Pular para o conteúdo principal

66 atividades para fazer em casa durante a quarentena. E o que não fazer!

Maria Fernanda Guimarães            À medida que o coronavírus se espalha cada vez mais pelo mundo, a maior preocupação das autoridades de saúde é evitar o aumento acelerado do número de casos. "Achatar a curva"   é uma  medida essencial  para evitar a sobrecarga dos serviços de saúde e limitar o número de mortes. Temos de ficar em casa em isolamento social ... Mas fazendo o quê?

atualizado em 30.04.2020

Preparamos três listas. Uma  de coisas que você tem de fazer. A segunda do que você pode ou deve fazer. E uma listinha de coisas que você deve evitar.  Confira!

MANTER A MENTE ATIVA
É A MELHOR ESTRATÉGIA
NA QUARENTENA

Mantenha a calma e o
espírito de coletividade.
O foco é sobreviver 


Antes de desfiar as listas, afirmamos: fique calmo e não se apavore... Se você mantiver a calma e ficar em casa, tem muito mais chance de não se contaminar!

É claro que está todo mundo nervoso com o que "vai acontecer depois". Claro que vai parar a economia, claro que o PIB vai ser negativo, claro que todos vamos perder muito dinheiro (especialmente aquele que já não tínhamos)  e, claro,  que sempre haverá os espertinhos que sabem ganhar nas crises.

Mantenha o espírito coletivo. Isso não significa só ser bonzinho e solidário. Significa entender racionalmente que toda a população   — 7,6 bilhões de pessoas — estão na 'mesma casa', ou seja no nosso planeta Terra!

E  você não é a única pessoa do mundo que está perdendo dinheiro! 

Entretanto,   se ficarmos em quarentena, não vamos perder o que mais nos importa: a vida. Vamos focar em sobreviver! 

E justo porque a economia está parando, temos que ser ainda mais criativos e  elaborar atividades que não nos custem nem trabalho nem dinheiro.  Não podemos sair para comprar insumos  – seja material de bricolage, seja alimento – e ainda temos de fazer economia. Na  lista que elaboramos, tudo é de graça. 

Então, #FicaEmCasa !    


18 dicas para a Rotina Saudável  

O peso de ficar dentro de casa com as mesmas pessoas durante dias e de assistir notícias,  computando o número de doentes e mortos, pode ter um preço muito alto. Esse preço é o estresse.  Para "enganar" nosso cérebro, temos de fazer uma rotina parecida com a que tínhamos antes.  E temos de ocupar nosso cérebro com outras atividades. 

Então, é importante seguir uma lista de tarefas a serem cumpridas todos os dias. As atividades domésticas devem de preferência e serem divididas entre os membros de uma mesma família, conforme idade e conhecimento.  Mesmo crianças pequenas podem ajudar. 

A casa 
  1. Prepare todos os dias ao menos uma refeição completa saudável, afim de aumentar o seu sistema imunológico. Não precisa ser cara nem complicada, pois nem é possível sair atrás de ingredientes. Tem de ser saudável. Mesmo que haja só arroz com feijão, esse é o segredo do Brasil.
  2. Comam todos juntos, se não houver ninguém doente. Mantenham distância à mesa. Conversem sobre o passado e bons assuntos. Evitem briga e discussão à mesa.  
  3. Lave a louça das refeições.
  4. Arrume sua cama: cada qual arruma a sua
  5. Varra a casa.
  6. Limpe as bancadas, as pias e o chão com um pano (ou esfregão) numa solução com 9 partes de água e 1 parte de água sanitária – conforme ensina o Ministério da Saúde. Não lave os panos usados ou o esfregão nessa solução. Lave-os em água corrente no tanque. Mantenha essa solução desinfetante sempre limpa.  Para poupar esse trabalho, pessoas idosas devem usar panos descartáveis (tipo perfex), se puderem. Pode colocar um pouco da solução no borrifador para usar mais vezes e especialmente para espirrar nas solas dos sapatos! 
  7. Lave, estenda, dobre e guarde as roupas
  8. Limpe os banheiros. Bidê, bacia e pia devem ser limpos com água sanitária pura.
  9. Retire o lixo e recicle-o, se na sua cidade ele for  reciclável.  
  10. Pelo menos uma vez por semana arrume a área de serviço e varra o quintal. 
TODOS DEVEM PARTICIPAR DOS
TRABALHOS DE LIMPEZA
E MANUTENÇÃO DA CASA  

Moradias coletivas

Há quem  esteja morando em pensão, república ou dividindo apartamento,  ou  vivendo em algum tipo de  moradia coletiva.   Se viver recluso com os parentes é difícil, imagina a convivência forçada com pessoas estranhas!  Se você está vivendo numa residência  assim, é bom fazer uma reunião com todos  os moradores  a fim de dividir  tarefas e  responsabilidades, definir as regras e  melhorar o humor geral.


A Família 
  1. Acorde cada qual  no mesmo horário que está acostumado. 
  2. Alimentem-se bem e saudavelmente. 
  3. Limite as bebidas alcoólicas.
  4. Reduza açúcar, seja nas bebidas seja nos doces. 
  5. Promova algum tipo de atividade física com crianças ou só adultos, dependendo de cada idade. Faça ginástica ou ioga. Ou dance. Considere ver e repetir exercícios pelo Youtube ou Vimeo, como os que sugerimos.

    a)  A fisioterapeuta Márcia Cirne criou uma série de exercícios para ser feito por toda a família todos os dias, inclusive para pessoas idosas. Não se trata de  treino pesado (se você faz, sabe como encontrar o seu), mas movimentos contra  o sedentarismo. São exercícios de alongamento, flexibilidade e respiratórios,   para se exercitar e se animar.

    b) A professora de dança  Kiki Amato, do Studio Sauer Dança  do Rio de Janeiro,   oferece exercícios de aquecimento, alongamento e  dança  para fazer em casa.

    c)  Claudia Faria, criou o Yoga Adventure, no Instagram,  um novo jeito de fazer ioga. Em tempos de coronavírus ela e sua equipe estão oferecendo aulas gratuitas e online. 

    d)  Pri Leite criou um vídeo no Youtube:  Posturas Básicas de Yoga  movimentos leves, para ter alguma atividade física nos dias de reclusão.

     
  6. Não fume. O cigarro pode agravar os sintomas do Covid-19 e aumentar o risco de ficar gravemente doente.
  7. Procure manter o humor e uma atmosfera leve dentro de casa. Não  crie climas desagradáveis com discussões políticas ou  pessoais. 
  8. Use Skype, FaceTime, Zoom, ou Marco Polo para conversar por vídeo com seus amigos de longa distância. Crie um grupo com amigos mais próximos ou grupos com parentes. 
  9. Fale com alguém diferente dos que estão em casa todos os dias. Isso ajuda muito. 
  10. Proteja os mais velhos de 60 anos ainda mais os maiores de 80. Esses últimos  não podem sair de jeito nenhum.

Agora, 66 ideias para
ocupar sua cabeça! 

Feitas essas tarefas, todo mundo tem o resto do dia livre. Então, vai aqui, uma lista de 66 atividades para fazer  a sós ou em família. São atividades para serem feitas alternativa  ou alternadamente.

ATUALIZE E MARATONE 
FILMES E SÉRIES 
DOS SEUS STREAMINGS

  1. Primeiro, o óbvio: assistir  as séries longas da Netflix e do Amazon Prime e dos streamings, já que   você não as viu porque eram muuuuuuito compridas. 
  2. Cansou do streaming? Complete um quebra-cabeça: quanto mais peças, melhor!
  3. Mais de uma pessoa em casa?  Disputem nas  palavras cruzadas! (Na impressora faça uma cópia do mesmo jogo, para dois). Baixe um jogo de palavras no seu smartphone.  
  4. Inicie um diário ou blog. Crie um site. Se tiver habilidade, grave um vídeo. Torne-se um  youtuber. Pessoal ou coletivo.
    Pode ser um caderno escrito a mão, pode ser no computador, pode ser na Internet.

    Saiba que exprimir  seus pensamentos e sentimentos em palavras pode mudar a maneira como seu cérebro lida com informações estressantes e abre espaço para outros pensamentos mais resilientes, capazes de enfrentar o confinamenteo.
    O assunto? A covid, o coronavírus, os seus tempos de quarentena e isolamento social.
    Além disso, mantendo um registro, no futuro essas informações serão importantes para você e seus filhos. Como vocês foram inteligentes em lidar  com essa que é a maior  perturbação em muitas  gerações.
    Ahhh você não quer falar de Covid-19?  15  assuntos para você colocar num blog ou site, no Youtube, num caderno, no  editor de textos, no power-point... 
    1) Melhores jogadas de xadrez ... ou de tênis de mesa ou...
    2) Sorvetes inesquecíveis ou os melhores queijos do Brasil (ou da França)...
    3) Cerveja, vinho, gin, vodka, cachaça.
    4) As grandes viradas da moda desde a II Guerra.
    5) As melhores receitas da sua mãe, de seu pai, avó, tia, de todas eles. As suas. Com seus truques e dicas.
    6) Os segredos dos grandes churrascos
    7) Saúde e fitness para pessoas ocupadas
    8) Guia masculino para comunicação com mulheres. Ou vice-versa.
    9) Militância: política, contra preconceitos, feminismo, pela melhoria da educação, ecologia, vegetarianismo, carnivorismo, ser nerd, ser geek...
    10) Os melhores lugares do Brasil ou da América ou o redor do mundo (turismo)
    11) Ensine algo que você sabe: ukulelê, violino, fazer pão, assar bolo
    12) Um site com a biografia e as realizações de alguém que você admire: seu pai, sua avó, um escritor, um ativista, um cientista, um esportista, um filósofo,um jornalista, um ou uma brasileiro(a) que devia ter mais reconhecimento, um artista vivo ou morto, um pessoa do seu bairro que merece ser sua vida contada...
    13) Habilidades para a vida ou treinamento de vida. (Algo que você gostaria de ensinar)
    14) Táticas de videogame mostradas através de tutoriais em vídeo
    15) Técnicas: fotografia, desenho, conserto de carro/ geladeira, gestão de orçamento doméstico, jardinagem, limpeza, pintura, consertos,  lidar com software, autodefesa...

    Atenção, são gratuitos:   BloggerGoogle sites, Wix WebnodeYoutube  e outros...
  5. Comece  (ou avance)  a árvore da família. Vá montado a árvore genealógica  no site dos mórmons  (que é integralmente de graça!). Ele se chama Family Search, e os antepassados podem "aparecer" em velhos documentos que os mórmons têm lá arquivados. Procure dicas em sites de Genealogia.  Você também vai até  "entroncar" sua árvore genealógica  com alguém que está pesquisando os mesmos ancestrais.

    Nota: LDS (Last Day Saints)  ou  SUDS (Santos dos Últimos Dias) é o nome oficial da igreja mórmon. Marque NÃO no campo específico quando for fazer sua inscrição no site.    (Ou sim, se você for da igreja mórmon. Mas se fosse, não estava lendo esse site do Paulopes  rsrsrsrs)

    MONTE SUA ÁRVORE 
    GENEALÓGICA EM SITES 
    COM PESQUISA GRATUITA 
  6. Agora você tem tempo para ligar para os parentes idosos e pedir informações tanto deles, quanto dos bem antigos, para a árvore da família.
  7. Passe a limpo o caderno de receitas da sua avó para a Internet, num blog ou site, com aquele sabor de antanho. Use o Blogger ou Google Sites. Compartilhe o arquivo com os parentes! 
  8. Limpe seu instrumento musical da adolescência. Pratique-o.
  9. Se você toca de verdade um instrumento, toque para os vizinhos, no terraço.  Isso é muito legal para quem vive em prédio. Já para quem está em casas, não dá muito jeito. 
  10. Arrume aqueles documentos enfurnados  nas gavetas desde o ano passado. 
  11. Escreva poesia. Talvez você possa criar um haikai: 17 sílabas: 5 na primeira linha, 7 na segunda, 5 na terceira. (procure dicas na internet). 
  12. Assista o documentário Humanidade, a História de todos nós, do History Channel. Está Youtube. Dá uma boa noção da História do Mundo. Melhore sua argumentação!
  13. Escreva poesia (de novo!).   Tente um soneto clássico. Duas quadras e dois tercetos em decassílabos. O soneto nos treina para usar melhor as palavras. Ninguém está apostando que você vai virar o Camões. Só treinar seu domínio do  idioma.
  14. Faça o download do  Duolingo (que é de graça)  e comece a aprender uma nova língua.
  15. Fale  mais ao telefone e whattsapp. Ligue para os amigos e parentes idosos que moram sozinhos. Ligue para um amigo de infância ou de juventude. É bom atualizar o assunto. Incentive os maiores de 80 a telefonar.

    Uma nota de humanidade: Você não imagina como pode ser desesperador cuidar sozinho durante dias a fio de uma pessoa com Alzheimer, sem trocar ideias com ninguém.

    Por favor, se você tem um familiar que é par de uma pessoa com Alzheimer ou que seja cuidador, saiba:

    As pessoas idosas podem ficar mais ansiosas, zangadas, estressadas, agitadas e retraídas. Mas as que tem demência senil  podem vir a ter esses aspectos   agravados  durante a pandemia, Tanto o portador da demência senil como o companheiro de vida (marido, mulher, irmã/irmão)  sente-se muito mais desgastado com o fluxo de notícias. O convívio intenso e massivo com o demente senil exaspera o companheiro de vida. É para o companheiro que devemos telefonar, ouvir-lhe um pouco as reclamações e oferecer-lhe  sugestões de hobbies: ouvir música, dançar, mexer nas fotos, escrever de tudo, de receitas a contos. Algo mais que apenas "veja um filme, assista a novela".
    PESSOAS RESPONSÁVEIS PELOS
    DEMENTES SENIS VÃO PRECISAR
    DE COMPREENSÃO E APOIO
  16. Melhore seu português! Aqui um link com aplicativos para melhorar como escrevemos e falamos a língua pátria. O mais divertido desses arquivos é o app/game  Quiz de Português das Faculdades Estácio, em três níveis.  Outro quiz, mas sem aplicativo, direto, online,  é  esse teste da Geniol
  17. Ligue aos amigos e parentes no dia do aniversário.  Mas ligue mesmo. Agora você tem tempo. Não  mande mensagem. Fale: são só 45 segundos para desejara: "Parabéns pelo dia de hoje. Muita felicidade!". Se a pessoa quiser falar de coronavírus e você não quiser, despiste o tema: "Hoje é seu dia, não vamos falar disso. Meus parabéns". Isso pode mudar o ânimo de alguém! Faça a diferença.

    Se você fizer aniversário em tempos de quarentena, grave um áudio ou escreva sobre isso. É
    um aniversário único que não se repetirá por muitas gerações.
  18. Quem mora com o cônjuge e filhos pode acabar discutindo mais, pela tensão da extrema convivência.  Busque "outras vozes".  Ligue para uma prima, um tio, o cunhado, a avó ou amigos de velhos tempos.
  19. Leia   "Os Miseráveis", de Victor Hugo, "Romeu e Julieta", de Shakespeare ou  qualquer clássico da literatura universal ou brasileira.  Leia um livro de aventuras antigas: Os Três Mosqueteiros, do Dumas.   Aposte all-in e leia  "Memórias Póstumas de Brás Cubas"   do Machado de Assis. Você já leu a "A Escrava Isaura", ou só assistiu as versões na TV? Você entendeu: não é pelo tamanho do livro, é pela intensidade. 

    a) Neste site Domínio Público,  oficial, uma biblioteca virtual de milhares  obras que  caíram no domínio público  de todo o mundo.  Inclusive os clássicos brasileiros.

    b) No site Le Livros milhares de livros para ler gratuitamente em Português.
  20.  Tente aprender e conhecer um estilo musical do qual você nunca se aproximou. A ideia não é você se tornar compositor, mas ampliar seu conhecimento musical. Lembre-se: tem de ser  algo que você não conhecia. Exemplos:  rock progressivo, folk rock, ópera,  cantata cênica, soul music, fugas de Bach, cadenza  do Barroco, solo de castrati ou  heavy metal. Compreende o espírito? É se aproximar de algo que achávamos difícil, insuportável ou chato e compreender o gênio humano por trás daquela criação. Essa é a dica do editor deste site, o Paulo Lopes. 
  21. Aprenda caligrafia. O YouTube pode ajudar com dicas grátis.
  22. Pratique um  jogo  de tabuleiro  com a família. Incentive a família a brincar. Deve ter algum no armário.
  23.  Assista pela Netflix o filme Ordem na Casa de Marie Kondo.
  24. Experimente todas as suas roupas e determine se elas “provocam alegria” (rsrsrsrs) na Marie Kondo.
  25. Já aproveite para lavar, estender e dobrar as roupas que serão doadas. Após a pandemia, muita gente que ficou arruinada vai precisar de muita ajuda!
  26. Arrume um guarda-roupa.  Mas atenção. Estamos em quarentena, preservando forças.  Dica dos médicos infectologistas:  não é para arrumar tudo no mesmo dia. Não é para se esfalfar. Preserve suas forças.  É só uma parte de armário  por dia! Haverá muitos dias...
  27. Reorganize sua gaveta de meias. De verdade!  Separe  aquelas meias furadas e de um pé só.
  28. Pegue os pés únicos e as meias furadas e faça uma bola de meia para brincar  com as crianças ou  com os pets. 
  29. Jogue fora toda a maquiagem, esmaltes, cremes, restinhos de cosméticos.  Dica: todos os produtos têm a data de  vencimento.
  30. Arrume o armário  de tupperwares da cozinha. Organize e combine as tampas com os recipientes.
  31. Arrume as gavetas de talheres. 
  32. Agora, arrume seu computador e seu e-mail:  Melhor ainda limpe tudo do lixo eletrônico, atualizações, promoções etc 
  33. Dê um bom banho no cachorro.
  34.  Assista aos filmes que ganharam o Oscar de melhor filme .
  35. Vá no canal Viva da Globo (está aberto para todos !) e assista um antigo programa da sua infância ou juventude
  36. Tom Hanks se recuperou do coronavírus assistindo todos os filmes de Tom Hanks cronologicamente. Faça o mesmo! 
  37. Veja os filmes deliciosos de Indiana Jones, Star Wars, Star Trek, Harry Potter. Reveja a série  Downton Abbey, 
  38. Tricote ou aprenda a fazer tricô.  Crochete ou aprenda a fazer crochê.   Tem tanta aula de tricô e crochê no Youtube que fica difícil selecionar um link. Tem também dica de bordados, de tapeçaria. 
  39. Sabe aquele livro para colorir que você ganhou em 2015, quando estavam na moda?  Use-o!
  40. A propósito, veja o que estava guardado "para usar depois":  livros de colorir,  coleções  de  CD e DVD. Use tudo.
  41. Arrume aquelas fotos que estão se acumulando há 10 anos. Organize um álbum de fotos ou um scrapbook bem caprichado.  
  42. Conserte suas bijuterias. Ou ofereça-se para consertar as bijuterias da mulherada da casa.
  43. Faça uma pesquisa na internet acerca de um assunto que sempre lhe despertou curiosidade, mas você nunca teve tempo de estudar.
  44. Leia História do Ateísmo do Georges Minois.  (No link não é de graça).   São mais de setecentas páginas que abarcam   o pensamento ateu e ocupam-se também de panteístas, agnósticos e deístas. Opção: Breve História do Ateísmo Ocidental, do James Thrower.  (neste  nosso link o livro está disponível grátis). Essa é a dica do editor deste site, o Paulo Lopes. 
  45. Tente escrever  uma história curta (crônica ou conto)  ou comece um  romance.  Tem dificuldade?  Coloque um pedaço de novela e tire o som.Crie seu próprio diálogo. Escreva tudo. Re-escreva. Revise.
  46. Você gosta de desenhar? Tente uma aula grátis de desenho no Youtube.
  47. Olhe-se no espelho. Tente um auto-retrato com lápis e papel.
  48. Aprenda a fazer tranças ou nós de marinheiro, com tutoriais do Youtube. Você não vai para a Marinha, sabemos. É só para re-aprender habilidades perdidas
  49. Entreviste seus pais e avós (por telefone, é claro!) Salve o áudio. Coloque no seu drive (nuvem do One Drive ou Google Drive) ou coloque  na aba Recordações do site de genealogia dos mórmons (Family Search). O depoimento pode render material para  um livro, um conto, uma história. Ou apenas criar uma memória linda para os descendentes.


    ENTREVISTE OS MAIS VELHOS
    GRAVE AS ENTREVISTAS
    E GUARDE MEMÓRIAS
  50. Ou até aproveitar o depoimento para criar um história, um  livro com esse arquivo... É só trabalhar a edição.
  51. Examine as fotos que estão no seu celular. Certifique-se de que estejam agora no drive.
  52. Escolha a suas fotos favoritas do ano passado e faça um livro de fotos ou peça versões emolduradas online.
  53. Dê uma olhada no armário de despensa e no freezer e veja o que tem lá de diferente que você comprou e não usou. Missô? Tahine? Alcachofras, azeitona? Sai um prato diferente agora?
  54. Faça pão em casa. Aprenda a fazer pão de queijo. Faça (ou aprenda) panqueca, tapioca, crepioca. Você sairá menos de casa. 
  55. Faça uma lista de pessoas que realmente você ama. Escreva a cada um dia um e-mail ou WhatsApp para elas. 
  56. Se puder, em vez de ir ao super-extra-hipermercado, vá ao mercadinho da esquina,  para ajudar a mantê-lo  em atividade enquanto estamos em quarentena.  Seu dinheirinho vai fazer diferença para esses comerciantes locais. 
  57.  Escreva um livro com sua família. Cada um da casa escolhe um ou mais personagens, e desenvolve o capítulo sobre suas aventuras ou o diálogo.  Isso pode ser feito mesmo online com cada filho e um endereço diferente. Use o Google Docs.
  58. Pinte o cabelo em casa. Compre a tinta na farmácia da esquina ou peça que entreguem.  E se quiser arriscar, pinte de uma nova cor. Se não gostar ninguém vai ver e você pode voltar à cor anterior em 15 a 20 dias.
  59. Você conhece o TikTok? Sem sim, ótimo. Crie um tiktok acerca da quarentena.    Se nunca viu este  app, conheça-o. O TikTok é o principal destino para vídeos breves feitos em celulares. 
  60. Reorganize seus móveis para parecer que sua casa tem ambientes totalmente diferentes.

    TROCAR OS MOVEIS DE
    LUGAR CRIA ESPAÇOS E
    UM CLIMA DIFERENTE
     
  61. Limpe os filtros de água da casa.
  62. Pare de bufar que não suporta o confinamento e faça um curso à distância. São mais de 500 cursos à distância totalmente gratuitos em todo o Brasil. Fora os estrangeiros.  Até Harvard oferece cursos. Procure na internet. Tudo de graça.
  63. Visite virtualmente os melhores museus do mundo. Essa experiência é mais proveitosa de um laptopo ou pc do que no smartphone.  No Smartphone, tem que vaixar o app Google Arts & Culture  (Essa seleção é minha! São museus que mais gosto. Não é uma lista hierarquizada )

  64. Louvre
    Museu Britânico
    Galeria Degli Uffizi 
    Pinacoteca di Brera 
    National Gallery of Art
    Museu do Vaticano    
    The Metropolitan Museum
    MoMa (Modern Museum of Art - NY)
    Masp
    Museu Del Prado
    The National Museum (Nova Delhi)
    Rijks Museum (Amsterdam)
    Smithsonian Institute 


  65.  Aprenda um novo passo de dança no Youtube. É para se mexer, gente!
  66. Pare de enrolar. Vamos fazer nosso  Imposto de Renda.
  67. Durma uma ou duas horas a mais por dia. Aos idosos, diga-lhe (por telefone)  que  não acordem cedo. Às crianças, deixe que durmam um pouco mais. Nada de radicalismos. Todos nós vamos precisar dessa reserva para melhorar nossa imunidade. Isso será proveitoso a todos 
O que evitar
  • De acordo com os médicos infectologistas, conversas intensas sobre negócios, as perdas, os prejuízos provocados pela pandemia.  E não existe ainda uma resposta!   Como vai ficar minha conta bancária, depois do coronavírus?  Quais foram minhas realizações no último ano? Que objetivos estou  estabelecendo para mim no próximo ano?  Vou me manter? Vou quebrar? Isso pira!  Nenhuma dessas questões agora importa. Vamos focar em sobreviver. 
  • Gente, o mundo vai mudar depois dessa pandemia!  Muitos planos  que você mirabola  hoje podem ser frustrados. Regras vão ser restabelecidas. Vá com calma. Isso não significa que você não possa ter ideias. Pode e deve. Mas não pode se angustiar. Vamos focar em sobreviver.  
  • Evite conversinhas bobas de WhatsApp sobre a Covid-19. Geralmente são informações sem nenhuma apuração de veracidade. Também evite aqueles filminhos de gente entediada em casa fazendo coisas bobocas.  Use sua inteligência para não se entediar. Vamos focar em sobreviver. 
  • Programas sensacionalistas, com crimes demais e notícias de enterros e cremações das vítimas do coronavírus.  Mas informe-se sim sobre as medidas governamentais. Ela é que são reais para nós.  Só se informe em boas fontes e em veículos responsáveis: jornais, revistas, sites e portais responsáveis. Vamos focar em sobreviver. 

O que não fazer
  • Sair de casa! Não saia para nada. Quanto menos sair, melhor. Vamos focar em sobreviver. 
  • Compartilhar   mensagens de "descoberta de remédios", de "vacinas", de "falas" (geralmente assustadoras) de pessoas que para terem seus 15 minutos de fama aterrorizam ou contam mentiras. Pare de compartilhar videozinhos, áudios e mensagens que a gente não sabe quem produziu, para quê e com que intenção! Isso pode ser um grande perigo num momento como esse! Pode ser a diferença entre vida ou morte. Vamos focar em sobreviver. 
  • Muitos desses áudios  dizem ser o ministro da Saúde,   o dr. Dráuzio Varela, o infectologista dr.  David Uip, ou um(a) pesquisador(a) desta ou daquela universidade. Será?
    Ora, esses cientistas, quando têm algo a dizer, convocam entrevista coletiva com jornalistas profissionais ou gravam um Youtube no qual aparecem suas caras e sus conselhos.
    Boa parte desses arquivos possuem malwares e cookies maliciosos. Interessa?
  • Quando houver uma notícia sobre remédio ou vacina, a Organização Mundial de Saúde vai anunciar. Não será nenhum chefe-de-estado querendo melhorar seu cacife político. E você vai saber.  
Na busca do equilíbrio, conforme explicou a psicóloga Lívia Lopes, é preciso, dentro do seu ritmo, cuidar do seu emocional e buscar o que for bom para você. E você sabe o que é.







Vídeo: Quarentena, brigas políticas, remédios polêmicos. É a Gripe espanhola de 1918!

20 fatos que você precisa saber sobre entubação

Vídeo: prefeito que disse que cura da Covid-19 virá da igreja é internado

'Internet Segura' adverte para onda de golpes na quarentena

Cidade de Nova York improvisa necrotério fora de hospital

Psicóloga diz como é possível manter o equilíbrio emocional em tempo de pandemia

Microbiologista critica a negação à ciência e alerta que o Covid-19 mudou o mundo 


Comentários

Amandynha disse…
Olá Paulo Lopes! Tudo bem? Excelente artigo com ideias extremamente interessante. E ainda pode ficar melhor com esta oportunidade imperdível.
Que tal aproveitar a quarentena e aprender um novo hobby que pode torna-se uma profissão?
Venha aproveitar agora mesmo o Curso Completo de Crochê com mais de 40 Aulas,mais de 600 Gráficos e Receitas totalmente em Português
Acesse esse link e aproveite: https://bit.ly/CursoCompletodeCrochêGráficoseReceitas

Posts + acessados nos 30 dias mais recentes

Morre de Covid-19 pastor bolsonarista que defendia uso da cloroquina

Angolanos expulsam os pastores brasileiros de 30 templos da Universal

Edir Macedo amaldiçoa angolanos que expulsaram pastores brasileiros de templos