Pular para o conteúdo principal

Ministro do STF, Luís Barroso afirma que existe no Brasil um ‘cristianismo do mal’

Ao defender o voto eletrônico, o ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior eleitoral, lamentou haver no país “um cristianismo do mal”.

Esses supostos cristãos, segundo ele, atuam como milícias virtuais, disseminando “o ódio, mentiras, teorias conspiratórias”.

“[As milícias] escrevem coisas horríveis. Tem uma espécie de cristianismo do mal no Brasil, uma inovação horrorosa, em que o sujeito fala: ‘Em nome de Deus, eu quero que você morra, em nome de Jesus, eu quero que sua família seja destruída’. 

Acrescentou: "Quer dizer, é tão absurdo isso, pessoas totalmente do mal que invocam a religiosidade das pessoas”.

> Com informação do Correio Braziliense e foto de Fernando Frazão / Agência Brasil

Comentários

  1. O cristianismo sempre foi sinónimo de morte e terror. E atualmente encontrou um terreno fertil na colonia brasilis e esta transformando a mesma numa republiqueta crentelhocrata do evangequistao sob a liderança de um genocida negacionista e demente

    ResponderExcluir
  2. Religiões institucionalizadas são ferramentas fabulosas nos jogos sujos pelo PODER.
    E sempre uns dirão "não são cristãos de verdade"... Resp.: Apenas são "escoceses", oras!
    Caso haja uma religião meio desconhecida, não institucionalizada, SE esta for útil aos poderosos, ganhará novo status, será promovida, institucionaliada etc. Isso o que ocorreu com o Cristianismo, que antes era apenas praticada "de boas" em várias vertentes, até Constantino e outros perceberem como seriam ÚTEIS... E nas brigas pelo PODER, ocorreram o Cisma Oriente-Ocidente, Reforma Protestante etc. Atualmente? IURD e outras. Também os crédulos sem preconceitos, mas que não abandonam a fé no Deus Cristão, criando as remasterizações inclusivas LGBTs e mulheres empoderadas...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

Juiz condena Datena a pagar indenização por ofender ateus

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber