Pular para o conteúdo principal

Prefeitura de Porto Alegre interdita templo da Universal por romper isolamento social

A Guarda de Porto Alegre interditou na noite de quarta-feira um templo da Igreja Universal que estava desobedecendo ao decreto municipal do isolamento social.

Policiais municipais constaram que o templo celebrava um culto com 50 pessoas — aglomeração que estimula a transmissão do coronavírus não só entre os fiéis, em toda a sociedade local.

O prefeito da capital do Rio Grande do Sul é Nelson Marchezan Júnior (PSDB). 

Está se acelerando na cidade o contágio do vírus mortal.



BISPO EDIR MACEDO, LÍDER DA
IGREJA, É CONTRA A APLICAÇÃO
DO DISTANCIAMENTO SOCIAL
ÀS SEUS TEMPLOS

Com informação do site Gauchazh e de outras fontes.



Universal processa juiz que a condenou a devolver oferta

TJ-RS condena Iurd por ter coagido bipolar a pagar dízimo

Juíza Silvia Rocha deixa de prescrever ação milionária contra o bispo Edir Macedo

Justiça manda Universal devolver R$ 74,3 mil a fiel




Comentários

Psiquê disse…
Se só os fiéis morressem, não existiriam fiéis, assim ninguém falaria glória a Deus.