Bióloga evolutiva põe poema religioso em dissertação

Thaiany disse que não
se sente constrangida
Thaiany Quevedo Melo, 22, pesquisadora do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do IB (Instituto de Biociências), da USP, em sua dissertação de mestrado, agradeceu Deus, o qual Charles Darwin (1809-1882), autor da teoria evolucionista, acabou renegando.

A jovem transcreveu no trabalho acadêmico um poema religioso de sua autoria: “Sua força me fez forte / Sem tempo me fez preparada / Quando eu sabia o nada / O Senhor foi tudo, / Suas lições me fizeram saber / Que o Senhor me guiaria / Só posso sentir a gratidão.”.

Para Melo, que é católica, o poema não desmerece sua dissertação porque, disse, a página de agradecimento é livre. “Se a pessoa quiser fazer uma citação para o seu cachorro, ela tem o direito."

Ela tampouco se sente constrangida em se dedicar às pesquisas de células-tronco, às quais a Igreja Católica impõe restrições. "Não vejo dilemas morais entre as pesquisas que faço e a minha religião”, disse. "Porque todo projeto nesta área tem de passar por um comitê de ética."

Melo não é exceção no Instituto de Biociências, porque 8% das 4,8 mil dissertações de pós-graduação ali apresentadas entre 1943 a 2009 continham referências religiosas nos agradecimentos, dedicatórias ou epigrafes.

De acordo com pesquisa do biólogo Antonio Carlos Marques, que foi coordenador entre 2007 e 2010 da pós-graduação em zoologia do IB, alguns dos exemplos dessas referências são “agradeço a Deus”, “agradeço ao meu anjo da guarda” e “dedico a Jesus”. Há também citações bíblicas, inclusive de Gênesis, segundo reportagem de Herton Escobar, do Estadão.

Marques disse que as referências religiosas na proporção de 8% dos trabalhos acadêmicos estão abaixo da taxa de religiosidade da população brasileira, mas ainda assim, acrescentou, causam estranhamento porque, afinal, trata-se de um curso cuja base é a ciência evolutiva.

É uma inadequação, afirmou. “Questões físicas não devem ser misturadas com questões espirituais. Assim como não espero que um padre pregue ciência, não espero que um cientista ensine religião.”

Em relação à FMVZ (Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia), as citações de cunho religioso aparecem em 38% das dissertações. O índice é elevado, mas ao menos há nesse caso a  “atenuante”, por assim dizer, de que o curso não depende da teoria evolucionista.

O que talvez esteja ocorrendo no Brasil é que o sincronismo religioso é tão forte, que ele se compatibiliza até com a teoria evolucionista, sem que, com isso, as pessoas tenham crise existencial, como mostra a pesquisadora Melo.

Isso é o que sugere uma recente pesquisa do biólogo Nelio Bizzo, professor da Faculdade de Educação da USP. Ele apurou que a maioria dos estudantes do ensino médio de escolas de todo o país concilia evolução biológica das espécies com a religião, o que, aliás, alguns líderes religiosos também o fazem.





Teologia evolucionista concilia a fé bíblica com a teoria de Darwin
 novembro de 2007

Arcebispo admite em debate a validade da teoria da evolução
fevereiro de 2012

Comentários

_Conforme bem falou, o agradecimento é livre; uma pessoa inteligente não tem o que questionar, uma vez que o trabalho é resultado do empenho e dedicação da estudante.
_Admiro a coragem que teve mesmo sabendo que seria alvo de críticas: menos ou mais agressivas.
_Existem pessoas que não sabem separar as coisas e colocam toda a sua força em ataques, ofensas e xingamentos.
_Contudo, este fato(3º parágrafo) não é tão absurdo visto que, cada qual exterioriza o que tenta esconder do lado de dentro.
_Às vezes, é tanto lixo acumulado que, na primeira oportunidade, libera-o e solta no ar, todas as suas toxinas.
Zé Pedro disse…
Sinceramente acho algo muito válido. Como a própria disse, a página de agradecimentos é livre e alguns religiosos mais "modernos" pregam uma livre interpretação bíblica associada a teorias científicas. Apesar de ser ateu, creio que é um direito da mesma e não repudio o ocorrido.
Anônimo disse…
Até dar risadas da desgraça alheia pode nessas hora.
Abbadon disse…
Quando eu fiz o meu Trabalho de Conclusao de Curso e a minha Dissertacao de Mestrado, eu destinei os agradecimentos à minha familia, a meus amigos, aos meus orientadores e a todos que me ajudaram.

É completamente desnecessario agradecer a seres imaginarios, pois nao colaboraram em nada, pois estes nao existem e nada podem fazer.
Anônimo disse…
"agradeceu Deus, o qual Charles Darwin (1809-1882), autor da teoria evolucionista, acabou renegando."

Desde quando Darwin renegou "Deus"?
Anônimo disse…
Normalmente católicos reconhecem a verdade da evolução ,que fomos evoluindo aos milhares de ano. Se ela não acredita que fomos feito de barro por uma entidade mágica já é uma grande coisa.

Talvez ela seja religiosa mais pelo vício da doutrinação infanto- juvenil que ela deve ter sofrido do que pela razão. Uma reprogramaçao neuro linguística ajuda ela se libertar deste vício doutrinal.
Gabriel disse…
Eu particularmente não entendo como as pessoas conseguem conciliar o conhecimento científico com a religião, mas se elas conseguem, contanto que isso esteja na área reservada pra isso e não no texto da dissertação em si, podem agradecer até ao saci e a mula sem cabeça que eu não ligo a mínima.
_Essa é a sua concepção, não a dela!
Anônimo disse…
Desde quando um religioso usou a razão pra ter a religião que tem? Resposta nunca..

A religião esta embutida na mente dessas pessoas deste criança é mais vício do que razão. E como se fosse uma mancha na mente.
Anônimo disse…
E quem disse que não é ???? Ela fez a dela e ele fez a dele. Que mulher mais sem inteligência pqp.
Anônimo disse…
Na minha tese de doutorado, vou agradecer ao Saci-pererê!

Meu muso-troll.
Anônimo disse…
Quero referências pra isso aí tbm!

Ricardo
Plim! disse…
Considerando que o título Deus e o nome Jesus é considerado mais importante que seus ditos e feitos, cada pessoa pode criar o próprio Deus e o próprio Jesus e agradecer a eles.
Anônimo disse…
Ok, cada um agradece a quem quiser, no final de um trabalho, porém isso é muito contraditório, ainda mais de uma estudante da teoria da evolução.
Roberto disse…
Bizarro. O pior de tudo não é ela ser católica: o pior de tudo é desmerecer o próprio esforço e trabalho de pesquisa agradecendo a uma entidade que se tivesse alguma influência sobre a vida na Terra certamente não permitiria a pedofilia.

Semana passada era uma psicóloga cristã, agora temos uma bióloga cristã! A Ciência, coitada, suspira.
Caruê disse…
Estou de acordo, para mim é inconciliável vai de cada um agradecer a quem quiser.
Jefferson disse…
É uma inadequação, afirmou. “Questões físicas não devem ser misturadas com questões espirituais. Assim como não espero que um padre pregue ciência, não espero que um cientista ensine religião.”



E o que falar de Gregor Johann Mendel (Heinzendorf bei Odrau, 20 de julho de 1822 — Brno, 6 de janeiro de 1884),o monge agostiniano, botânico e meteorologista austríaco. Que durante a sua vida, publicou dois grandes trabalhos agora clássicos: "Ensaios com plantas híbridas" (Versuche über Planzenhybriden), que não abrangia mais de trinta páginas impressas e "Hierácias obtidas pela fecundação artificial". E é considerado o "Pai da Genética".
Anônimo disse…
Os crentes fazem todo tipo de malabarismo mental para manter suas crenças, muitas vezes conflitantes com a realidade cientifica, como é o caso do texto.
Esse caso é ainda pior, pois vai diretamente contra o que a igreja dela prega.
Anônimo disse…
Gregor fez exatamente isso, nao misturou suas crendices com seu trabalho cientifico, apesar de ser monge. Entendeu?
alersson disse…
tem pessoas que vão na igreja só pela interação social que existe ali.
Anônimo disse…
Ora Mendel era um cientista....quando será que crentelhos irão aprender que não faz menor diferença você ser religioso ou não para contribuir para a ciência?
Ah esse pessoal tinha mais criatividade.
Jefferson disse…
Mas não é os ateus que dizem que todo religioso é burro e ignorante!
Anônimo disse…
De fato é.
WillPapp disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse…
Burro nao sei, mas tem que ser ignorante pra ignorar as falhas logicas da religiao
Anônimo disse…
"Mas não é os ateus que dizem que todo religioso é burro e ignorante!"

Generalizar é feio para ambos os lados, afirmar que todos religiosos são burros é revoltinha, dizer que todos os ateus falam isso é desonestidade.
Lemos... disse…
Sincronismo ou sincretismo?
Lemos... disse…
Até onde sei, Darwin foi muito "religioso".

Acho que sei uma possível referencia: SENSO COMUM.

A "erva daninha" que tem invado cada vez mais o ambiente acadêmico.
Lemos... disse…
Só eu acho um "saco" de previsibilidade a prepotência atéia (ou "neo-ateia")?

Creio que seria muito interessante a todos, conhecerem a delimitaçao didatica dos "tipos" de conhecimento e sua forma de expressao social.

É bem engraçado ver os "crentes" ateus resmungando dos "crentelhos".

P.S.: Sou cético.
Anônimo disse…
Quem passou pelo processo de se posgraduar seja no nivel de mestre ou doutor sabe o quão dificil é. Agradecer a Deua ou seja lá a que "força" superior não tem nada de paradoxal. Religião trata de fé, ciência daquilo que pode ser medido e repetido. quando eu preciso de espiritual converso com Deus (nao frequento nem professo nenhuma região), quando vou pesquisar eu não converso com Deus, esperando uma soluça. Eu conheço muito pesquisador católico que é evolucionista e entende bem a importancia de acreditar em algo etéreo e ter visão critica sobre aquilo que é empurrado sob o manto da religião. Liberdade para os ateus e para os naos ateus.
Anônimo disse…
A Grande Maioria dos Acadêmicos Brasileiros entendem muito pouco daquilo que pesquisam. Jamais chegam aos fundamentos. Vivem de decorar fórmulas e conceitos, os quais são incapazes de análisar. Aprendem linguagens estrangeiras e se contentam com a visão mal traduzida dos mestres gringos.
Se não enchergam as contradições, não é porque elas não existem ou porque aja compatibilidade entre idéias contráriss, e sim porque não podem.
Os Mestres Gringos, até mesmo Argentinos, fazem uma farra com o Prêmio Nobel, enquanto os Intelectuais Tupiniquins Poliglotas Religiosos vivem da veneração, mais que do conhecimento.
Anônimo disse…
*haja, *contrárias
_Acontece que me refiro ao texto que deu origem aos demais comentários e, não de um comentário postado!
_Quem é mesmo que não tem inteligência???
_Quem pratica a pedofilia e outras tantas atrocidades que vitimam a humanidade, são os seres humanos e não Deus!
_Admiro a sua "inteligência"!
Anônimo disse…
Nunca leu a bíblia coitada .
_Coitado de você, demente!
_Não disse que admiro tua "inteligência"? _Não gostou? _Achou ironia? _Deve ser porque conseguiu raciocinar, ainda que por breve instante mas..., já é um começo!
Lia de Souza disse…
Será que tem alguma com agradecimento pouco convencional? Digo, agradeço ao Demo, ao Grande Satã, aos Orixás? Algo assim? Ou não tem ninguém dessa turma com pelo menos um TCC?
Merece um prêmio quem achar alguma tese com tais referências, não?
Anônimo disse…
Pobre coitada que estado lamentável ,como é triste a vida de um cristão. A falta de razão e raciocínio lógico cria estes verdadeiros analfabetos funcionais. Que lamentável , que pessoa deplorável ,com um palavriado de qualquer analfabeto.
Anônimo disse…
Bom vou ajudar esta doente mental raciocinar. Vamos ver a bíblia diz que jesus disse que céus e terra passariam e suas palavras não. Portanto é evidente que o maníaco do parque que se diz arrependido e convertido vai assentar-se com você no céu. Enquanto o Doutor Drauzio Varella vai arder a eternidade inteira no inferno, simplesmente por não ter bajulado o deus dos deserto conhecido por deus judaico-cristão.

Agora pode se dizer que o deus oni-bondoso, mais claro bondoso se você o venerar e esquecer as atrocidades que ele já cometeu ,quando mandava seus homens cometer as mais diversas barbaridades. É certo que cristãos são idiotas por não terem nenhuma capacidade lógica de raciocínio. Mais você consegue ser ridícula simplesmente ridícula. Comece ler a bíblia quem sabe pode abrir sua mente cauterizada.
Anônimo disse…
Com este palavriado de favelada você não pode me atingir, pessoas sem classe vão continuar sem classe. Religião não define caráter
Anônimo disse…
"_Às vezes, é tanto lixo acumulado que, na primeira oportunidade, libera-o e solta no ar, todas as suas toxinas."

Exatamente como o fez a estudante em seu incoerente e inoportuno agradecimento na dissertação, e também como o fez a comentarista lagartixa através de seu arrogante comentário!
Anônimo disse…
O comentarista também se referiu ao texto que deu origem aos demais comentários, já você, não conteve sua arrogância e pretensão ao intrometer-se para julgar a opinião do Abbadon!

Isso só demonstra o quão intolerantes à diversidade de opiniões são as pessoas crentes iguais a você!

Vocês simplesmente não possuem civilidade para um harmonioso convívio social, e por isso mesmo faz-se necessário um policiamento para impedir que vocês crentes/religiosos retornem com seu tradicional exercício do totalitarismo!

O cinismo de vocês crentes é tanto, que hoje em dia utilizam-se da democrática liberdade de expressão para tentar cercear a liberdade daqueles que não concordam com sua obscura visão de mundo!
Anônimo disse…
A lagargixa e seus problemas cognitivos ataca novamente. Nao sabe nem interpretar texto.
WillPapp disse…
Anônimo2 de julho de 2012 20:57

A Grande Maioria dos Acadêmicos Brasileiros entendem muito pouco daquilo que pesquisam.

Adolpho Lutz, Oswaldo Cruz, Vital Brazil, Carlos Chagas, Miguel Nicolelis lhe mandaram um oi.

Que mania feia de desvalorizar os profissionais brasileiros.
Ah! Quando fiz o meu TCC, coloquei uma frase de um personagem de mangá (HQ japonês), ou seja, fictício. E ninguém reclamou. Acho que estão fazendo tempestade num copo d'água.
Roberto disse…
Minha cara, eu não disse que o teu Deus praticava pedofilia, eu disse ipsis litteris: "uma entidade que se tivesse alguma influência sobre a vida na Terra certamente não permitiria a pedofilia".

Ou seja: não é uma questão de ação, mas de omissão. Afinal se o tal Deus é tão tão tão poderoso, bondoso e justo como vocês dizem, não é razoável supor que ele usaria uma ínfima parte deste poder para deter algo tão maligno quanto o abuso sexual contra crianças inocentes?

Omitir-se diante de um crime nos faz tão criminosos quanto os próprios criminosos.

No fim é aquilo que já se sabe há séculos: Deus não existe. Simples. Isso inclusive desonera a obrigação dos cristãos provarem a existência dele e restringe de fato os males do planeta ao nivel terreno, ao nível dos seres humanos. Caso contrário, não.
Walter Cruz disse…
Bom, e se alguém agradecesse a Darwin e a sua teoria da evolução num mestrado de teologia? Será que daria esse barulho todo?
Wendell disse…
Acreditar em Darwin não significa necessariamente deixar de acreditar em Deus. Até porque o Darwinismo tem a ver com a evolução das espécies, e não com a origem da vida.

O que não dá é pra acreditar no Gênesis e em Darwin...
Izaque Bastos disse…
briguinha de quarta serie...
Izaque Bastos disse…
Darwin foi um espertalhao que deixou uma obra que produz fortuna pra sua familia até hoje.besta é quem acredita que um ancestral parecido com um macaco foi evoluindo até virar esse serzinho mesquinho chamado ser humano, duvido se os macacos vao querer algum parentesco com idiotas que destroem seus habitats pra contruirem condominios.
Anônimo disse…
inteligente eh acreditar que surgimos do barro num peido divino só pq leu num livro...
Esse ai pra ser jumento so falta comer mato.
Roberto disse…
Izaque, desculpe perguntar, você julga que quem acredita que Deus estalou os dedos e criou o homem de ofício, num passe de mágica, é o oposto de besta?
Anônimo disse…
Deus praticou pedofilia e engravidou uma palestina de 16 anos.
sem problema disse…
Como já foi observado, a página de agradecimento nas dissertações acadêmicas é livre. Cada um agradece a quem quiser, ao pai, à mãe, a Deus, como fez a bióloga e tanta gente faz.

Também é livre o estudo das ciências.

Ciência não é monopólio ou exclusividade de ateus, ainda que, em seus delírios de grandeza, alguns destes se imaginem fodões e intelectualmente "superiores" às pessoas que têm religião.

Sorry.

-------- Busca neste site