Pular para o conteúdo principal

Médicos podem denunciar ao CFM falta de equipamento ou proteção contra Covid-19

Médicos que trabalham na linha de frente contra a Covid-19 poderão denunciar aos Conselhos Regionais de Medicina (CRM) quaisquer problemas, falhas na infraestrutura de trabalho e falta de EPI (Equipamentos de Proteção Individual) seja nos locais públicos e privados no atendimento de infectados pelo novo coronavírus.

Para tanto, o Conselho Federal de Medicina (CFM) colocou em operação uma plataforma online pela qual o profissional pode comunicar a situação que encontrou em seu local de trabalho . 

ASPECTO DA PLATAFORMA DE
DENÚNCIA DO CFM. AUTENTICADO,
O MÉDICO ESPECIFICA O QUE FALTA 

Autenticação e Denúncia 

Após acessar a plataforma, o médico preenche seu CPF e CRM e se autentica. Autenticado, é levado a um questionário simplificado que lhe permitirá indicar, de modo objetivo, as limitações que encontra e que dificultam sua atuação no atendimento de casos suspeitos e confirmados da Covid-19.

"A plataforma é um dos instrumentos para ajudar os médicos e os outros profissionais da saúde a contarem com o apoio que precisam nesse momento", explica Hideraldo Cabeça, secretário do Conselho Federal e um dos médicos que ajudou a formular esse espaço de interação.

"Estamos diante de uma das maiores ameaças já vivenciadas pelos sistemas de saúde do mundo, com risco real de sequelas e mortes na população. Nesse processo, as equipes médicas são essenciais".

As informações constantes dos formulários enviados são imediatamente direcionados pelo CFM aos Departamentos de Fiscalização dos Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) as unidades regionais (de Estados ou Distrito Federal) indicadas pelos denunciantes.

Com base nessas informações, os CRMs locais tentarão solucionar os problemas junto aos gestores locais e poderão também realizar fiscalizações.

EPI e Insumos 

Os EPI e insumos obrigatórios para o enfrentamento da  Covid-19 são: 
  • máscaras (de diferentes tipos) 
  • luvas (de diferentes tipos) 
  • avental
  • gorro
  • óculos 
  • protetor facial 
Insumos Essenciais 
  • sabão e sabonete líquidos
  • álcool em gel à 70%
  • papel toalha, 
  • lenços descartáveis, entre outros.

Tudo conforme determinam as autoridades sanitárias, como o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS). 


Comentários

Posts + acessados hoje

Pastor de Manaus é acusado de ejacular ‘esperma de Deus’ em obreiras

Desmascarador de curandeiros e paranormais, James Randi morre aos 92 anos

Líder religiosa pagava quem trabalhava em sua empresa com promessas de salvação divina