Cartaz convida para culto na sede da prefeitura do Rio



A servidora Glória Silva, 55, tem usado a sede da prefeitura do Rio como templo desde as gestões de Cesar Maia, mas somente agora a ilegalidade chamou a atenção da rede social, causando revolta, por causa de uma foto de um cartaz convidando fiéis para um culto que foi postada no Facebook. [Ver abaixo].

Evangélicos usam
prefeitura como
templo de sua religião
Ela disse que usa uma sala da prefeitura ou o auditório, quando o número de fiéis for mais de 45. A cerimônia ocorre todas as terças-feiras.

Pela Constituição, nenhuma instituição pública pode subsidiar direta ou indiretamente atividades religiosas.

Contudo, no entendimento da evangélica, a laicidade do Estado não vale para os servidores da prefeitura, como se a eles não se aplicasse a lei.

Silva disse que o prefeito Marcelo Crivella, que é bispo licenciado da Igreja Universal, concordou com a realização dos cultos por ser uma decisão antiga.

Se o Ministério Público do Estado do Rio não interferir, essa turma de evangélicos vai continuar misturando religião com administração pública, usufruindo sem nada pagar de uma estrutura sustentada pelos contribuintes de todas as religiões, além dos ateus.

Com informação do jornal Extra.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.



Uso da Câmara de SP para culto é inadmissível, dizem juristas

Semelhantes

Postagens mais visitadas deste blog