Reino Unido decide prorrogar quarenta por mais três semanas

O governo do Reino Unido decidiu prorrogar por mais três semanas as medidas de isolamento social impostas em todo seu território para conter a pandemia de coronavírus.

"Já chegamos tão longe, perdemos muitos entes queridos, já sacrificamos demais para aliviar [as medidas] agora, especialmente quando estamos começando a ver a evidência de que nossos esforços estão começando a valer a pena", disse o ministro do Exterior britânico, Dominic Raab, que substitui o primeiro-ministro Boris Johnson, enquanto este se recupera da Covid-19.


"Qualquer mudança em nossas medidas de distanciamento social agora traria o risco de um aumento significativo na propagação do vírus", justificou o ministro.

As medidas de isolamento social estão em vigor desde 23 de março e incluem o fechamento de escolas, bares, restaurantes e a maioria das lojas. 

Cidadãos devem permanecer em suas casas, a não ser para fazer compras essenciais e buscar tratamento médico. É permitido exercitar-se ao ar livre uma vez por dia, bem como se deslocar ao trabalho se não for possível trabalhar de casa.

ATÉ O DIA 17/3 O
COVID-19 MATOU
13.729 NO PAÍS


Com agência internacionais.




Vídeo: Quarentena, brigas políticas, remédios polêmicos. É a Gripe espanhola de 1918!

20 fatos que você precisa saber sobre entubação

Vídeo: prefeito que disse que cura da Covid-19 virá da igreja é internado

'Internet Segura' adverte para onda de golpes na quarentena

Cidade de Nova York improvisa necrotério fora de hospital

Psicóloga diz como é possível manter o equilíbrio emocional em tempo de pandemia

13 teorias da conspiração sobre o coronavírus. Ou: a bolsa ou a vida?

Microbiologista critica a negação à ciência e alerta que o Covid-19 mudou o mundo




Comentários