'Boçais’ e ‘cretinos’ usam ideologia de gênero para perseguir gays, diz Varella

Médico criticou quem
 aposta na ignorância na
expectativa de obter voto

O termo “ideologia do gênero” não existe nos livros de biologia nem nos da psicologia e foi inventado por ‘boçais’, ‘cretinos’ e ‘vozes medievais’ para justificar a perseguição aos homossexuais.

A afirmação é do médico e divulgador científico Drauzio Varella.

Ele argumentou que, sem considerar os aspectos comportamentais ou culturais, “a diferenciação sexual é fenômeno de altíssima complexidade” porque envolvem fatores hormonais, genéticos e celulares.

“Variações nesse delicado equilíbrio hormonal modificam os caracteres sexuais secundários, a anatomia dos genitais e o comportamento sexual.”

Ele perguntou: “Como deveríamos então definir o sexo de cada indivíduo?”

“Pelo binário dos cromossomos XX e XY? Pelos genes, pelos hormônios ou pela anatomia genital? O que fazer quando essas características se contrapõem?

Ele lembrou uma afirmação feita por Eric Vilain, diretor do Centro de Biologia Baseado em Gênero, da Universidade da Califórnia (EUA): “Na falta de parâmetros biológicos, se você quiser saber o sexo de uma pessoa, o melhor é perguntar para ela”.

Disse que o argumento mais bem elaborado desses cretinos é que a homossexualidade não é natural.

“Outra estupidez: relações homossexuais têm sido documentadas pelos etologistas em todas as espécies de mamíferos, e até nas aves, únicos dinossauros que sobreviveram à catástrofe de 62 milhões de anos atrás.”

“Embora disfarcem, o que esses moralistas de botequim defendem é a repressão do comportamento homossexual que, sei lá por que tormentos psicológicos, lhes causa tamanho horror.”




Drauzio Varella afirma por que ateus despertam a ira de religiosos

Drauzio Varella afirma nunca ter visto cura com força do pensamento

Drauzio Varella ironiza o ‘fervor religioso’ à medicina chinesa

Movimento antivacina é criminoso, afirma Drauzio Varella




Comentários

Anônimo disse…
O tiro saiu pela culatra. Desses 16 anos de PT(2002-2018) surgiu aberrações como ideologia de gênero. Quiseram forçar goela abaixo que as pessoas decidem o seu sexo depois de uma certa idade. Isso apenas reforçou o preconceito com os gays. A sociedade já tinha um ranço falso moralista/religioso. Agora piorou. E de fato "ideologia de gênero" não existe nos livros, mas na política de esquerda. Esse Dráuzio é um farsante e não admite o mal que a extrema-esquerda causou no Brasil.
Marco Antonio F disse…
Dr Enéas responde sobre homossexualismo a Gabi
https://www.youtube.com/watch?v=m1WWAnR_nCg
Anônimo disse…
Os comentários seguidos a matéria falam por si e corroboram tudo o que disse o Drauzio Varela, uma horda de moralistas de botequim daqueles mais ignorantes achou um espantalho p chamar de seu. Triste sina essa do Brasil
Leandro Bueno disse…
Na realidade, ideologia de gênero nem ciência é, pois joga no lixo o determinismo biológico-evolutivo. É um mero instrumental discursivo para fazer uma média com a comunidade GLBT.