Pular para o conteúdo principal

Estudante reafirma ter sido vítima de abuso de Feliciano


Patrícia Lellis está indignada com a defesa pelo pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP) da proibição de aborto por vítima de estupro.

Desde meados de 2016, a estudante de jornalismo afirma ter sido vítima de tentativa de estupro pelo deputado.


Ele nega e diz que a vítima é ele, por ter sido sofrido chantagem pela estudante.

O caso se encontra no STF (Supremo Tribunal Federal) porque Feliciano desfruta de foro privilegiado.

No dia 11 de novembro de 2017, com o print de uma postagem de Feliciano [ver abaixo], Lellis escreveu no Twitter que foi estuprada pelo pastor.

"Essa é a postagem do homem/pastor/deputado que me ESTUPROU. Essa é a postagem do abusador que tentou me silenciar, me acusando de ter pego dinheiro em troca de silêncio, e NADA CONSEGUIU PROVAR. Esse é o post do ABUSADOR que AINDA RESPONDE no STF por ter me ESTUPRADO!”.


Com informação do Twitter e de outras fontes.




Acusado de tentativa de estupro, Feliciano perdoa suposta vítima

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Posts mais acessados na semana

Dona Religião é casada com sr. Atraso e têm vários filhos

Bolsonaro fica irritado com aprovação da CoronaVac que vai salvar vidas

Aprovação da CoronaVac significa duro golpe no bolsonarismo

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Bolsonaro compra a novela 'Os dez mandamentos' da Record para a TV Brasil