jeová aceitam procedimentos médicos. Por isso, em caso de doença ou acidente, recorrem aos hospitais. No entanto, mantém-se informadas sobre os procedimentos mais atualizados e exigem ser tratadas da forma mais eficiente e segura. E isso é algo que todas as pessoas deveriam fazer.

Veja o que dizem vários médicos sobre o assunto:

https://www.jw.org/pt/noticias/noticias/por-regiao/italia/entrevista-dr-antonio-pinna/

https://www.jw.org/pt/noticias/noticias/por-regiao/italia/entrevista-dr-luca-weltert/

https://www.jw.org/pt/noticias/noticias/por-regiao/italia/entrevista-dr-massimo-franchi/

https://www.jw.org/pt/noticias/noticias/por-regiao/italia/entrevista-dr-patrizio-mazza/

Se você acredita que a transfusão de sangue é um procedimento eficaz e seguro, muito bem! Continue a aceite as transfusões! Nenhuma Testemunha de Jeová se sente incomodada com isso. Mas elas também têm o direito de fazer as suas escolhas, tais como hemodiluição, eritropoetina, hidroxietilamido, recuperação intraoperatória de células, e outras opções terapêuticas comprovadamente eficazes.

Anônimo disse…
Testemunhas de Jeová se pautam pela religião e não tem culpa de serem enganados, por isso nesses casos a liberdade de consciência não vale nada, pois são manipulados e não se pode aceitar colocarem a vida em risco por causa de uma mitologia.
Anônimo disse…
Ao camarada ali de cima que fica questionando feito um papagaio "e se fosse seu pai?", respondo:

Em 2014 passei exatamente por essa situação. Apesar de toda a pressão da família e até dos médicos, fiquei feliz por terem respeitado a vontade do meu pai.

Ele faleceu, mas pelo menos faleceu com a consciência tranquila de que havia feito aquilo que Jeová mandou. Certamente ele será um dos ressuscitados.

O problema de vocês é achar que essa vida é tudo.
Anônimo disse…
Camarada, em breve veremos quem deve realmente se arrepender.
Anônimo disse…
Nossa, vc deixou assassinarem seu próprio pai. Vc não vale nada.
Paul Muadib disse…
E porque você acha que ele estará entre os somente 144 mil ressuscitados depois de milhões de seguidores dessa seita terem morrido ?
O juiz está correto , pois o paciente "em são consciêcia...". Pois ninguém é obrigado a aceitar tratamentos, vacinas etc DESDE que essa decisão não interfira na vida de terceiros. Nem seja paciente criança, adolescente ou mentalmente debilitado (embora crentes na maioria o sejam... Hehe...).
Uma pessoa é intensamente manipulada, doutrinada... Depois diz "em são consciência abdico de tratamentos em que considero 'inadequados'". Pela doutrinação severa, essa pessoa (pessoa?) ao receber a transfusão teria sérios problemas psicológicos, e isso é real por violar sua vontade, ainda que insana.
O PODER DA MANIPULAÇÃO para algo péssimo, do ADESTRAMENTO insano, da IMBECIBILIZAÇÃO. Essa é a verdade. Mas os TJs (e tantas outras crenças radicais) "se acham" os "corretos".
E ainda por cima um nonsense vem com links e "médicos que dizem..." e o bla-blá-blá de sempre para validar essa tosqueira TJ.
Anônimo disse…
Toda vez que um religioso, como esse senhorzinho da notícia, morre em decorrência de sua religião, fica provada a teoria da seleção natural.

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Terraplanista vai a Noruega, vê o sol da meia-noite e admite que a Terra é redonda

Bíblia tem mais de 2,5 milhões de mortes em nome de Deus

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber

Ministro 'terrivelmente' evangélico decide que financiar monumento religioso é constitucional

Contar o número de deuses é difícil porque são muitos, dezenas de milhares, milhões

Igrejas católicas alemãs estão sendo derrubadas. É a demolição da própria religião

Padre autor do mosaico de Aparecida é acusado de invocar a Trindade para ter sexo a três