Justiça do Piauí condena pastor a 20 anos de prisão por abuso de crianças

Pastor abusava das
crianças enquanto seus pais
estavam em culto celebrado
por outro religioso

O juiz Raimundo Holland Moura de Queiroz, da 6ª Vara Criminal, de Teresina (PI), condenou o  pastor Francisco Batista de Oliveira Filho, 61, a 20 anos de prisão por estupro. 

A sentença foi anunciada no dia 2 de setembro de 2019, com a negação do direito do cumprimento da sentença em liberdade em caso de haver recurso.

O pastor Oliveira foi preso em fevereiro de 2019 sob a acusação de ter estuprado duas crianças de aproximadamente quatro anos.

Ele celebrava cultos em uma igreja na zona norte de Teresina.

Há suspeita de que o pastor tenha violentado outras crianças, porque ele foi denunciado por várias famílias.

O delegado Matheus Zanatta comentou quando o pastor foi preso: "Os crimes ocorriam quando as famílias iam assistir aos cultos e o pastor aproveitava para ficar com as crianças e cometer esses abusos".

Com informação da Justiça do Piauí e foto meramente ilustrativa.



Juiz condena pastor por abuso de uma criança ‘serva de Deus’

Polícia de SP pega pastor de Minas condenado por abusos sexuais

Polícia prende pastor que tirava 'maus fluidos' de meninas

Pastor engravida menina porque foi 'promessa de Deus’





Comentários

Novo Satanás disse…
De acordo com Jesus, o Cristo, quem visita os pequeninos que estão na prisão, visita o próprio Jesus.

"39.Quando foi que te vimos enfermo ou na prisão e te fomos visitar?’. 40.Responderá o Rei: ‘Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isso a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes.’"
São Mateus, 25 - Bíblia Católica Online

Leia mais em: https://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/sao-mateus/25/