Presidente da CNBB critica Governo Bolsonaro: ‘O Estado não é uma igreja’

Dom Azevedo defende
 a separação entre
a Igreja e o Estado

Ao ser questionado por um repórter sobre os discursos do presidente Bolsonaro que faz referências a Deus, dom Walmor Oliveira de Azevedo (foto), o presidente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos Brasileiros) respondeu:

“O Estado não é uma igreja".

O repórter, em sua pergunta, também falou sobre os integrantes evangélicos do governo.

O novo presidente da CNBB reforçou a sua crítica ao governo e, de maneira indireta, aos neopentecostais que participam da máquina administrativa federal.

"Obviamente que o cristão não pode, em um Estado laico, reduzir ou fazer o Estado funcionar como se fosse uma igreja.”

Com informação do Valor.





Bolsonaro diz que Estado é laico, mas ele é cristão e quer evangélico no STF

Evangélico no STF vem da versão bolsonarista de ‘nós contra eles’

Brasil do 'Deus acima de todos' se confronta com conquistas seculares de ciência

Fé não pode influenciar decisões de Estado, afirma Mello

Bolsonaro concede passaporte diplomático ao missionário RR Soares



Receba por e-mail aviso de novo post

Comentários

GOSPEL HOT disse…
hoje estava lendo que a igreja de silas malafaia pegou fogo. talvez o assunto interressem a voces...vou deixar o endereço da matéria caos interessem
https://www.gospelcontei.com.br/2019/06/incendio-destroi-igreja-de-silas-malafaia-e-assusta-fieis/1049/
Anônimo disse…
Gostei desse cara