Decisão do STF sobre anencéfalo descarta ser indefeso, diz CNBB

A CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) emitiu nota onde afirma que o STF (Supremo Tribunal Federal), ao aprovar a descriminalização do aborto de fetos sem cérebro, decidiu “descartar um ser humano frágil e indefeso”.

O STF aprovou ontem (12) a descriminação desse tipo de aborto por 8 votos a 2. Predominou a abordagem de preservar o máximo possível as gestantes de danos psíquicos e físicos, já que os fetos anencéfalos morrem poucas horas após o nascimento.

"Metaforicamente, o feto anencéfalo é uma crisálida que jamais chegará em estado de borboleta, porque não alçará voo jamais", disse o ministro Carlos Ayres Britto na declaração de seu voto.

Para a CNBB, contudo, conforme a nota assinada por dom Leonardo Ulrich Steiner, “a ética que proíbe a eliminação de um ser humano inocente não aceita exceções”, já que o STF considerou “erroneamente” os anencéfalos “como mortos cerebrais”.

A entidade dos bispos afirmou que o STF não deveria se ocupar dessa questão, porque a função de legislar é do Congresso Nacional.

O ministro Marco Aurélio Mello, relator do processo, em seu voto favorável à descriminalização, rechaçou as influências de religiosos em decisões de Estado, em cumprimento da laicidade prevista na Constituição.

Mas no entendimento da CNBB, não houve nenhuma ingerência da religião no Estado Laico, porque a Igreja, a defender a vida dos anencéfalos, o fez com base em argumentos teológicos, éticos, científicos e jurídicos.

Comentários

  1. Eles não costumavam ser contra descartar seres humanos indefesos na idade média. Será que o deus absoluto que nunca erra deles mudou de opinião? Isso é possível?
    Além disso, por que eles se preocupam tanto? Eu entendo que os bispos queiram que o aborto seja ilegal, porque assim os bebês que nascerem de mães que não podem cuidar podem acabar parando nos seus haréns... Digo, orfanatos. Mas os anencéfalos nunca vão crescer, então eles nunca vão poder usá-los para... Bem, deu para entender...
    Hipocrisia é feio, sabiam, líderes religiosos? Isso é coisa de quem não tem Jesus no coração.

    Fora isso, Paulo Lopes, não seria "descriminalização" onde está "descriminação"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou fazer uma simples analogia aos chatólicos, crentelhos e outros, espero q entendam:

      Imaginem q vcs estão fazendo um carro automotivo, desenvolveram toda a lataria, suspensão, parte elétrica e eletrônica, tudo q deve ter num carro. PORÉM, esquecem o motor do carro. No caso do carro, dá p/ fazer um recall e refazer a falha, mas um bebê anencéfalo, infelizmente não.

      O q a CNBB faz beira à completa ironia. Então, vamos proteger os bonecos, fantoches e marionetes pq, (ironia no MAX) "fez com base em argumentos teológicos, éticos, científicos e jurídicos p/ o direito a vida ¬¬

      Excluir
  2. É interessante ver uma igreja que condena milhões a morte, por causa de sua nefasta influência, falar sobre seres indefesos.

    Os bebês aidéticos da África não seriam indefesos, também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, amigo, carinhosamente, a gente não usa o termo "aidético". O correto é Pessoas vivendo com HIV e Aids". Estaé uma reivindicação das próprias pessoas. Elas entendem que o termo a reduzem à sua doença. Obrigado por entender e vamos lutar contra estes religiosos h´pocritas que tb tem seus podres..abraço

      Excluir
    2. a propósitio, eu n sou anônimo. Eu me chamo Nelson. Ainda tô aprendendo a mexer nesse troço...rs rs

      Excluir
    3. Nelson

      Ok.

      Vamos respeitar o "politicamente correto".

      Excluir
    4. Que saudades dos anos 80-90...

      Excluir
    5. Israel chaves eu entendi você esta com saudades do show da xuxa dos menudos das banana split dançando macarena de shortinho e do cine prive nas madrugada da band hahahaha

      Excluir
    6. Velho, o Xou da Xuxa era muito melhor do que qualquer programa infantil atual.
      Na minha época tínhamos uma guria com uma roupa esquisita chegando no meio do palco em um disco voador de plástico, tendo como assistentes um mosquito da dengue e um anão vestido de tartaruga, e passava He-Man e Tartarugas Ninja. Isso é animal pra caralho.
      Hoje temos vadias semi-nuas falando putaria para crianças de 5 anos e passando desenhos sem graça.

      Mas o meu comentário se refere que, nessa época, não existia a porcaria do politicamente correto. Turma da Mônica era super engraçado e inocente. Hoje em dia, como os esquizofrênicos do politicamente correto vêem maldade em tudo, eles mal podem fazer piadas sobre o Cascão ser sujo porque é mal exemplo para as crianças e blá blá blá.
      Imaginem o Costinha hoje em dia? Teriam processado o velho acusando-o de homofobia por causa das piadas de bichinha; piadas que eu tenho certeza que não ofendiam nenhum homossexual da época. Já os de hoje em dia...
      Não sei como que passa Tom & Jerry até hoje. Afinal, é mal exemplo de maus tratos aos animais.
      Chaves então, nem se fala. Onde já se viu criança morando num barril? Onde estão os assistentes sociais? E o Seu Madruga dá cascudos nele! Inconcebível!
      Já esqueceu que esses tempos tentaram censurar o Sítio do Pica-Pau Amarelo por causa do racismo da Emília? Sendo que o livro deixa bem claro que ela é racista, os outros personagens não, e eles birgam com ela por causa disso e mostram constantemente que ela está errada.
      Enfim. A atualidade é uma merda, nesse quesito.

      Excluir
    7. Eu gostava de uma loira que usava shortinho acho que é mariana o nome dela..O que diriam do sérgio malandro e a hora do capeta ,acho que tinha um negócio mais ou menos assim no programa dele..quando eu assistia a mariane eu era pré adolescente huahuahua

      Excluir
    8. Maldito politicamente correto.

      Excluir
    9. Agora a o mundo é politicamente correto.
      Não pode fazer piada de gay porque é homofobia.
      De português é xenofobia.
      De negro é racismo.
      E de judeu é antisemitismo.
      Depois do politicamente correto o mundo ficou muito sem graça.
      Valdo.

      Excluir
  3. Isso deveria ser so o começo, e legaliza o aborto por completo, visto q ate o 3 mes de gestação, o feto nao tem sistema nervoso, sistema respiratorio, nao tem o sistema digestivo (nem nda primitivo do mesmo), nao tem o sistema renal... nao tem 99% dos sistemas formados, e o tamanho dele é igual ou menor q um grao de arroz, entao nao tem como ter vida nesse feto, q nao pode ser considerado um ser humano, pois ele tem o mesmo aspecto q de um girino,ou de um embriao de um cachorro e afins. Entao os religioso pseu dos moralistas, vão procurar mais do que fazer, como juntar o tal dizimo para ajudar as pessoas na Africa, do que ficar empanturrando os saiotes ou ternos de dinheiros dos coitados, as igrejas deveriam insentivar a educação, msm q fosse atraves da biblia (no começo, tipo para ler e escrever) e depois mandar para escolas "normais". Chega de hipocrisia nesse pais !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As igrejas nunca vão incentivar os fiéis a estudar e adquirir cultura e conhecimento.
      A própria Bíblia diz: "Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará". Se eles passarem a conhecer a verdade, se libertarão dos grilhões da religião.
      Aqueles que não acreditam na religião (mesmo que não sejam ateus), deveriam se organizar em prol da divulgação da ciência. Isto faria muito ao país e à nação.
      Valdo.

      Excluir
    2. Também concordo. O aborto deveria ser totalmente legalizado.
      Até hoje não vi nenhum argumento contra o aborto que fosse científico. É sempre "porque deus quis assim", "porque deus mandou", porque deus isso, deus aquilo.
      Mais ciência e menos religião por favor.
      Valdo.

      Excluir
    3. Só esclarecendo um pouquinho o comentário do Polenga quanto desenvolvimento fetal (independente de concordar ou não, a gente tem que conhecer a informação correta, não?).

      A partir da nona semana o embrião vira um feto, e o que separa um embrião de um feto é a presença de órgãos e sistemas (claro que eles tem que maturar, não é como o de um adulto). No terceiro mês o feto já tem uns 6 cm, começam a surgir os ossos, começa a ficar com uma aparência mais humana.

      Tem alguns argumentos contra o aborto que até te fazem pensar (como o do direito à vida, mas para isso vc teria que garantir ao feto os mesmos direitos do cidadão, e reconhecê-lo como cidadão), mas esse do "deus quis assim" é o mais pobre.

      Excluir
  4. Aos padres, papas, bispos, pastores e outros embusteiros da fé:

    Vocês são as piores desgraças que esse planeta produziu! Vocês são simplesmente desprezíveis...

    ResponderExcluir
  5. Sei... explica pra gente, Seu Bispo. São 'seres inocentes e indefesos' tal qual os bebês de Sodoma e Gomorra ou aquelas crianças que as ursas esquartejaram pra vingar aquele profeta careca?!

    'STF considerou "erroneamente" os anencéfalos como "mortos cerebrais'. Mostre-nos seu Doutorado em Biomedicina, Bispo. Ou pelo menos cite a bibliografia que o senhor estudou e que define anencefalia melhor que o parecer da bancada?!

    Desonestidade intelectual pura e cristalina.

    ResponderExcluir
  6. É muito fácil os fanáticos defenderem a "vida" da criança anencéfala, sendo que não são eles a passarem 9 meses com um ser já condenado à morte, também correndo riscos, para depois de sentir as dores imensuráveis do parto ter que mais tarde preparar o funeral do filho! Vocês tem ideia da grande violência física e psicológica que essa mãe passaria?! TUDO PRA NADA!

    Eles preferem ver um ser sofrendo e morrendo aos poucos, prolongar o inevitável, e acham que estão protegendo a vida! Que vida?! Chamam isso de vida?! Quanto tempo vocês acham que essa criança vai passar? Algumas semanas? Meses? Talvez dois anos, no máximo! Isso não é vida!

    Esse ser, sem cérebro ou com parte dele, nunca saberá falar, todas suas funções motoras estarão seriamente comprometidas, viverá seus poucos momentos de vida como vegetal, e você vem pra mim dizendo que isso é vida?! Vocês acham que eles pediram para nascer assim?!

    Incrível como os argumentos desses fanáticos se resumem a apelação ao emocional e religiosidade. É um festival de falácias sem precedentes! Hipócritas!

    O deus deles deve ser muito sacana mesmo. Já não basta ele ter matado milhares de crianças à sangue frio no passado, agora supostamente permite crianças nascerem já condenadas à morte, apenas para causar dor e sofrimento aos seus pais. Isso é repugnante e cruel!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. exatamente o que penso luan.

      Excluir
    2. É o famoso pró-vida, foda-se a mulher.

      Excluir
    3. luan, os casos q provavelmente vc viu de bebes durando meses ou 2 anos nao sao de anencefalia. Eram falacias deslavadas, quem comecou nem teve vergonha de mentir. O termo correto seria acrania, e diferentemente dos anencefalos esses bebes tem parte consideravel do encefalo, localizada mais abaixo do que o normal, e por isso sobrevivem "tanto".

      Excluir
  7. Também são indefesas as crianças que os padres pedófilos molestam.
    Por que não criticam isso?

    ResponderExcluir
  8. Vocês não entenderam ainda:

    A mãe precisa sofrer... Junto com ela o pai, o avô, o tio, o gato/papagaio/periquito...

    Daí inevitavelmente alguém vai precisar de "conforto espiritual" (acho essa frase ridícula).

    Quem eles vão procurar? Quem mesmo?

    Os parasitas que sobrevivem do sofrimento e da desgraça alheios ...

    A religião sobrevive disso gente!

    Eles querem mais é enfiar a culpa, a dúvida e a dor pra cima de todo mundo pra depois aparecer como os caras que são "chegados" do próprio responsável por essas merdas..

    E negociar aquele "jeitinho" vocês sabem come é não é mesmo?

    Pensador livre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, como eu queria dá joinha pro seu comentário.

      Excluir
    2. Concordo, culpa é um bom meio de controle mental, pois pessoas que se sentem culpadas se tornam mais submissas.

      Excluir
    3. Pelo menos agora melhora a situação de mulheres que estão passando por isso. Realmente muito triste. Espero que num futuro nunca passe por isso ou qualquer pessoa que conheça.

      Agora pensador livre:

      "Cara, como eu queria dá joinha pro seu comentário" 2

      Excluir
    4. Este comentário e do Luan deu vontade de "curtir" também.

      Tem outro aspecto, também. Eles precisam manter o status de polícia do mundo. Se eles abrem exceção para qualquer tipo de aborto, os fiéis vão achar que eles estão cedendo às "coisas do mundo".

      Excluir
    5. MUITO BOM COMENTARIO PARABENS ASSINA (NSA)

      Excluir
  9. Aí galera, vamos dar uma sheirada? Vamos passear na nave espacial, vamos sheirar uma nebulosa cósmica.

    ResponderExcluir
  10. "...argumentos FILOSÓFICOS..."
    Quando esses padrecos e pastores entenderão que teoLOGIA JAMAIS, será CIÊNCIA?

    ResponderExcluir
  11. “... Leonardo Ulrich Steiner, “a ética que proíbe a eliminação de um ser humano inocente não aceita exceções...”

    E, onde estava a ética dos católicos, a responsabilidade, o respeito ao ser humano, o respeito pela liberdade de expressão do povo e respeito pela vida principalmente a humana, quando a igreja e seus carrascos religiosos, resolveram implantar a “Santa Inquisição”?

    A onde estava a ética quando vocês religiosos, mataram milhões de pessoas inocentes em nome de deus?

    Vocês religiosos são um bando de hipócritas, assassinos terrorista... Deveriam ter vergonha na cara e pararem de se meter onde não são chamados...

    ResponderExcluir
  12. Igreja baseando-se em argumentos lógicos e científicos? Piada.

    ResponderExcluir
  13. "A entidade dos bispos afirmou que o STF não deveria se ocupar dessa questão, porque a função de legislar é do Congresso Nacional." É claro que eles prefeririam isso, lá eles mandam!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitos no Congresso Nacional ficaram aliviados de não ter que discutir e se expor à opinião pública sobre essa questão tão difícil, por outro lado não posso dizer o mesmo da bancada "religiosa".

      Excluir
  14. Como eu queria dar um joinha pro seu comentário (3). Muito bom, anônimo, compareça mais aqui, e, se não tiver uma conta, como eu, use um nickname, que é o que eu estou fazendo até comprar meu computador. Ass: Winston Smith

    ResponderExcluir
  15. Ah, gente, vcs não estão entendendo...Eles não aprovam assima coisa feita em hospital, com anestesia pra mulher, dentro da maior segurança possível. Eles só aceitam passar a espada na barriga das mulheres grávidas, bastante sangue espirrando, cabecinha do feto rolando no chão. ¬¬

    Se um vampiro morder a Bíblia vai morrer de overdose de sulfato ferroso ou afogado no sangue.

    ResponderExcluir
  16. "Mas no entendimento da CNBB, não houve nenhuma ingerência da religião no Estado Laico, porque a Igreja, a defender a vida dos anencéfalos, o fez com base em argumentos teológicos, éticos, científicos e jurídicos."

    A palavrinha teológicos não tem mta coisa a ver com um estado laico, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  17. União homoafetiva reconhecida, retirada de crucifixos dos tribunais gaúchos, discriminalização do aborto para o caso de bebês anencéfalos... três dedadas nos religiosos ultraconservadores. Espero que, da próxima vez, enfiem o braço todo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lembrando q nenhuma dessas decisoes passou pelo legislativo, com sua bancada religiosa...

      Excluir
  18. Como já li em algum lugar certa vez: se fosse o homem que ficasse grávido em vez da mulher, quero ver se o aborto seria ilegal!

    ResponderExcluir
  19. Desde quando argumentos teológicos são válidos num estado laico?

    ResponderExcluir

Postar um comentário