Evangelizador confessa ter cometido estupro de crianças em templo

Marco Ribeiro atuava
 na 1ª Igreja Baptista
 havia três anos

O evangelizador de crianças Marcos Bueno Ribeiro (foto), 41, confessou ter violentado oito crianças e adolescentes em Amparo (SP). Uma menina de 12 anos, que reconheceu a foto de Ribeiro em uma reportagem na TV, seria a nona vítima.

Inicialmente, Ribeiro admitiu ter cometido seis estupros dentro da igreja onde atuava e dois em uma casa de retiro.

A informação é da Polícia Civil, que prendeu o evangelizador preventivamente. 

A 1ª Igreja Baptista de Amparo confirmou que Ribeiro era integrante da comunidade.

O número de vítimas pode ser maior porque Ribeiro foi evangelizador por três anos. 




Justiça do Piauí condena pastor a 20 anos de prisão por abuso de crianças

Polícia de SP pega pastor de Minas condenado por abusos sexuais

Pastor engravida menina porque foi 'promessa de Deus’

Pastores da Igreja Batista dos EUA são acusados de 700 casos de abuso




Comentários

Novo Satanás disse…
Art. 5º do Código Penal Laico - Aplica-se a lei brasileira, sem prejuízo de convenções, tratados e regras de direito internacional, ao crime cometido no território nacional. (Redação dada pela Lei nº 7.209, de 1984)

Se a separação entre Estado e Igreja fosse territorial, então a Lei do Estado Laico não deve ser aplicada a um crime cometido dentro do território da Igreja.