Pular para o conteúdo principal

Suíça é mais um país europeu que proíbe uso do véu islâmico

Os suíços aprovaram em referendo no domingo (7) a proibição do véu islâmico, a exemplo do que já está firmado em países europeus como França, Dinamarca, Holanda e Áustria.

Elaborada pelo SVP (Partido Popular Suíço), de extrema direita, a proposta colocada em votação não menciona a vestimenta islâmica, referindo-se genericamente à "ocultação do rosto em lugares públicos", mas o seu o alvo sempre foi a vestimenta muçulmana.

Houve apoio de outros partidos e associações conservadores e coletivos feministas que consideram o véu islâmico "racista e sexista".

A aprovação da proibição ocorreu por margem apertada de votos, de 51,21%, com o comparecimento de pouco mais da metade dos eleitores.

Governo e o setor hoteleiro se opuseram à proposta com o argumento de que o veto prejudica o turismo. A Suíça é um dos destinos preferidos de turistas de alto poder aquisitivo de países árabes.

Os muçulmanos representam cerca de 5% da população de 8,6 milhões da Suíça, ou cerca de 390.000 pessoas, a maioria das quais com raízes na Turquia, Bósnia e Kosovo.

Cartaz da campanha "Sim à
proibição de esconder o rosto"
associa o Islã do extremismo

Com informação de sites da Suíça e ilustração postada na rede social.

Dinamarca multa pela primeira vez mulher por encobrir rosto com véu 


Indiana desiste de disputa de xadrez no Irã por causa do uso do véu islâmico



Comentários

  1. Quando um não-islâmico visita ou mora num país islâmico, tem que se adequar às regras locais. Portanto nada mais justo ter uma reciprocidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que você diz parece fazer sentido, até que se vêem os fatos.

      Nem toda regra ou expectativa é razoável. Países islâmicos não deveriam sequer existir para começo de conversa (eu tenho uma boa noção do conteúdo do Alcorão). E a comunidade suíça não tem motivos para prestigiar expectativas tão caprichosas, _principalmente_ quando tem origem em uma doutrina supremacista de valor duvidoso como a muçulmana.

      Realmente é muito simples, desde que se tenha acesso aos fatos.

      Excluir
  2. Bem ... se tem dinheiro envolvido ... tem que se pensar melhor ... afinal de contas ... Money is Money ... e se o turismo diminuir ... pode haver perda de empregos ...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

Cantora gospel incentiva uso de cloroquina: 'Eu tomei'. E morre de Covid-19

Grã-Bretanha retém 'Arca de Noé' por não ter condições de navegar

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade