Pular para o conteúdo principal

Bebê morre na Romênia após imersão em pia batismal em Igreja Ortodoxa

Um menino prematuro de seis semanas morreu na manhã do dia 1º fevereiro na Romênia após ser imerso por três vezes em uma pia batismal de um templo da Igreja Ortodoxa, na cidade de Suceava, ao norte do país.

O bebê chorou durante as imersões e, após, teve uma parada cardiorrespiratória. Reanimado em hospital, ele foi entubado, mas não resistiu.

O sacerdote da igreja São Constantino e Elena nega ter afogado o bebê, mas os médicos, de acordo com o pai, afirmaram que houve inalação de 110 mililitros de água.

O pai disse que o bebê sangrou pelo nariz após o batismo.

"Abaixamos a cabeça dele para tirar a água, mas ele não se recuperou. Seu coração batia, mas estava fraco", disse o pai, cujo nome não foi revelado.

Pelas regras da igreja, o menino poderia ter sido batizado com água aspergida na testa.

Na Romênia, há pelo menos outro caso de morte de bebê após batismo na Igreja Ortodoxa, ocorrido em 2010.
Ex-presidente da Irlanda diz que batismo de bebê é violar direitos humanos 


Comentários

  1. Muitos dos pais acham que os filhos são suas propriedades. "Devem" ser batizados ainda sem saber se o querem, querem que sigam uma religião, melhor se a deles etc. E eventualmente ocorrem tragédias físicas, até por erros grotescos como citado no artigo.
    E essas religiões tosqueiras, que são a esmagadora maioria, percebam que honestidade, dignidade, respeito, Democracia, Direitos Humanos, laicidade, discernimento etc bons são algo quase nada dito, muito menos exigido. Sempre são seus "valores", com centralismo em pessoas hétero-cis como "absoluto correto", homem superior (nem sempre dito explicitamente), apelo sentimentalista (amor, glória...), Ateísmo como algo "péssimo" e ateus crápulas etc que não geram uma base social adequada.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

No Brasil, mulher que não crê em Deus é submetida à opressão em dobro

Cobrado por aluguel de templo, Valdemiro diz não ter contrato social com a Igreja Mundial

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade