Boff afirma que padre Marcelo e Xuxa são 'a mesma coisa'

Teólogo diz que os 
dois são apresentadores
 de auditório
O padre Marcelo Rossi (foto) e a Xuxa Meneghel  (foto) são “a mesma coisa”, disse o teólogo Leonardo Boff em uma entrevista na qual ele criticou os padres “animadores de auditórios”. 

“O padre Marcelo Rossi está imitando os pastores pentecostais”, disse o teólogo que foi um dos líderes da Teologia da Libertação, um movimento surgido em países de população pobre e desarticulado pelo papa Bento 16.

“O Rossi não leva os fiéis a refletirem sobre os problemas do mundo. Nunca fala dos desempregados e da fome. Só convida a dançar. Ele louva as rosas, mas esquece do jardineiro que as rega”, afirmou.

Mesmo assim, ressaltou, é melhor ouvir o padre do que Xuxa, embora isso não transforme nada. “É um Lexotan.”

Boff foi expulso da igreja nos anos 80 por ser um veemente crítico dos rumos que a Igreja Católica tomou e da centralização de poder pelo Vaticano.

Em entrevista à Época, ele disse que, hoje, a Igreja Católica está submersa em sua maior crise desde a Reforma Protestante, iniciada por Martinho Lutero no século 16. Falou que a igreja se desmoralizou e perdeu conteúdo ético por causa dos padres pedófilos.

"O Vaticano se comportou de maneira desastrosa”, disse. “Tentou encobrir os casos de pedofilia e depois disse que era um complô internacional.”

Boff criticou Bento 16 por se preocupar somente em preservar a imagem da igreja, deixando de prestar solidariedade às vítimas de estupros.

“O fato é que a igreja tem uma visão muito abstrata da realidade. Usa uma linguagem que o povo não entende direito.”

Com informação da Época.





Padre Fábio fala ‘besteiras’ a meninas em shows, diz Marcelo
outubro de 2011

Comentários

Anônimo disse…
BOFF tbm não é SANTO ? ele foi amigo pessoal do RATZINGER e ainda tem medo de ´´rasgar o verbo´´

Por que ele não conta que a ICAR hoje vive um POLITEISMO GRECO-ROMANO disfarçado ???
é taaaaaaaaaanto Santo e Nossa senhora e trindade que é parece um pantêao de tantos deuses e deusas pra adoração......e santo pra isso , santo pra aquilo etc etc

Vai uma pergunta pro BOFF :

Em um periodo muito curto da história [ 3000 a 1000 anos antes de cristo e na época de cristo] Deus se manifestava quase que diariamente na vida do povo [ eva ,diluvio ,arvore que queimava e falava , mula que falava , mar que se abria , pragas , agua que virava vinho etc etc etc ] já fazem 2010 anos que DEUS nuuuuuuuuuuuunca mais apareceu ????

CADE ELE ???
Anônimo disse…
XUXA É A “FADA-MADRINHA” DA EVANGELIZAÇÃO ELETRÔNICA. ROSSI É O ENCANTADO.
Xuxa representa muito bem o “novo espírito do capitalismo”, que desde as últimas décadas, afirmou-se no mundo como “discurso ético-estético-erótico midiático” único e planificado, algo como “doutrinação universal”, novo “messianismo”, sob um paradigma de “felicidade instantânea”, “paraíso imediato”, ao qual todos sem exceção são afiliados, ainda que na fantasia, na fé ou na emoção.

Não é diferente em nada do louvor, essa exaltação do sentimento de fervor religioso, o qual, bem aproveitado pelos espertalhões da fé, novos vendilhões dos templos, chega ao charlatanismo barato, autosugestão pseudo-terapêutica e milagreira, falsa-curandeira e sentimentalista. Ambos refletem, no imaginário das massas, como espelhos da imagem miraculosa do fetiche, que é a mercadoria, algo material, que se reveste de propriedades metafísicas...Desde que o primeiro antropóide usou como enfeite, uma pena colorida de ave, para distinguir-se dos demais, achando-se com isso especial, ou superior, principiou o poder idolátrico que têm a fantasia e a imagem, sobre os homens...
Anônimo disse…
XUXA E ROSSI: ESPELHOS DISTINTOS DA ÚNICA E MESMA DITADURA DA IMAGEM.


Imagem de sucesso, beleza, saúde, ajustamento, adequação: tudo que os neocapitalistas precisavam, para “catequizar” o planeta, com seu novo “dogma universal” de inclusão: outrora, a cidadania, os direitos humanos, agora, o empreendedorismo. Sabedores que o emprego acabou, criaram o simulacro da nova farsa, o embuste ilusionista, a ressurreição do monstro industrialista, abalado com a crise universal da exclusão da mão-de-obra e sua substituição pelas máquinas... A responsabilidade pela pobreza e riqueza, passa dos cartéis econômicos, e governos seus lacaios, para O INDIVÍDUO. ”Você é o responsável pela riqueza e pela pobreza” , “Ame-se”, “cuide de você”; slogans baratos, servidos junto com o café da manhã, por qualquer loura televisiva, seja de terceira ou média idade, ou jovem fada “encantada”; padres-de-botox ou dançarinos, ou pastores-fantoches falantes, meros serviçais da propaganda econômica, essa “big-sister” da evangelização eletrônica, lavagem cerebral, hipnose, “subliminar neocatequista”... Nada diverso do que o padreco dançarino apregoa...”erga as mãos”, “louve a Deus”, “tem anjos subindo e descendo” e outros motes do neofascismo midiático...

Perfeição, saúde, felicidade e beleza, pressupostos do nazismo, agora tornados, com o totalitarismo das massas, lemas redentores, do paraíso inclusivo e universal. Nesse estado de felicidade ininterrupta e autoinduzida, estimulada pela TV, autoajuda, toda a parafernália (de)formativa; a ideologia pretende “salvar” os seres da depressão, da tristeza: “saudade sim, tristeza não”, diz o padre ( pois ficar doente é invalidez e sobrecarrega o sistema ; “todos na rua, felizes”, produzindo e consumindo, é bem melhor); “ sorrindo, louvando, cantando, NINGUÉM FICARÁ DE FORA”. É verdade que há mercadorias diversas, e os seres são distintos, mas o gosto, reduzido ao mínimo, é idêntico... Os alquimistas da massificação encontraram até uma fórmula para homogeneizar os seres, torná-los pacientes de um desejo único: rebaixá-los, ao grosseiro, ao animalesco, à instintividade, ao irracional, seja moral, intelectual ou sexual. Emburrecidos, imbecilizados, hipnotizados, os seres infantilizados, teleguiados, obedecem ao comando automático involuntário...”compre, venda, use, sinta”...O consumismo ditatorial apregoa seu novo evangelho de salvação. Como é o mundo das aparências, a sociedade do espetáculo, “ é preciso emagrecer, vestir, ostentar, exibir, encenar, provocar, dançar e cantar”! “ Viva!você está incluído... Você pode, você tem, você quer, você tem”!...” Você não tem? Você consegue! É só acreditar”, “ é só louvar”...ou, como dizia o refrão da musa da garotada da década de oitenta, hoje todos jovens senhores , passeando nos shopping-centers com seus aparelhos dentários:” VAMOS CANTAR PRA SUBIIIIIIIR”!! “Xô, baixo-astral”!...
Anônimo disse…
NEM FADAS NEM DUENDES ENCANTADOS,
NEM PASSEATAS PELA PAZ, NEM POMBAS BRANCAS,
NEM JOVENS COM SEUS APARELHOS DENTÁRIOS,
SALVAM DA MORTE O CAPITALISMO.
Mas, nem passeatas pela paz, nem pombas brancas voando, nem jovens de aparelhos dentários nos shopping-centers, nem rezas, nem macumbas, nem bíblias, nem orações de padres-de-botox, ou dançarinos, “salvam” esse planeta do pior dos regimes totalitários: o neocapitalismo empreendedorista.

Usam o discurso da ecologia, da economia solidária, das ONGs, dos fóruns sociais, para iludir, enganar e oprimir, prometendo resolver, e solucionar a “crise”; segundo alegam, é a crise da humanidade, é a crise da “ética”, é a crise “da educação”, é a crise“da política”...

Meras falácias, pois pretende “salvar “, da desgraça que é a política, conservando a política, resolvendo pela política, sem compreender os limites econômicos da política...

Apregoa resolver os problemas da humanidade, conservando os mecanismos inconscientes sabotadores da convivência, que promovem o sistema, mas que destroem a humanidade: o individualismo, a competição acirrada e hipervalorizada, o anticooperativismo, o anticomunitarismo, o EGOCENTRISMO, que está por trás deste “discurso de salvação via indivíduo”...

Todo esse midiatismo salvacionista, é mero reforço da ideologia, do fascínio pelo poder, do fetichismo, da neurose, do narcisismo, do egoísmo e do personalismo; em detrimento dos costumes ancestrais, sobre os quais se construiu a essência humana coletivista, gregária por natureza e históricamente COMUNITÁRIA, associativista, altruísta.

Este é o pior dos messianismos, o mais grosseiro e vulgar dos materialismos: um neototemismo mercantil e monetarista, que cria um homem à sua imagem, mero simulacro, alienado, despolitizado, maleducado, sem essência; vaidoso, solipsista,, obssessivo-compulsivo egotista, regressivo, infantil, fixado na autodestrutividade e contemplação autista.

Além de escravo autômato, do Estado ditatorial, ilusionista-obscurantista. Aparentemente belo e saudável, mas alienado, sob o pior dos totalitarismos, sob os quais a humanidade já viveu: o midiatismo-nazifascista.
Anônimo disse…
Ao comentarista das 11:03

Vce pergunta cadê Deus?Ou alguma manifestação milagrosa Dele? Pois te respondo, está ai! é só ver vosso comentário...É uma mula que escreve...
Anônimo disse…
Engraçado o comentário do beato das 14:23.
A mula escriba das 11:03 pode ser colombiana?
Anônimo disse…
A manifestação divina pode ter acontecida na casa do anonimo das 14:23 ?

o pai português pos a linguiça na mãe e saiu o Burro , no caso ele proprio !
Anônimo disse…
Opa! OUTRO MiLAGRE!!! Apareceram duas outras mulas escritoras! Ou será a mesma?!
Anônimo disse…
Se fosse só a brXuxa e o remela rossi, mas tem o vordemiro mort, a sonja renasser, o apostolo e estilista clodovil hernandez, o fidel castro, o irmão, o lula, a filha dilma p..., e como se não bastasse a erenissy: gerra!
Anônimo disse…
sem esqcer, klaro , da dupla de cunhas rrrrr...soar, edimas maiscedo, mal alfaias, pai, mãe, e filhos, e toda atxurma dos 171,s de gzuis
Anônimo disse…
huuuuum
wirton disse…
Realmente...Boa sacada! Num é que o Boff tem razão!
Xuxa é uma futura santa.

Xuxa, cujo nome é Maria da Graça, é uma futura santa. É a nossa Lady Princesa brasileira, nossa Rainha. Foi namorada dos dois grandes heróis nacionais, e é devota do nosso maior profeta e santo, intocável, PADRE MARCELO ROSSI.
O que incomoda, quanto à Xuxa, além do sucesso, é claro, é ela não ter decaído, nem se vendido aos estelionatários, nem do governo, nem das igrejas evangélicas, verdadeiras sinagogas de satanás onde se adora o dinheiro.
Ao contrario das mulheres de moralidade discutível, que saracoteiam, mostram bunda e peitos, Xuxa é digna, anda sempre bemvestida e composta. Uma verdadeira católica. E no Natal, parecia uma Rainha, uma Santa. E ela é uma Rainha. Essas barangas sem estilo, mulheres vulgares, quando deixam de fazer sucesso, quando os peitos caem , se não podem sobreviver com pensões de pais defuntos desembargadores, nem passarem ridículos de namorarem michês, vao se converter protestantes...Xuxa, não. É católica, apostólica, e romana. Quanto ao Padre Marcelo Rossi, um santo, claro. Os seus inimigos perecerão, um por um, é só esperar.
Anônimo disse…
Não gosto nem de Boff nem do padre Marcelo e menos ainda da Xuxa mas adimiro uma característica dela, apesar de representar outra elite capitalista, que é o fato de não ceder nem se vender a essas seitas evangélicas dantescas e rídiculas com seus deuses capitalistas e pastores igualmente rídiculos.Por isso falam mal dela.
Melchi disse…
Esse Bof é um bof mesmo
Parece uma boneca que reclama de tudo
Anônimo disse…
Nos dias atuais o L. Boff é o que mais perto esta da doutrina cristã, é ético e pensa o mundo como ele é na atualidade e não brandindo a biblia como arma contra todos os males e a interpretando como histórias veridicas o que se passou em outras eras e onde quase tudo eram lendas. Gostei das colocações do primeiro comentario acima onde questiona porque DEUS que na antiguidade se manifestava seguidamente, agora fazem mais de dois milenios que não apareceu mais? Boa pergunta.
Anônimo disse…
Jane Eire Rosendo disse...
Xuxa é uma futura santa.

Xuxa, cujo nome é Maria da Graça, é uma futura santa. É a nossa Lady Princesa brasileira, nossa Rainha. Foi namorada dos dois grandes heróis nacionais, e é devota do nosso maior profeta e santo, intocável, PADRE MARCELO ROSSI.


Santa do pau oco...uma santa que fez filme pornô com criança...eis aí a VERDADEIRA PEDÓFILA...FOI ONDE SE DEU INICIO A PEDOFILIA...ELA É UMA papa anjo....
INTERESSANTE
o outro não é intocável...se fosse não teria inchado...tá doente e não procura bençãos prá ele...como pode um abençoador necessitar de bençãos??????
Anônimo disse…
Será porque Jesus enviou os discípulos (igreja) antes de subir ao céu? Com a vinda do Espírito Santo os cristãos são suas testemunhas! Deus envia sua igreja - não uma denominação específica - mas aqueles que creem em Jesus como seu Salvador.
E outra, seria muito fácil e cômodo crer num Deus que vive se manifestando com sinais visíveis e admiráveis do que simplesmente crer e esperar (esperança).
Gustavo disse…
Já ouviu falar de sarcasmo?
Unknown disse…
nos espiando e rindo.
bbb divino