Evangélicos protestam contra juiz que proibiu barulho

Fiéis usaram um carro de som na manifestação
Evangélicos de várias denominações de Corumbá (MS) protestaram ontem (11) à tarde contra o juiz Vinicius Pedrosa Santos por ele ter proibido a celebração de cultos de templo da Assembleia de Deus (Ministério Belém).

Santos emitiu a sentença a favor de uma vizinha do templo que vinha sendo incomodada pelo sistema de som do culto havia mais de dois anos. Antes de recorrer a Justiça, ela tentou obter um acordo com os pastores da igreja, além de ter acionado do Ministério Público.

A cidade tem cerca de 104 mil habitantes e fica a 420 km da capital, Campo Grande.

O pastor João Lucas Martins não contestou a vizinha quanto ao barulho. Fotos anexadas ao processo judicial mostram que a igreja não se preocupou com o isolamento acústico.

Martins disse que a manifestação foi realizada por causa de um trecho que julga discriminatório da sentença de Santos segundo o qual “é praxe das igrejas evangélicas colocarem às alturas seus equipamentos de som e causar um efeito nocivo à população”.

Ao confirmar que já entrou com recurso no Tribunal de Justiça contra a decisão do juiz, Martins exagerou: “Estamos recebendo apoio de várias partes do mundo”.

Com informação e foto do Midiamax News.

Juiz de Corumbá proíbe culto que incomoda vizinha.
março de 2012

Barulho de culto.

Comentários

  1. Eles devem achar que Deus é surdo ou algo assim.

    ResponderExcluir
  2. Seria mais fácil e prático diminuir o volume do som.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, mas o omni-tudo parece ser surdo.

      Excluir
    2. Desta vez concordo com você A.Porto, seria mais fácil esses fanáticos olharem quem eles estão prejudicando em seus cultos e dinimuir o som, ao invés de olharem para o próprio rabo.
      O irônico é que proibiram eles de fazer cultos com a caixa de som em volume alto, e eles respondem alugando um carro de som para protestar, ou seja, foi ordenado que eles diminuíssem o tom de suas vozes e eles vem gritar no seu ouvido para protestar.

      Excluir
    3. A mulher que deu a queixa tentou várias vezes pedir que baixassem o volume - e não foi atendida. Ela reclamou por dois anos antes que fosse emitida a decisão judicial a favor dela. É tão dificil assim de entender, ou vai continuar achando que foi só para prejudicar a igreja?

      Deve ser do tipo que acha que cristão é minoria...

      Excluir
    4. Já passei por isso. Durante dois anos aguentei o barulho que vinha de uma "igreja" evangelica ao lado da minha casa. Quando reclamávamos o pastor aumentava mais ainda. Nos dias de vigilia batizado ia das 23h00 às 6h00. Torturante!! Num desses dias, quando reclamei, me agrediram fisicamente. E aí a historia é loga. A minha sorte e dos meus vizinhos é que ele ficou rico rapidamente e foi embora para um lugar maior.

      Excluir
  3. Eles estão recebendo apoio de várias partes do mundo, todas elas no Brasil (provavelmente, todas no MS).

    ResponderExcluir
  4. Que falta de bom senso deste povo era muito mais fácil eles se adequar a lei do que fazer este protesto inútil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mais eles querem cada vez mais arrecadar, e não gastar dinheiro fazendo o isolamento acustico.O problema é que a gente cansa de reclamar, é um bando de crentes mal educados que só pensam neles.Acontece que a lei é muito lenta já faz 3 anos qie estou brigando com uma igreja em frente minha casaé um inferno total, eles gritam cada vez mais alto, já pensei até em matar eles, pois a gente fica tão transtornado que pensa em ir lá em matar todos e não sobrar nem um pra gritar.A gente se sente desprotegido sem saber o que fazer pois passa isso pela cabeça, vai entrando, vai encomodando, vai acabando com a vida da gente.Uma hora acaba acontecendo na hora do odio, pois passa a virar odio vc não tem paz nem na propria casa.Enfim eu odeio crente, uma hora se não resolver vou acabar fazendo justiça com as proprias mãos.

      Excluir
  5. Espero por um momento no Brasil em que essa mesma quantidade de pessoas saia as ruas para protestar em prol de algo realmente relevante!

    ResponderExcluir
  6. E sair na rua pra protestar contra a vergonha do sistema de saúde/saneamento/violência/inflação/corrupção nada né? como eu queria que acabassem todas as religiões...

    ResponderExcluir
  7. Isto só mostra o grau de fanatismo que este povo esta chegando . Por isso a importância de um brasil cada vez mais laico.

    ResponderExcluir
  8. Não é nem caso de fanatismo, é caso de falta de respeito e educação. Eles deveriam saber muito bem que se ficarem gritando vão incomodar as pessoas que querem sossego em suas casas. Se recusar a baixar o volume só mostra como são mal educados e egoístas.
    Será que eles realmente acreditam que o deus deles vai ficar bravo se não gritarem com o máximo de força que puderem? Que ele vai mandá-los para o inferno se o pastor falar só na altura suficiente para os fiéis ouvirem?
    E mesmo que achassem isso, a solução seria simples; isolamento acústico (que aliás, deveria ter uma lei para obrigar todas as igrejas a colocar o isolamento ANTES de começar a funcionar. Se é que já não tem mas ninguém cumpre, eu não sei.). Mas a intenção deles não é essa. Eles querem que as outras pessoas escutem. Dentro da mente doente deles, acham que podem atrair fiéis se as pessoas de fora ouvirem o que estão dizendo. E é até possível que seja verdade e funcione. Mas aí quem paga o pato é quem mora perto e não tem nada a ver com os negócios deles.
    Nada de novo. Crentes mal-educados e que só pensam no próprio nariz é o que não falta. Como se não soubéssemos que eles iam se fazer de vítima e bater os pés.
    E quem se ferra é a coitada da vizinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu é que sei passo por isso faz 7 anos, minha vida é um inferno dentro da propria casa. Sera quando alguem vai fazer algo pela gente? falta de reclamar perder tempo, ir atras da prefeitura , ficar ligando toda semana para o fiscal não é. E com isso o tempo passa vc se estressa, vai se acabando dentro da propria casa. quem vem te visitar fica totalmente impresionado porque fica igual ou pior que um ospicio, sem falar que não consigo nem vender o imovel, pois essa crentaiada nogente fica todos os dia enchendo o saco, nem tem hora para vir nesse inferno. as pessoas vem ver seu imovel e e cçlaro não vão comprar numca. fica aqui meu desabafo.

      Excluir
  9. @Paulopes

    Eu sei que esse comentário não tem nada a ver com o post mas eu tenho reparado e gostaria de comentar que ultimamente andam ocorrendo muitos erros de português e as vezes de nexo nos textos postados aqui no blog.

    Isaac

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se os erros de português prejudicam o entendimento, quem lê não entende e quem escreveu não é entendido.

      Excluir
    2. Anônimo das 10:45 (Isaac).

      De fato, muita gente aqui tem errado no português. O que inclui você, que pôs "esse" no lugar de "este", que deixou de colocar vírgula antes do "mas", que flexionou "eu tenho" com "gostaria" e que não acentuou "às" (de "vezes").

      Você cometeu pelo menos um erro para cada linha de texto. Portanto, você não tem moral alguma para apontar os erros dos outros.

      Excluir
    3. Uau Sr Lobo , relaxa rs

      Mim soh qué ayudar o Pauolpes num tô dessendo o kct no portuga dele

      Tem gente que precisa ver o sol de vez em quando rs

      Bom voltando ao tópico, realmente as vezes fica dificil de entender o que tá escrito.

      Isaac

      Excluir
    4. Concordando com Pedro Lobo, não há problemas em pequenos erros de português, desde que você entenda a menssagem, agora pare de ser um nazista da gramática e de se monstrar um grande conhecedor de gramática [o que você não é, como demonstrado por Pedro Lobo].

      Excluir
  10. Ela devia abrir um bar de rock na casa dela. Além de abafar a palhaçada crentóide com som de primeira ainda ia tirar os jovens da perdição da igreja!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria uma boa. Mas aí isso seria um estabelecimento comercial, e portanto estaria sujeito às leis, que seriam cobradas e a coitada da mulher só ia se ferrar com multas, a polícia ia bater direto, etc. Enquanto isso, a igreja ao lado por "não" ser um comércio, continuaria fazendo o que bem entendesse sem interefrência de ninguém.

      Excluir
    2. Melhor abrir um bar de metal, com covers de bandas bem hereges e críticas contra religião, como Vader, Behemoth, Slayer, Cradle Of Filth, Graveworm, Dimmu Borgir, entre outras "bandas de Deus". Os covers devem usar o volume máximo em suas apresentações, devem fazer isso durante os cultos, ao lado dessas igrejas. Aí eu gostaria de ver religiosos virem reclamar.

      Excluir
  11. Não tô ouvindo, fala mais alto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Deus, você sabe que existem aparelhos que podem melhorar sua audição [aparelho auditivo Telex, por exemplo]?
      Graças a Tor, eles existem, portanto, se não for muito incomodo, você poderia compar um destes aparelhos e pedir, por favor, aos seus súditos falarem mais baixo?

      Excluir
  12. Esta gritaria toda é para iludir os fiéis na base da emoção. A bíblia condena esse tipo de coisa,o apóstolo Paulo pediu que na igreja tivesse ordem e descencia,e com certeza não é o que se ve nas igrejas evengélicas!

    ResponderExcluir
  13. crentes são seres que se acham acima do bem e do mal. o brasil, as leis, o estado nunca deve se dobrar a essa minoria fanática e ignorante.

    ResponderExcluir
  14. Fazer o que se eles pensam que Deus não irá conseguir escutá-los?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fazer pergunta, tipo: Por que Deus não te responde em voz alta, da mesma forma que você fala em voz alta?

      Excluir
  15. A manifestacao dos evangelicos mostra que eles querem faltar com o respeito para com o proximo, incomodar os outros, berrar o maximo possivel, desrespeitar as leis, atormentar senhoras de idade, mostrar um comportamento anti-social, agir como barbaros primitivos da idade da pedra.

    Esses sao os evangelicos, senhoras e senhores.

    É impossivel conviver com eles, de forma civilizada, ja que nao respeitam os outros.

    ResponderExcluir
  16. SO E ELES FAZER A IGREJA COM FONE DE OUVIDO E PODE DALE !

    ResponderExcluir
  17. QUE LINDO ISSO, APOIO, PRA QUE TANTO BARULHO, FALTA DE RESPEITO COM O SONO DOS OUTROS, AINDA MAIS PREGANDO MENTIRAS QUE FAZEM COM QUE AS PESSOAS TENHAM PESADELOS, SEUS GRANDES INIQUOS PREGANDO INIQUIDADE E PISOTEANDO O SANGUE DE JESUS CRISTO

    ResponderExcluir
  18. Poderia ter fechado essa espelunca embusteira barulhenta.

    ResponderExcluir
  19. Deus é surdo! por isso o som é alto.

    ResponderExcluir
  20. Somente o judiciário conseguirá barrar essa pouca vergonha, essa imundície que se transformou esses movimentos evangélicos que em nome do tal jesuis acham que podem fazer o que bem entendem. Atente para o que aconteceu ontem no congresso nacional, aquela palhaçada encabeçada pelo maldito, larápio, marginal Ivo Cassol e a gangue de deputados evangélicos. Homenagem a Vadiomiro Sandiado , Bisca Bruxiléia da gangue Mundial pelo aniversário dessa não menos maldita seita Igreja Mundial do Poder de Deus.
    Moro ao lado da sede dessa espelunca no Brás, posso garantir-lhes que essa bosta não desenvolve nenhum trabalho social, quando o bicho tá pegando pro lado deles, vêm com essa ladainha e mostram alguns mendigos mulambentos cortando cabelo e saindo com uma marmita (lavagem) comendo pelos cantos das ruas com as mãos e emporcalhando ainda mais o bairro.
    Todos exímios enganadores, charlatões, marginais, estelionatários, lavadores do dinheiro sujo do crime organizado. Aliás, crime mais organizado que essas igrejas evangélicas eu nunca vi.
    Vamos dar um basta a esses excessos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostaria de deixar meu depoimento:

      Minha filha nasceu prematura (ficou na UTI Neo natal algum tempo) e muito debilitada.

      Abriu uma desgraça de igreja ao lado de minha casa e todos os dias a noite era o verdadeiro inferno na terra, com demonstrações teatrais de exorcismo feito aos berros num microfone com caixas de som potentes.

      Fui humildemente até o responsável pela dita cuja igreja e expliquei que minha filhinha acordava assustada toda vez que começava a gritaria.

      O filho duma boa mãe se fez de desentendido e continuou com a tortura sonora. Passadas algumas semanas, minha filha começou a dar sinais de que aquela algazarra a estava prejudicando.

      Foi daí que resolvi levá-la juntamente com minha esposa até a igreja, para ver se alguém se sensibilizava. Rapaz; foi o mesmo que nada... O desgraçado do pastor continuou com o berreiro mesmo após ver minha pequenina recém nascida sofrendo.

      Foi daí que resolvi tomar a atitude mais correta:

      Fui até a delegacia e registrei uma queixa, depois fui pessoalmente até o departamento responsável pelo disque silêncio de minha cidade e apresentei a cópia do BO que tinha feito.

      Feito isso os técnicos agendaram o dia da medição sonora e constataram o que de fato estava literalmente matando minha família: Quase 100 decibéis de ruído em minha casa.

      Após a medição a documentação foi encaminhada para o MP que ofereceu a denuncia.

      O Juiz determinou o tratamento acústico do ambiente, sob pena de fechamento do estabelecimento.

      A melhor parte vem agora: Na hora que os “santos demônios” daquela igreja dos infernos descobriram que eu havia movido uma ação contra eles; resolveram aumentar o som 10 vezes mais e começaram a berrar que eu estava endemoniado e atrapalhando a “obra de deus”.

      Minha filha precisava de ventilação no quarto, só que tínhamos de fechar as janelas devido a imensa quantidade de poluição sonora que entrava, resultado, a casa abafada debilitou ainda mais a saúde dela. Tive de interná-la novamente...

      Arrasado, triste e profundamente decepcionado com os religiosos; num ataque de fúria, passei a mão numa marreta (naquela apelidada de sexta-feira 13) e cheguei no padrão de energia deles e desci a lenha; isso com a igreja lotada em pleno culto. Aquele monte de recruta zero e pau mandado correram pra cima de mim pra me agredir e daí que a festa ficou boa: Fiquei cego de raiva e cortei todo mundo na porrada (tomei muita também; pensa que crente não sabe brigar?)

      Fomos parar na delegacia, onde a coisa virou toda pro lado deles, pois estava com a copia de tudo no bolso; desde o primeiro BO. Fui liberado, mas o pastor se fodeu, pois havia desobedecido uma decisão Judicial, alem de desacatar o Delegado porque o mesmo havia se comovido com o meu caso.

      O pastor foi forçado a abandonar a igreja, depois do pessoal descobrir que ele estava desviando dinheiro e por fim acabei descobrindo o verdadeiro motivo dele ter tanto desprezo pelo sofrimento da minha filhinha:

      A esposa dele fazia abortos clandestinos em sua própria residência...

      Meus amigos; não deixem estes vagabundos prejudicarem vocês! Eles são um bando de vagabundos disfarçados!

      Perdoem-me a sinceridade; mais me senti na pele da senhora do artigo.

      Um forte abraço a todos

      (Paulo, sou seu fã, abraços)

      Excluir
    2. Me comovi com seu relato,cambada de ordinários

      Excluir
    3. Anônimo, se seu depoimento é verdade, leve pra mídia. Todo mundo que sofre com o berreiro desses imbecis acéfalos vai se animar com a sua história e peitar esses evenjegues sem vergonhas.

      Excluir
    4. Não sou ateu, mas nesse caso ai se eu fosse da sua cidade advogava de graça pra voce e ainda lhe comprava uma marreta maior....

      Excluir
    5. olhe cara eu acho que sua historia e realmente muito comovente e deveria levar pra midia, como o anonimo das 08:46 disse

      Excluir
    6. eu passo o mesmo, eles são um bamdo de vagabundos e as crentes todas das bundas quentes. não respeitam de jeito nenhum, não adiantar conversar, a situação foi ficando tão critica que o respeito acabou. Na hora da gritaria meu sangue ferve, pois tenho um bb de 8 meses e eese inferno já esta faz 7 anos en frente minha casa, e nada foi feito até hoje.Então na hora dos berros dos vagabundos e das crentes das bundas quentes, eu vou lá e faço um regaço, não tem jeito já quase apanhei, mais não consigo ficar quietinha na minha não, vou acabar fazendo justiça com as proprias mãos. já pensei em ir lá e acabar com todos.É o que passa na cabeça da gente que fica tão transtornado com esses infernos. B.O não sei quantos já fiz, processo na prefeitura então nem se fala, o fiscal já veio varias vezes mas até agora ficou só na coversa. então é o que passa na cabeça, ir lá e acabar com eles todos.

      Excluir
  21. É que deus tem que aceitar as preces na marra... afinal, deus deve pelo menos uma graça a cada um de seus fiéis (o que existe de pastor gritando "toma posse de tua graça!" não é normal, rs).
    Já que deus não tem atendido como deveria, tem se mostrado um funcionário/escravo das vontades do fiéis muito relapso, o negócio é gritar bastante, pra ver se ele se toca e volta pro batente.
    Ele tem muito carro para dar, mto casamento para fazer acontecer, muito emprego e salário para melhorar... nem dá tempo de cuidar da fome no mundo, das anomalias genéticas, da cura de milhões de doentes...
    a teologia da prosperidade fez de deus o papai noel. Só que na versão para adultos.

    ResponderExcluir
  22. Crentes não estão acostumados a serem contrariados. A maior prova disso é esta noticia.
    Todo mundo sabe que poluição sonora é um crime; se você tem um vizinho ouvindo funk alto tarde da noite, o juiz e a dá a sentença tranquilo, e não teria esta repercussão. O funkeiro ia ter que abaixar o som, pronto, simples assim. Quando se vive em sociedade, tem que aprender respeitar os outros.

    Só que os cristãos estão acostumados a estarem por cima, os corretos, santos que pregam ''os valores e a morais da sociedade''. Tão acostumados á não serem contrariados que quando descumprem a lei, e como qualquer outra lei ela tem que ser comprida, eles fazem este protesto com direito a carro de som e tudo. Está e a maior prova da arrogância cristã, que é alimentada pelo nosso falso Estado Laico.

    ResponderExcluir
  23. Se isso acontecesse comigo e não adiantasse nada tentar entrar em um acordo com essa igreja, eu iria pegar minha compilação de rock pesado e iria colocar na maior altura pra eles sentirem o gostinho. E se viessem reclamar comigo do som alto, eu iria responder sarcasticamente: pimenta na bunda dos outros é refresco, né?

    ResponderExcluir
  24. E pq seria exagero dizer que recebem apoio de várias partes do mundo?! Se esse site medíocre é lido por várias pessoas no mundo (será?!!) pq um povo não pode ser apoiado?! É cada uma!

    ResponderExcluir
  25. MAIS UMA CONFIRMAÇÃO DE QUE EVANGÉLICOS NÃO PASSAM DE IGNORANTES RETARDADOS E IMBECIS COMPLETOS !

    Povinho lixo.

    ResponderExcluir
  26. O curioso é que eu frequentava uma igreja que por acaso era vizinha de uma escola de samba. (Frequentava, pois mudei de bairro, mas continuo na mesma denominação)
    Foram mais de uma vez pedirem para abaixarmos o volume (que nunca foi tão alto assim), e que atendemos prontamente e sem reclamar.
    Mas nunca, jamais, em tempo algum, estes mesmos foram até a escola de samba pedir para que abaixassem volume, que entre Janeiro e Fevereiro era três vezes mais alto que o nosso e que começava às 17:00 e só iria parar quando o dia seguinte estava amanhecendo (e nós NUNCA passamos das 19:30).
    Por isso eu digo que até concordo em parte com a sentença: não é mesmo necessário um volume tão alto. Mas esse tal juiz já proferiu a mesma sentença para algum lugar que não seja uma igreja para fazer o mesmo? Será que ele já mandou abaixar o volume de um baile funk ou de uma quadra de escola de samba? Ou é só contra igrejas que ele manda abaixar o volume?
    Porque afinal, se a lei vale para um, vale para todos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário