Pular para o conteúdo principal

UnB faz parceria para uso de seus laboratórios em testes de coronavírus

Agência Brasil   A Universidade de Brasília (UnB) firmou ontem (20) uma parceria com o governo do Distrito Federal e vai disponibilizar seus laboratórios para a realização de testes do novo coronavírus. Com isso, a estimativa é realizar entre 500 e 700 novos exames por dia. Os testes feitos pela UnB devem demorar até dois dias para serem concluídos.

O início dos testes na universidade depende apenas da compra do material reagente, responsável pela detecção do vírus.


“Estamos todos prontos para começar. Assim que os insumos forem comprados para fazer a reação que detecta o vírus, começaremos imediatamente, como parte da função social que a universidade desempenha”, disse o professor de imunologia da UnB, Jaime Santana, em declaração divulgada pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal.

De acordo com o governo, a rede pública de saúde realiza, atualmente, cerca de 100 exames para diagnóstico do coronavírus por dia, incluindo o painel viral e o kit. Em relação ao kit, o resultado pode levar até quatro dias para ficar pronto. Os materiais para realização dos testes são enviados pelo Ministério da Saúde de forma “constante e gradativa”.

Os laboratórios da UnB estão parados em função da suspensão das aulas. Com o acordo, as dez máquinas disponíveis para teste poderão ser usadas. A parceria foi firmada em reunião entre o secretário de Saúde do DF, Francisco Araújo, gestores da pasta e a UnB.



Anvisa aprova oito testes rápidos para diagnóstico do Covid-19

'Patroa' contaminada não avisa empregada doméstica, que morre de coronavírus

Igrejas pedem que fiéis rezem contra a pandemia. Alguém avisou o coronavírus?

Morre de coronavírus o presidente do conselho do Santander em Portugal

Supremo derruba liminar que sugeriu soltar presos por causa do Covid-19

Justiça de SP dispensa trabalho presencial de professores de escolas particulares




Comentários

Posts + acessados hoje

Pastor de Manaus é acusado de ejacular ‘esperma de Deus’ em obreiras

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Líder religiosa pagava quem trabalhava em sua empresa com promessas de salvação divina