Pular para o conteúdo principal

China indicia 18 Testemunhas de Jeová sob acusação de pregarem superstição

A promotoria de Xinjiang, que fica a noroeste da China, indiciou 18 TJs (Testemunhas de Jeová), por pertenceram a “uma seita maligna que espalha a heresia e superstição”.

O grupo está sendo acusado de doutrinar 63 pessoas, colocando-as contra as autoridades e o Partido Comunista.

Pelos dogmas dessa igreja, seus seguidores não podem ter nenhuma atividade politico-partidária.

Na China, a Igreja Testemunhas de Jeová é ilegal.

Pela primeira vez, uma promotoria recorreu o artigo 300 do Código Penal chinês, que estabelece prisão de três a sete anos, “ou mais”, a seguidores de “culto do mal”.

As informações são do site China Aid, que é uma organização cristã que defende a liberdade religiosa na China.

A organização avalia que o indiciamento significa um agravamento da perseguição do governo chinês às TJs.

Em outros países, incluindo o Brasil, essa religião é que é acusada de perseguir seus ex-seguidores, além de impedir a transfusão de sangue em fiéis e em seus filhos, havendo casos de óbito.


Cartazes como este, das
Testemunhas de Jeová,
são proibidos na China

Com informação da China Aid e de outras fontes.





Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Testemunhas de Jeová fecham em apenas 3 anos 1.047 salões nos Estados Unidos

Testemunhas de Jeová usam a tragédia de Brumadinho para fazer proselitismo

Tribunal russo mantém prisão de Testemunha de Jeová acusado de extremismo

Testemunhas de Jeová preparam-se para o fim do mundo com kit Armagedom



Receba por e-mail aviso de novo post

Comentários

  1. Enquanto isso os cartazes que as testemunhas de Jeová usam na pregação são feitos na China. Desde que haja dinheiro a religião não é problema.

    ResponderExcluir
  2. Quem disse que as tj perseguem os ex integrantes

    ResponderExcluir
  3. Vixi...
    Mas TJs não perseguem ninguém...
    E outra, são uma religião como qualquer outra.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

Bolsonaro fica irritado com aprovação da CoronaVac que vai salvar vidas

No governo Biden, fundamentalismo cristão tende a retornar a sua insignificância

Empresário bolsonarista Luciano Hang, sua mulher e mãe estão internados com Covid-19

Dona Religião é casada com sr. Atraso e têm vários filhos

Aprovação da CoronaVac significa duro golpe no bolsonarismo