Testemunhas de Jeová tentam recrutar fiéis até em hospitais psiquiátricos

Pregadores religiões
se aproveitam
 da vulnerabilidade
 dos pacientes

As Testemunhas de Jeová e outros subgrupos de cristãos estão se aproveitando da vulnerabilidade de pacientes de hospitais psiquiátricos de Quebec (Canadá), tentando, entre eles, recrutar novos fiéis. 

A denúncia é de Pierre-Alexandre Richard, do Instituto de Saúde Mental de Douglas College, da Universidade Bristish Columbia.

Ele também dá assistência espiritual a pacientes, independentemente de religião.

Os religiosos que estão se infiltrando nos hospitais psiquiátricos fazem uma leitura fundamentalista da Bíblia e pregam que só é possível a salvação por intermédio dela.

Trata-se de um assédio que ocorre em etapas, em um processo “muito desonesto”, disse Richard ao ser entrevistado por uma emissora.






China indicia 18 Testemunhas de Jeová sob acusação de pregarem superstição

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Testemunhas de Jeová recorre para não pagar US$ 35 milhões por acobertar pedófilo

Testemunhas de Jeová usam a tragédia de Brumadinho para fazer proselitismo



Receba por e-mail aviso de novo post

Comentários

  1. Falta de racionalidade é pré-requisito para ser cristão portanto nesses lugares é um ótimo público-alvo.

    ResponderExcluir
  2. não há outro lugar. É aí que tudo começa...

    ResponderExcluir
  3. Os empregados do hospital tem uma quantidade de horas para trabalhar, mas não tem uma quantidade de trabalho definida. Da mesma forma, o homem tem para trabalhar, o tempo de Deus para fazer a Terra, mas não tem o trabalho de fazer a própria Terra.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

EDITOR DESTE SITE

Paulo Lopes é jornalista profissional diplomado.
Trabalhou no jornal centenário abolicionista
Diario Popular, Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras publicações.