Pular para o conteúdo principal

Anúncio de ateus no NYT: ‘Precisamos de razão, não de oração, para combater o coronavírus’

A FFRF (Freedom From Religion Foundation), que é o maior grupo de ateus e humanistas dos Estados Unidos, publicou no dia 7 no New York Times anúncio de página inteira dizendo: ‘Precisamos de razão, não de oração, para combater o coronavírus’.

O anúncio também acrescenta: “A ciência funciona. Estamos todos juntos nisso — é por isso que precisamos de ações baseadas na ciência, evidência e compaixão, não de oração ou 'fatos alternativos'”.


Transcreve uma afirmação recente do governador do Estado de Nova Iorque, Andrew Cuomo: “Nosso comportamento impediu a propagação do vírus. Deus não impediu a propagação do vírus. E o que fazemos agora, como agimos, ditará como o vírus se espalha."

Os ateus lembram que defendem o “princípio constitucional da separação entre o governo e a religião” e que no momento a atuação do Estado e essencial.

Como no Brasil, as megaigrejas dos Estados Unidos resistiram muito ao isolamento social e agora procuram obter vantagem do governo para compensar queda na arrecadação de dízimo.


Com informação do NYT.





Preferir morrer a renegar Jesus Cristo é estupidez do fanatismo

Eu precisava de sangue, não de oração

Quem manda no Brasil são os crentes

Maçonaria não me quer por ser ateu, mas nem eu a aceitaria




Comentários

Anônimo disse…
Olha que interessante: Hospital Adventista da Igreja Adventista cobra até 100 mil para tratar o coronavirus https://www.google.com/amp/s/veja.abril.com.br/brasil/hospital-em-manaus-e-acusado-de-cobrar-preco-abusivo-para-tratar-covid-19/amp/
Anônimo disse…
Adventista é uma das piores seitas que existem, deveriam lacrar esse hospital de Manaus, absurdo uma seita ter hospital, nem fazer consulta de sábado os médicos podem.
Psiquê disse…
Usando a razão: O salário do empregado é por hora de trabalho, não por trabalho, por isso não é preciso trabalhar rápido.