Pular para o conteúdo principal

Leitor afirma que preces pelos 'santos' da razão não falharam

Oração ao "santo" Darwin
por João Sabino,
de Viçosa-MG

Prezado Paulo,

Minhas preces por você não falharam.
Durante todos os seus 33 dias de internação,
Não deixei um dia sequer de orar por você,
Em minha bíblia, (acredito que seja a nossa!)
The Origin of Species by Means of Natural Selection.

Quando soube da sua pneumonia,
Intensifiquei minhas orações.
Li sem parar e no original,
The Descent of Man and Selection in Relation to Sex.

Darwin me escutou! (Aliás não! Ele não está nem ai, para eu ou você!)
Mas graças a ciência, que permite a medicina,
Executar as grandes façanhas do presente,
E ao altruísmo, de muitos membros de nossa espécie,
Que você está ai,
Bem e saudável, pronto para continuar a sua luta
Em prol de esclarecimentos,
Para tantas mentes embotadas e incautas,
Que no acovardamento frente a morte,
Se sujeita as mais variadas crendices fajutas,
Desdenhando a ciência e a razão.

Na oportunidade,
Não posso deixar de creditar,
Que os ensinamentos de apóstolos e "profetas" da realidade,
Como Russel, Dawkins, Wilson, Pinker, Dennett, Kandel, Mayr,
Mlodinov, Damásio, Blackmore, Eldredge, Shermer,
Nicolelis, Harris, Orwell, Hitchens, Sagan, Hawking e tantos outros santos da razão,
Aos quais me agarrei por você,
Também influenciaram em muito, na sua pronta recuperação.

Portanto, caro amigo,
Bola pra frente que atrás vem gente.
Tudo de bom para você e sua família nessa nova fase,
E que você continue existindo por muito mais tempo,
Brindando-nos, com esse seu sensacional Weblog.





Diário de um infartado: leitor tenta me converter
1º de julho de 2013

Comentários

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Deputado estadual constrói capela em gabinete. Ele pode?

Ateu manda recado a padre preconceituoso de Nova Andradina: ame o próximo

Mescla da política e religião intimida ateus no Brasil. E defendê-los e defender a razão

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Como as memórias são armazenadas em nosso cérebro?

No noticiário, casos de pastores pedófilos superam os de padres

Fé de pais TJs não supera direito à vida de um bebê, decide juíza

Marcha para Jesus no Rio contou com verba de R$ 2,48 milhões

A prefeitura do Rio de Janeiro liberou R$ 2,48 milhões para a realização ontem (sábado, 19) da Marcha para Jesus, que reuniu cerca de 300 mil evangélicos de diferentes denominações. Foi a primeira vez que o evento no Rio contou com verba oficial e apoio institucional da Rede Globo. O dinheiro foi aprovado para a montagem de palco, sistema de som e decoração. O pastor Silas Malafaia, um dos responsáveis pela organização da marcha, disse que vai devolver R$ 410 mil porque o encontro teve também o apoio de sua igreja, a Assembleia de Deus Vitória em Cristo. “O povo de Deus é correto”, disse. “Quero ver a parada gay devolver algum dinheiro de evento.” Pela Constituição, que determina a laicidade do Estado, a prefeitura não pode conceder verba à atividade religiosa. Mas o prefeito Eduardo Paes (PMDB), que compareceu à abertura da marcha, disse que o seu papel é apoiar todos os eventos, como os evangélicos e católicos e a parada gay. A marcha começou às 14h e contou com sete trios

Só metade dos americanos que dizem 'não acredito em Deus' seleciona 'ateu' em pesquisa