Pular para o conteúdo principal

Fachin volta a defender cassação de político por abuso de autoridade religiosa

O ministro Edson Fachin, do TSE e do STF, voltou a defender a cassação de parlamentares que se elegerem se valendo de influência religiosa.

O julgamento dessa questão terá prosseguimento no TSE na quinta-feira, 13.

Além do voto de Fachin, relator do caso, já é conhecido o do ministro Alexandre de Moraes, que, diferentemente do seu colega, é contra a cassação de mandato por suposto motivo religioso.


A bancada evangélica tem pressionado Fachin para que mude seu voto, mas ele se mantém firme na convicção.

Em uma live para a Câmara de Comércio Franca Brasil, o ministro afirmou hoje (10) que é possível, sim, entender como irregularidade eleitoral quando uma “autoridade religiosa realiza uma espécie de extorsão do consentimento, fazendo com que haja um direcionamento abusivo para uma determinada candidatura”.

Fachin argumentou ser necessário enquadrar determinadas atitudes no âmbito religioso para garantir o equilíbrio e a igualdade em um processo eleitoral.

A questão de fundo é a intromissão cada vez maior de religiosos na política partidária, com pauta que prioriza seus fiéis, em detrimento do Estado laico brasileiro, cujo sustentáculo é a Constituição, e não a Bíblia, embora às vezes, nos últimos tempos, isso não tem ficado claro.
Pregadores da teocracia





Governador de Goiás veta lei que obrigava leitura da Bíblia nas escolas

Religião na escola estimula a intolerância, diz antropóloga

Ensino confessional enfraquece Estado laico, afirma Karnal

Aluna candomblecista será indenizada por ter de rezar, decide TJ-SP

Comentários

Emerson Santos disse…
Politica é manipulação de ideias e pensamentos ... Nenhuma arma é tão poderosa para manipular a grossa maioria dos eleitores (grande parte com baixa escolaridade) que a religião ... Vá tentar convencer alguém a votar em fulano usando Calculo Diferencial e Química Inorgânica , ou mesmo .. pelo trabalho honesto. Infelizmente é essa a realidade do Funil ...

Posts + acessados hoje

Antes de dizer em live 'aceitem a paz do Senhor', pastor xinga sua mulher

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Ateus tentam impedir gasto de R$ 80 mi em centro evangélico disfarçado de museu