Pular para o conteúdo principal

Padre expulsa menino autista de cerimônia de batismo de sua irmã

Um padre da Igreja Christ the King em Hillsi, de Nova Jersey (EUA), expulsou aos berros um menino autista de 7 anos porque ele estava brincando em um altar durante o batismo de sua irmã, Sophia, no domingo (9).

Julia Vicidomini, a mãe, escreveu no Facebook: “Sim, ele [o menino] estava brincando com um brinquedo onde não deveria, mas a maneira como o padre o expulsou da igreja foi totalmente rude e desrespeitoso”.


A agressividade do padre — de nome Luke — fez com que os pais interrompessem a cerimônia.

Marc, o pai, disse ao padre, do lado de fora da igreja, que esperava que ele, por ser um sacerdote, fosse mais solidário com uma criança com necessidades especiais.

Em nota, a Arquidiocese de Newark pediu, mas o padre não.

O casal deixou de participar da missa da igreja, onde comparecia com frequência.

Família deixou
de frequentar
a igreja


Com informação das agências e foto de divulgação.


Padre nega 1ª comunhão a garoto autista; fiéis ficam indignados

Igreja Católica de Nova Jersey nega primeira comunhão a menino por ser autista

Padre da Índia aconselhará autistas aos quais ele chama de 'animais'

Adúlteros, gays e masturbadores têm filho s autistas, diz padre da Índia

Comentários

Emerson Santos disse…
Religiosos e suas hipocrisias .. o Gzius foi la no templo e deu um chute em todo mundo, quebrou um monte de coisas , deu o maior prejuízo pros pobres vendedores e suas mercadorias .. e ninguém até hoje ou nenhum padre criticou essas atitudes ... Agora um pobre menino com condições especiais brincando sem atrapalhar ninguém .. o sujeito vira macho ... e expulsa o garoto .. Eh como sempre se diz : "Religião não forma caráter .. Apenas obediência".

Posts + acessados hoje

Derrota de Crivella abala projeto de poder de Bolsonaro e o de Edir Macedo

'Penha me transformou em monstro', afirma ex-marido

Bolsonaro impõe sigilo em telegramas de interferência em crise da Universal em Angola