Evangélicos querem que templos paguem menos pela eletricidade

deputado Antônio Bulhões (PRB)
Bulhões, relator da PEC, é do
partido ligado à Igreja Universal
No começo do ano, a CCJC (Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania), da Câmara dos Deputados, deu parecer favorável à Proposta de Emenda Constitucional 497/2010 que, se aprovada, concede subsídios (desconto bancado pelo governo) aos templos e igrejas nas tarifas de energia elétrica. A PEC não fixa o percentual do desconto, deixando-o em aberto.

A proposta é de autoria do deputado Eduardo Valverde, que morreu no ano passado. Ela atende aos interesses principalmente da bancada evangélica. O seu relator é o deputado Antônio Bulhões (foto), do PRB-SP, que é o partido ligado à Igreja Universal do Reino de Deus.

Para Bulhões, os subsídios se justificam pelo fato de as igrejas prestarem “relevante trabalho de cunho social em benefício de segmentos carentes da população”.

Para que os templos paguem menos pela energia elétrica, a PEC altera o artigo 19 da Constituição, o que garante a laicidade do Estado, que diz: "É vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios: estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança".

As igrejas já dispõem de imunidade de impostos, o que tem sido, juntamente com a colheita de dízimo, a fonte de recursos para a construção de megatempos evangélicos e o enriquecimento de pastores neopentecostais.

Parte dos deputados eleitos por evangélicos costuma apresentar propostas que visam obter vantagens para as igrejas, tirando proveito dos cofres públicos ou de fundos como o FGTS. É do deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), por exemplo, o projeto de lei 3044/2011 que, caso fosse aprovado, liberaria recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço para financiar a construção de templos e igrejas.

A PEC do subsídios na tarifa de energia elétrica terá de passar por outras comissões para chegar ao plenário da Câmara, se chegar. O que ela propõe é tão absurdo que não deverá seguir adiante.





Com informação da Câmara dos Deputados.

Íntegra do parecer de Bulhões.    Comentários no Facebook.

Deputado quer estender isenção fiscal às entidades das igrejas
julho de 2011

Isenções fiscais da Igreja.   Religião no Estado laico.

Comentários

  1. Isso só pode ser sacanagem... O que me espanta é a total falta de vergonha na cara desses deputados pastores. Eles são tão abusados que estão pouco se lixando para o limite do ridículo, enquanto conseguirem mamar nas tetas do governo e puxar a brasa para a própria sardinha, vão fazer não importa o quão óbvio isso seja.
    Mas é claro, com um povo desinformado que ou não sabe que isso está acontecendo ou que não vê nada de errado, para que escrúpulos, não é mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário merece meu respeito.

      Excluir
    2. Com certeza Israel. Infelizmente os demais (nós) tem que bancar a safadeza de meia dúzia de pastores e outros tipos de religiosos específicos (de outros segmentos). O Estado Laico sumiu, estamos revivendo a época em que Estado e Igreja eram uno.

      Até que ponto chegaremos?

      Uma lástima.

      Excluir
    3. Perfeito!!!!!!!!!!!

      Excluir
  2. Foi só eu, mas eu li Bilhões no lugar de Bulhões??

    ResponderExcluir
  3. Para Bulhões, os subsídios se justificam pelo fato de as igrejas prestarem “relevante trabalho de cunho social em benefício de segmentos carentes da população”.
    Que belezinha, né? Então por que não abrangem à qualquer instituição que trabalhe com populações carentes?

    ResponderExcluir
  4. Eles prestam relevante trabalho de cunho financeiro em benefício do dono da instituição.

    ResponderExcluir
  5. Ele que faça uma oração para que a conta venha mais barata

    ResponderExcluir
  6. Se Deus produzisse a energia elétrica para as igrejas, os evangélicos não precisariam de dinheiro.

    ResponderExcluir
  7. Por que o A maiúsculo tem o visual diferente do a minúsculo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc se diverte sozinho? Pq não vejo ninguem achando graça das suas piadas.

      Excluir
    2. Por que o A maiúsculo tem o visual diferente do a minúsculo?

      Excluir
    3. Deve ser um capricho estético.

      Excluir
  8. sera que eles não querem agua de graça tambem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pô, eles já tem água benta e energia positiva, e ainda querem mais?

      Excluir
  9. Subsídio do governo, ou seja, quem vai pagar a conta de luz deles é a gente. A partir de agora, membros de todas as religiões e ateus terão que pagar a conta de luz desses templos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque arrancar dinheiro dos fiéis não é o suficiente. Querem o nosso também.

      Excluir
  10. boa muito boa a igreja tem meu apoio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. prefiro pensar que isso foi ironico

      Excluir
    2. Jesus é a luz.

      Excluir
    3. Tem nome de crente. Acho que é sério mesmo...

      Excluir
    4. Eu acho que foi ironia.

      Excluir
    5. Analisando a frase "boa muito boa a igreja tem meu apoio", há indícios de ambiguidades; com a pontuação:

      "Boa, muito boa, a igreja tem meu apoio."

      "Boa, muito boa a igreja, tem meu apoio."

      "Boa (do verbo 'boar') muito, boa à igreja, tem meu apoio." ("boar" pode ser um neologismo para "faz muita m*****")

      Excluir
    6. Então vocês não precisam de energia elétrica, né?

      Excluir
    7. Se tratando de Paulinho de Tarzo, esse triste comentário ("boa muito boa a igreja tem meu apoio.") onde ele apóia que políticos canalhas da bancada evangélica criem projetos de leis para as igrejas mamarem nas tetas do governo e usarem dinheiro público pra manter seus mega-templos e a enganação em massa de seus fiéis não foi uma ironia.

      Acho que Paulinho de Tarzo nem sequer sabe o que é ironia pra fazer uso dela, hehe.

      Excluir
    8. Você apoia a safadeza, seu safado crente, canalha, crentalhada tem que morrer todos eles, cambada de aproveitadores de pobres ignorantes. Não sou nazista, más uma coisa Hitler estava certo o que disse " a religião é o ópio da humanidade". Vocês evangélicos de merda, tem que ser banido da face da terra, ficam usando a palavra de Deus para se enrriquecerem nas custas dos otários.

      Excluir
    9. Cara, não foi Hitler que disse isso não, foi Marx...

      Excluir
    10. foi mal Israel, peço desculpa pela troca de nomes, más a minha opnião continua em pé.

      Excluir
    11. Quem foi mal?

      Excluir
  11. E ainda acham que as igrejas prestam um importante papel em benefício do social...

    ResponderExcluir
  12. Acho engraçado que se uma casa onde o pai ou a mãe estão desempregados com seus filhos terão que dar um jeito de pagar sua conta de luz normalmente, agora esses sugadores de dinheiro de pessoas ingênuas ainda querem redução ??? Aff só me faltava essa, deveria começar a pagar impostos igual a milhões de casas humildes que tem em nosso Brasil. Só me faltava essa. PQP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não, impostos é contra a lei de deus...

      pague o dizimo!!

      Excluir
  13. Eu gostaria muito de saber se esses "pastores" deputados oferecem o SEU DÍZIMO para as seus TEMPLOS SUNTUOSOS(mesmo que seja pra enganar os PÓBRES FIÉIS, QUE MUITAS DAS VEZES DEIXAM DE ALIMENTAR SUAS FAMÍLIAS PRA DAR DINHEIRO PROS PASTORES NÉ!!

    " Eles são tão abusados que estão pouco se lixando para o limite do ridículo, enquanto conseguirem mamar nas tetas do governo e puxar a brasa para a própria sardinha, vão fazer não importa o quão óbvio isso seja.
    Mas é claro, com um povo desinformado que ou não sabe que isso está acontecendo ou que não vê nada de errado, para que escrúpulos, não é mesmo? " parte do comentário do Israel Chaves.

    Concordo em gênero, número e gráu. Acorda Povo Evangélico, manda esses caras irem à LUTA, TRABALHAR PÔ! GANHAR A VIDA COM O TRABALHO, DA MESMA MANEIRA QUE O POVO BRASILEIRO FAZ ! ! !
    Sds
    Carlinho Gomes

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O blog deleta comentário escrito só com maiúsculas.

      Excluir
    2. Estou redigitando, desculpe nao percebi.

      Excluir
  15. Reduzir o valor da energia elétrica assim sobra mais dizimo para comprar mansão em miami.

    ResponderExcluir
  16. O Imperador Constantino deve estar se renexendo no sepulcro e pensando: Caramba, me superaram!

    ResponderExcluir
  17. Primeira parte do meu comentario acima que não foi publicada:

    Estado justo é estado laico!
    Pois o estado laico não esta contra as igrejas, nem a favor delas: esta exclusivamente a favor do estado em si como deve ser, ou seja, que ve o povo como um todo e sem diferenciações, e assim o trata de forma justa.

    Nessa parte portanto, o posicionamento do trecho da constituição contido na materia é correto, e mudar isso é favorecimento a partes, e pior no caso, as custas de outras partes, portanto mais injusto impossivel!

    Logo para os que prezam verdadeiramente pela justiça, de quaisquer credo/religião/cor, isso é absolutamente inaceitavel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem não é favor de Jesus Cristo é contra Jesus Cristo.

      Excluir
    2. Anônimo, existe uma terceira opção. Pense um pouco e vai descobrir. Talvez não doa sua cabeça.

      Excluir
    3. Negativo, estas são as palavras de Jesus Cristo que está no livro de Lucas capítulo 11, versículo 23.

      "Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha."
      Lucas 11:23

      Excluir
    4. Anônimo 8 de junho de 2012 22:06

      Este livro é falso. Jesus Cristo fala, no Evangelho dos Fidedignos (apócrito, mas o único verdadeiro):

      "Eu sou a figueira que dá frutos, e meus frutos são doces; quem os provar, sentirá a doçura; quem a queimar, será o valente, e não perderá sua bem-aventurança. Quem, pois, a ignorar, será o mais justo, pois é um amante das árvores."

      Evangelho dos Fidedignos 34:12

      Excluir
    5. E que base você tem para dizer que tal livro é falso e tal livro é verdadeiro?

      Excluir
    6. Israel Chaves, a base é... o que meu "coração" "sente"!!!

      Excluir
  18. Segunda parte:


    ... e da parte que pode-se observar em diversas religiões, e que aqui inclui a Evangelica, é que o ato de não respeitar a liberdade de credo do outro como se cre que a sua deve ser respeitada, é cometer um ato a favor da guerra entre os homens, o que acima de qualquer distinção, é inaceitavel pelas pessoas de bem e de boa indole, que presam pela preservação e pelo respeito a vida em si.
    Para os evangelicos especialmente, isso remete imediatamente aos fatores conhecidos de "Nao faras ao proximo o que nao queres que te faça a ti" , e "Ame o proximo como amas a ti", entre outros.

    - Llio Scott "Borntobewild".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (Obs. ao dono do blog: Marque isso de forma mais visivel para pessoas 'ceguetas' como eu. Um palpite: cinza claro n u n c a vai ser uma boa cor de destaque no branco.) rs.

      Excluir
    2. ...ou poe isso em caps... hahahahahaha

      Excluir
  19. O Analfabeto Político
    O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.
    O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais. (Bertolt Brecht) - Querem conta de luz mais barata? Ótimo, também queremos. Vejo pessoas estufando o peito, dizendo com o maior orgulho "eu odeio a política" (e coisas do tipo); no dia seguinte estão reclamando de como o pão está caro, ou de como o político é corrupto. Acontece que no estado temos direitos e DEVERES - temos que cumprir nossa parte.
    Eu respeito sua religião; e, desse modo, exijo que respeite a minha "falta" de religião.
    Lei e Religião são duas coisas distintas. De certo modo, isso não serve somente para o caso da igreja - o aborto, por exemplo; o corpo é da mulher, o filho é da mulher; não deveria ser ela quem escolhe se quer ou não ter esse filho? Estão nos subestimando, achando que não temos a capacidade de pensar e tomar nossas próprias decisões?
    No Art. 5° II diz "ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei"; VI "é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias" (ou seja, isso é somente uma "não proibição" de cultos religiosos - não que temos que pagar por/para eles ocorrerem; liturgias significa rito, serviço de culto); X "são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação" (etc).
    Querem lutar pelos seus direitos? Oh, mas vocês sequer sabem QUAIS são seus direitos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anofre Alberto Públio8 de junho de 2012 17:46

      Tô com preguiça de ler tudo isto!
      Num dá pra resumir?

      Excluir
    2. "Tô com preguiça de ler tudo isto!"
      Resumo: quem tem preguiça de ler um comentário de poucos parágrafos tem preguiça de ler a constituição, logo não luta por seus direitos e depois reclama quando a água bate na bunda.

      Excluir
    3. É por isso que esse país não vai para a frente... Muitas pessoas com preguiça de ler. E de pensar. E de levantar a bunda da cadeira. Preguiça de tudo.

      Excluir
    4. Biscoito da Sorte8 de junho de 2012 22:09

      Se o começo fosse interessante, daria vontade ler o resto.

      Excluir
    5. Resumo do Biscoito da Sorte8 de junho de 2012 22:18

      O que é a política?
      São os motivos que levam uma pessoa a dar ordens nas outras.
      Quem entra na política, entra na discussão, quem não entra na política, simplesmente obedece, não discute, até o dia em que ordem lhe causar prejuízo.

      Excluir
    6. Anofre Alberto Públio9 de junho de 2012 22:54

      Ah, entendi!

      Excluir
    7. A soluçao pro país é lermos mais,pensar mais e fazer exercicios fisicos?

      Excluir
    8. Israel Chaves, como acabar com a preguiça?

      Excluir
    9. Sei lá, talvez tomar vergonha na cara seja um bom começo. Não sei, não entendo pessoas que têm preguiça de ler, de se informar, de exigir seus direitos, etc.

      Excluir
    10. A chuva faz os preguiçosos correrem.

      Excluir
    11. Fui eu quem escreveu esse comentário enorme e... Sinceramente, não faço questão que alguém como você (que tem preguiça de ler) realmente concorde ou não comigo. Afinal, se concordasse, eu saberia que tem algo de errado.
      O título é ruim por que o leitor é ruim; tanto como pessoa quanto como alguém que lê artigos/etc.
      Israel Chaves, eu estou um tanto curiosa... Você já leu nossa constituição, né?
      Do jeito que a obsolência programada "evoluiu", realmente acredita que algo pode mudar?

      Excluir
  20. Caramba, esses caras estão passando dos limites aceitáveis para uma convivência socialmente civilizada. Já querem mudar a laicidade do Estado, alterando a constituição por conta de fé. Esses caras precisam aprender que democracia é governo do povo, e não governo da maioria. Se a maioria é de cristãos, azar, as regras sociais são para o coletivo, e crença religiosa é uma liberdade do âmbito privado. Cada um reza ou ora entre quatro paredes para quem quiser, isto, não é da conta de mais ninguém, mas nem por isto devemos pagar a conta de luz de quem quer rezar; que reze no escuro e peça ao deus da crença de cada um que ilumine.

    Quando digo que tenho medo de que o Brasil se transforme numa república fundamentalista evangélica do Brasil é por conta destes cidadãos que querem os benefícios públicos para satisfazer interesses pessoais. Ao invés de um aiatolá mandando num país cheio de fanáticos, teremos um pastor? deve ser piada, pegadinha do malandro....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já acho que não. Eu acho que se a maioria é católica, os protestantes, seguindo os preceitos da contrarreforma, são uma cambada de hereges, e tem que ser queimados na fogueira.
      Um adendo: para ser mais sustentável, sugiro substituir a madeira e reciclar pneus carecas, que se empilhados e usando um pouco de gasolina, faz-se o MICRO-ONDAS DE XEÇUÇ!!!

      Excluir
  21. Fazer com que as bibliotecas tenham esse privilégio, nenhum político FDP quer... biblioteca sim faz benefício social...

    ResponderExcluir
  22. Lógico que o texto ficou ligado somente aos templos evangélicos porque o relator é ligado a IURD.
    Mas o texto da PEC - Dá nova redação ao inciso I do art. 19 da Constituição Federal, para possibilitar a instituição de subsídios nas tarifas de energia elétrica aos templos de qualquer religião.

    De qualquer religião.

    Mas afirmo não sou a favor!

    ResponderExcluir
  23. Estão colocando o bode na sala!

    Se sua sala está precisando de consertos e todos os dias sua mulher reclama disso no seu ouvido, basta colocar um bode naquele recinto. O cheiro, a sujeira e o aspecto daquele animal vão perturbar tanto sua senhora que ela vai se contentar se você, apenas, tirar o bicho dali. Satisfeita em se livrar da catinga e dos ataques daquela criatura ela vai esquecer ou até desistir de lhe cobrar os tais consertos!

    Ultimamente tem havido muitas manifestações para que igrejas paguem impostos. Isso tem ocorrido principalmente na Europa.

    Os Evangélicos Brasileiros estão pondo em prática o que podemos chamar de Plano Bode. Suspeitando que a onda de cobrança de impostos aos templos chegue aqui, eles criaram a PEC 497, para mostrar que as coisas podem piorar!

    Dessa forma, as reclamações se concentrarão na questão de se as igrejas devem pagar ou não menos pela energia elétrica. Enquanto isto a questão, crucial, de se as igrejas devem pagar ou não impostos não chegará nem a ser discutida!

    É uma jogada e tanto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante ponto de vista. É isso, vestem a cueca por cima das calças para não tirarem as calças!

      Excluir
    2. Malditos evangelicos, mal posso ver seus movimentos!!
      Mas falando serio, e uma coisa interessante a se pensar. E funciona, o q eh o pior de tudo.

      Excluir
  24. Já não pagam impostos. Também não vão querer pagar luz, água, telefone. Isso porque prestam relevante trabalho de cunho social em benefício de segmentos carentes da população: o trabalho de emburrecê-las e roubá-las.

    As chefes de igrejas evangélicas, como a IURD e a Mundial (sem esqueçer a do pastor $ila$) deram um perfeito golpe do baú: arrancam o dinheiro de todos os pobres sem ter que casar com nenhum deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Energia - já têm energia positiva;
      Telefone - já têm linha direta dom o Deuselino dos Santos;
      Água - já têm água benta, mas se precisar de mais encomenda com o Beato Chirico que ele desvia uma cachoeira para o templo.

      Excluir
  25. Biblioteca? esses políticos mal sabem ler, os que sabem são analfabetos funcionais. O único livro que eles dizem que leram é a Bíblia, o que é mentira, já que é o livro mais vendido e menos lido. Mas isto é culpa do próprio povo, que tem biblioteca pública por perto, mas, muita gente nem sabe onde é. O povo quer ver novela grobal, um futebol horroroso, um churrasquinho e ir na igreja para fingir que é bonzinho.

    ResponderExcluir
  26. Só existe uma palavra para definir toda essa nojeira:VERGONHA.

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  28. Depois que a mulher deu a luz a três caveiras e ninguém viu o ultrasom.O que vem da IURD já não me deixa perplexo.Até os atores da Globo deveriam aprender com eles como se faz teatro.

    ResponderExcluir
  29. Ainda bem que essa desgraça, que fez a proposta, já morreu - hahahahahahahaha - deve estar sentado no colo do Capeta agora. Porém pessoas de tipo são que nem pragas, morre um aparecem milhares.

    ResponderExcluir
  30. (com o risco de trollagem, mas de tão indignado...)

    Como cantou Silvio Brito:
    ♩♬♩♬♩♬
    Pare o mundo que eu quero descer
    Que eu não aguento ouvir mais falar em corrupção
    Que parece que vai aumentar
    E pensar que o Estado era laico e agora com mais essa
    E eu já não consigo nem mais chorar.
    E ainda por cima
    Ter que pagar pra nascer
    Ter que pagar pra viver
    Ter que pagar pra morrer.
    Tá tudo errado, tá tudo errado...

    Tá todo mundo louco!

    ResponderExcluir
  31. Infernizador de Deputados Despudorados9 de junho de 2012 03:17

    Pessoal, aqui a página do deputado Antonio Bulhões, relator da PEC em questão, no site da câmara:
    http://www.camara.gov.br/Internet/deputado/Dep_Detalhe.asp?id=528219

    E aqui o blog dele:
    http://www.bispoantoniobulhoes.blogspot.com.br/

    Olha o que o cara-de-pau escreve numa postagem:
    "Por estar sendo vastamente mal compreendido, o mundanismo está cada vez mais presente na vida de muitos cristãos. Existem certos elementos da vida diária que não são pecaminosos, mas que levam ao pecado, se abusados.
    (...)
    Mundanismo não está confinado a uma categoria particular, ou uma circunstância da vida. Mas mundanismo é um espírito, uma atmosfera, uma influência, permeando toda a vida na sociedade humana e contra o qual devemos nos guardar cuidadosamente.

    A Bíblia diz: 'Não ameis o mundo, nem o que no mundo há'."

    Viram o mau caratismo e a hipocrisia?

    ResponderExcluir
  32. Isso é revoltante. Se vão pagar menos pela energia, alguém terá de arcar com a diferença. É bom meter a mão no bolso dos outros não é pastor?? Porque esse comportamento diferenciado, quando deveriam ser os primeiros a passar a idéia de igualdade (sacrifícios iguais para todas as pessoas). Os pobres não tem direito à redução da taxa de energia, então porque essas igrejas milionárias que podem pagar, merecem ter tal redução??? Mas dessa forma sobra mais para os pastores (como se ganhassem pouco). Jesus Cristo deve estar "orgulhoso" dessa igreja.

    ResponderExcluir
  33. Não adianta ficar chutando a mesa. Estes comentários não estão sendo lidos por estes ladrões mascarados de "bonzinhos que só ajudam a sociedade". O jeito é apenas acompanhar esta PEC e ver se ela vai para frente...

    ResponderExcluir
  34. Vergonha na cara não é uma virtude dos políticos pastores. Haja privilégios pra essa cambada. Tenho nojo dessa gentalha descarada.

    ResponderExcluir
  35. Os caras não pagam nem impostos e ainda querem pagar menos energia elétrica??? Por que eles não pedem pra "Deus" fornecer energia pra eles!? Afinal o que são alguns quilowatts para o "Todo-Poderoso" que construiu o mundo num estalar de dedos? Ah, francamente!

    ResponderExcluir
  36. Daqui a pouco vão quere isenção nos alugueis.
    "E Deus disse: que haja a luz..."
    Se o deus deles criaram a luz, pq eles não pedem a ele que haja nos templos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles podem até pedir e Deus pode não atender, Deus pode continuar em silêncio eterno.

      Excluir
  37. Por mim, deveriam pagar mais.

    Seria baseado numa equação simples: maior o barulho e a gritaria, maior a tarifa na conta de luz. lol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cuidado mocinha com as palavras ditas !!! pense no que vc falou e reflita.... sibas que vc pode sentir falta dessa gritaria e ai pode ser mto tarde ....

      Excluir
    2. aninha,

      O dia que essa gritaria e barulho acabar, vai ser alegria pura! Me sentirei tão bem que vou fazer um churrasco no domingo e convidar a galera pra gente curtir uns rocks, picanha e cerveja. Com direito à um joguinho de futebol pra fechar o domingo com chave de ouro. :)

      Excluir
  38. Dizimo não pode ser usado para pagar conta de luz? Deve ser destinado apenas para o bolso do pastor? Faça me o favor...

    ResponderExcluir
  39. Já não basta o IPTU, agora luz elétrica? Não senhor, deputado! Vai pagar o mesmo valor como todo mundo!

    Que pessoal folgado, ein!

    ResponderExcluir
  40. O pior dessa Proposta de Emenda à Constituição é que eles alteram o dispositivo da separação entre as religiões e o Estado para inserir algo que de longe possui natureza laica, demonstrando que eles não possuem nenhum respeito pelo princípio da laicidade e até mesmo pela República. Enquanto o inciso I do artigo 19 da Constituição Federal vem de uma importante construção histórica que possibilitou a liberdade religiosa plena de todas as religiões, eles inserem uma palhaçada – pois não tem outro nome para isso – para que o Estado venha subsidiar a energia elétrica deles, numa clara afronta ao sentido do próprio artigo! Estão simplesmente brincando com um dos artigos mais importantes da Constituição...

    Torço para que tal PEC não venha ser aprovada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o princípio é verdadeiro, ele não pode ser alterado, mesmo querendo.

      Excluir
  41. sábias palavras, israel!!!

    ResponderExcluir
  42. Todos nós Ateus vamos reivindicar o mesmo direito , afinal de contas esta é uma nação de direitos iguais ou não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc deveria ter vergonha de dizer q eh ateu, nogento!!!! cuidado que Deus pode pesar a mao contra vc.

      Excluir
  43. Na minha opinião não deveria nem existir Universal, deveria ser proibido essa seita no Brasil.

    Agora querer me obrigar a pagar a conta de luz deles é o cúmulo do absurdo.

    ResponderExcluir
  44. Agora é festa? Eu já sou totalmente contra a imunidade tributaria para igrejas, agora eles querem energia as nossas custas? Que palhaça é essa? Outro dia fiquei sabendo que se vc aluga um imóvel para uma dessas igrejas e eles não pagam o aluguel vc não consegue tirar a igreja do imóvel.

    ResponderExcluir
  45. O Brasil precisa acordar. O Governo precisa acordar. A parábola do pássaro fêmea que coloca uma pequena cobra em seu ninho para proteger seus filhotes e, quando a cobra cresce, acaba sendo devorada junto com seus filhotes, tal qual fez o governo alemão com os nazistas, aplica-se à perfeição aqui. A bancada evangélica é composta por pessoas que de forma alguma acreditam nos ensinamentos de Jesus e que na verdade são fascínoras disfarçados de religiosos tal como os nazistas se disfarçavam de patriotas. A sede de poder, a maldade e o desejo sem limites por bens materiais dessas pessoas não conhece escrúpulos nem limites morais, são bandidos disfarçados que precisam ser combatidos com extrema urgência. Acorde Presidenta Dilma, não pense que tais pessoas, se tiverem o poder, honrarão qualquer acordo, não são como a maioria de nós, não conhecem qualquer ética. A História está aí para provar que “o ninho da serpente” precisa ser eliminado antes que seus ovos sejam chocados.
    A ameaça é seriíssima e precisa ser combatida agora, ou em poucos anos, veremos, perplexos e apavorados, nossa liberdade e democracia transformarem-se em passado.

    ResponderExcluir
  46. vcs vao se converter seus hipocritas!!!!!cuidado com o que vcs falam de DEUS !!! com Ele nao se brinca !!!! fik a dik!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aninha

      Seu deus deve ser mto solitário já que ninguém brinca com ele...que chatinho, né? rsrsrs

      Excluir

Postar um comentário