Petição tenta impedir construção de Bíblia gigante com dinheiro público

Representação feita a pedido
 da Câmara de Venâncio Aires
 mostra uma Bíblia de
 três metros de altura

Embora a cidade tenha problemas graves, de saneamento, por exemplo, a Câmara de Vereadores de Venâncio Aires (RS) decidiu gastar R$ 42 mil para construção uma Bíblia gigante em uma praça.

O jornalista Felipe André Kroth criou uma petição online para tentar convencer as autoridades municipais a respeitarem a laicidade de Estado e zelar pelos gastos públicos. 

A cidade tem 69 mil habitantes e fica no centro do Estado do Rio Grande do Sul.

Kroth argumenta: “E se fosse uma estátua de Ogum ou um monumento ao Alcorão? Muito embora seja de maioria cristã, a população brasileira é plural também em sua religiosidade e é formada, ainda, por um enorme número de pessoas que professam nenhuma religião. Todos pagadores de  impostos.”

Até este momento, a petição tem 281 adesões, com a meta de chegar aqui. 

Kroth vai usar a petição para entrar com uma representação no Ministério Público.

Para aderir, clique aqui.

Com informação do site AvaazFolha do Mate e de outras fontes, com foto de divulgação.



Tribunal de Contas de MT apoia ‘Marcha para Jesus’ com dinheiro público

Tribunal de MT declara inconstitucional obrigatoriedade de Bíblia em Câmara

Políticos adotam pregação de pastores, e Estado laico tende a desaparecer

O que pode ocorrer com ateus em um país em que 'Deus está acima de tudo'?





Comentários