Pular para o conteúdo principal

Irresponsabilidade do Malafaia ajuda a contaminar a população com coronavírus

Paulo Lopes / Opinião   O pastor Silas Malafaia é um responsável. Ele representa um perigo à saúde pública.

Ao desafiar a orientação das autoridades governamentais para que as igrejas suspendam os cultos, o líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo está colocando em risco não só seus fiéis como toda a população.

Cada pessoa contaminada, um seguidor do Malafaia, no caso, pode contaminar de três a quatro pessoas e essas outras na mesma proporção.


Se Deus está em todos os lugares, por que o Malafaia quer o seu rebanho nos templos?

A resposta só por ser esta: o líder evangélico quer tentar impedir uma queda abrupta em sua arrecadação.  Ele quer continuar enfiando as mãos no bolso de seus seguidores neste momento difícil para todos. É um crápula.

Se a maioria da população e empresas vai ter problema financeiro por causa da pandemia — empregados autônomos, ambulantes, agências de turismo, hotéis, etc. — por que a Assembleia de Deus Vitória em Cristo quer ser uma exceção? Em nome de Deus?

Em um vídeo, o pastor afirmou que só deixará de celebrar cultos se as prefeituras e os estados interrompam o funcionamento dos transportes coletivos.

O Ministério Público deve ficar atento. Se Malafaia e outros pastores insistirem em promover aglomerações, eles devem ser presos preventivamente sob a acusação de serem aliados do letal inimigo de todos, o coronavírus.


Com informação de vídeo do pastor Silas Malafaia.



Universal facilita transmissão do coronavírus ao decidir não suspender os cultos

Coronavírus faz igreja dos EUA de cura pela fé a cancelar visitas a hospitais

Justiça manda Santuário de Aparecida cancelar eventos por causa do Covid-19

Francisco manda abrir paróquias de Roma, mas ele só celebra missa pela internet

Coronavírus faz Centro Adventista cancelar palestra com criacionista

Pastor americano diz que Deus enviou o coronavírus para 'eliminar' pecadores





Comentários

Posts + acessados hoje

Antes de dizer em live 'aceitem a paz do Senhor', pastor xinga sua mulher

Vídeo mostra que filho de Testemunhas de Jeová já discrimina colega da escola

Justiça de Angola determina o fechamento de todos os templos da Igreja Universal