Miliciano preso no Rio tinha sido expulso dos EUA por ser do Estado Islâmico


O apelido no
Brasil de Diego
Chaar é Alcáida
[notícia]

Entre outros milicianos, a Polícia do Rio prendeu hoje (2 de agosto de 2018) Diego Caldeira de Andrada Chaar (foto), conhecido como Alcáida.

O apelido é uma referência ao Al-Qaeda, mas Chaar está ligado a outro grupo de terroristas, o Estado Islâmico.

Alcáida morava com a mãe nos Estados Unidos, de onde foi expulso em 2015 por ter ligação com islâmicos extremistas.

No Brasil, ele faz parte da Liga da Justiça, que é a maior milícia do Rio. 

É o primeiro caso de um miliciano islâmico. Em grande parte, esses bandidos são evangélicos.

Com informação da Globo News e foto de divulgação de autoria Polícia Civil.


Brasil tem muçulmanos simpáticos ao Estado Islâmico, diz xeque

Muçulmano brasileiro defende em vídeo morte às adúlteras

Espanha condena brasileiro por estar ligado ao Estado Islâmico


Muçulmano radical brasileiro quis envenenar comida de sem-teto

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

Busca neste site