Versão legendada em português mostra trailer de filme anti-islã

Tipologia escolhida
 para a legenda
dificulta a leitura
Começou a se difundir hoje (23) na internet uma versão de 13 minutos com legendas em português do trailer do polêmico filme anti-islã Innocence of Muslims ("A Inocência dos Muçulmanos").

O blog anti-Nova Ordem Mundial informa ter traduzido o vídeo não porque concorde com a mensagem do filme, mas para que os brasileiros “tirem suas próprias conclusões”. O dono do blog se assina como Emerson.

Dezenas de pessoas já morreram em países de cultura islâmica durante protesto contra o filme. Um ministro do Paquistão está oferecendo US$ 100 mil (R$ 200 mil) pela morte do diretor do filme, que seria o egípcio cristão copta Nakoula Basseley Nakouda, radicado nos Estados Unidos. No Brasil, a comunidade muçulmana fez uma manifestação discreta.

O Google tem resistido às pressões, inclusive do governo americano, para tirar o trailer do Innocence of Muslims do Youtube. Apenas o bloqueou na Líbia e Egito, onde a indignação tem se revelado mais radical, e na Índia e Indonésia, países onde o filme é ilegal.

A exibição do vídeo e as suas consequências estimularam em todo o mundo o debate sobre até onde pode ir a liberdade de imprensa e de opinião, principalmente em questões envolvendo crenças religiosas.

Innocence of Muslims em português


Com informação do blog Anti-Nova Ordem Mundial.





Paquistanês dará US$ 100 mil pela morte do diretor de filme
setembro de 2012

Comentários

  1. HSDUAHUSDHUAHDHUADUAHSU Quero muito ver esse filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  2. Acho esse filme idiota, mas não mais do que o fanatismo religioso. Na verdade, virei fã de Sam Harris.

    ResponderExcluir
  3. Achei bem maomeno esse filme

    ResponderExcluir
  4. o fime é uma merda o islã também é uma merda!

    ResponderExcluir
  5. Eu curto esses filme trash.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse filme é tão ruim que não sei como alguém consegue ser capaz de matar outra pessoa por uma tosquice tão grande.

      Excluir
  6. Tá parecndo coisa do Monty Pyton...Troféu Sem Noção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não compare o Monty Python - que é genial - a essa tosqueira.

      Excluir
  7. e se um cara do islã, fizer um filme assim com o ícone cristão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode, mas duvido que aconteça no Ocidente o que aconteceu lá. Por mais que existam fundamentalistas, os muçulmanos ainda são bem agressivos.

      Excluir
    2. agora sim depois de eu ver o trailer do filme realmente isso irritou os muçulmanos seria mesma coisa se fizessem um filme mostrando um jesus mulherengo, pedófilo e gay muitos cristãos se revoltaria contra isso mais não com tanta raiva como os muçulmanos isso mostra uma coisa mesmo vc que não goste de uma religião vc tem respeitala.

      Excluir
    3. Pessoa que coloca a homossexualidade como fator negativo não merece e não tem o meu respeito. Se quer respeito, primeiro pare de desrespeitar, daí talvez possamos conversar mais tarde...

      Religiosos estão sempre na vanguarda do desrespeito, portanto, não tem o menor direito de exigirem respeito para si enquanto religiosos, muito menos à sua religiosidade.

      Excluir
    4. cara vc disse tudo, crentelhos não respeitam nada.

      Excluir
    5. "Nao respeito suas ideias. Respeito você e seu direito de tê-las"
      Alguém disse isso no passado

      Excluir
    6. "Nao respeito suas ideias. Respeito você e seu direito de tê-las"
      Alguém disse isso no passado

      Excluir
    7. Ao anonimo ridiculo ali sem fundamentos falando sobre a homosexualidade , primeiro q fazer uma filme anti-cristão, chamar jesus de gay é sim um ofensa , pois para os hipocritas que dizem q seguem a biblia e não sabem q homosexualismo é um pecado , esses sim NÃO MERECEM o respeito de ninguem , assim como aqueles q acham q tem a escolha DO QUE seguir e DO que não seguir na biblia . Até mesmo esses ridiculos fanaticos são melhores do que hipocritas cristões , pois eles são totalmente fiel as suas crenças.

      Excluir
  8. ... seria bom que tudo parasse por aí....

    ResponderExcluir
  9. O filme é idiota mas ele mostrou o Maomé como ele era:um pedófilo genocida e megalômano.

    ResponderExcluir
  10. Tanta violência por causa duma merda dessas...

    Se os muçulmanos tivessem ignorado esse filme, ninguém teria ouvido falar nele, tão ruim ele é.

    Isso me faz lembrar um episódio envolvendo o Guns n' Roses. Numa música do Use your illusion, Get in the ring, se não me engano, o Axel desceu a lenha num crítico musical, achando que estava fazendo muita vantagem. O álbum vendeu horrores e o crítico só é conhecido hoje por causa do álbum...


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se religiosos realmente tivessem bom senso, eles não seriam religiosos.

      Excluir
    2. Não faltou uma vírgula antes do "e" ("e o crítico só é...")?

      Excluir
    3. Olá amigo, o blog é a nova ordem mundial e não social Ok? Obrigado por divulgar.

      Excluir
  11. Sou contra qualquer tipo de fanatismo, sou contra vilependiar a fé de quem quer que seja, mesmo que não adote uma religião, sou contra chacotas com os lideres religiosos. Filme idiota de baixo orçamento, de alguém sem escrúpulos e nenhum talento. Custou a vida de muitos. É um mundo de ignorantes. Que pena! O que o ser humano parece não intender de jeito nenhum é que as imagens, as escrituras, a catedral, enfim de todas as obras de arte e icones o mais importante é a mensagem, enfim, tudo foi feito para transmitir uma mensagem de fé, amor, fraternidade. Contudo, ao ignorante lhe falta a compreensão e sobra se apegar imagem, ao senti literal das escrituras e os maiores desatinos em nome Deus. LAMENTAVEL.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "...as imagens, as escrituras, a catedral, enfim de todas as obras de arte e icones o mais importante é a mensagem, enfim, tudo foi feito para transmitir uma mensagem de fé, amor, fraternidade."

      Putz, esse comprou mesmo o discurso falacioso dos religiosos de que o "verdadeiro sentido" da fé/religião seria levar "amor" e "fraternidade" a quem quer que seja.

      Que lamentável toda essa incessante alienação que sustenta o poder - direto e/ou indireto - dos religiosos sobre a coletividade!

      Excluir
    2. Ao primeiro anônimo: o que custou a vida de muitos não foi o tosquíssimo filme em questão, mas sim o desequilíbrio mental de uma horda de fanáticos religiosos. Capisce?

      Excluir
  12. O apelido da Crise é Oportunidade!

    O Mundo deve incentivar os Muçulmanos a responder aos filmes e charges com filmes e charges.

    Com o tempo, todas as crenças serão piadas e as pessoas evitarão ir aos templos para não virarem motivo de chacota. Toda aparição de clérigos na TV, e até nas ruas, será acompanhada de risos abafados, até que se encontre a proteção de uma parede, onde se transformará em estridente gargalhada!

    De fato, qualquer um que queira ser clérigo, de alguma denominação religiosa, terá de se adaptar à condição de ser meio palhaço e meio mendigo. Deixarão de sustentar a Moral e contribuirão para o Moral do Povo.

    No Teatro, nas novelas, nas brincadeiras das crianças, o Cristão mostrará a língua para o Muçulmano, que responderá com um peido bem fedido, fazendo o Cristão desmaiar e o judeu tapar o nariz e sair correndo para outro canto. Haverá estátuas de Maomé com indumentária Judia; Jesus será representado como o mais belo dos gays, enquanto Abrãao e Moisés serão figurados como dois caipiras que gostam de contar mentiras.

    Isso tudo está acontecendo, agora, num Universo Paralelo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Incrível essa homofobia que faz com que as pessoas utilizem a homossexualidade como um valor negativo, objeto de escárnio e/ou repulsa!

      E depois ainda querem se fazer de vítimas, alegando que "tudo agora é visto como homofobia", negando que de fato só conseguem enxergar e/ou citar a homossexualidade com alguma carga de negatividade, portanto, realmente sendo incontestavelmente homofóbicos!

      Excluir
    2. Ninguém acharia chato ser politicamente correto se a maioria das pessoas não achasse tão divertido ser politicamente estúpidas!

      Excluir
    3. Excelente. Tenho que concordar contigo.

      Excluir
    4. Conspiratus, tu é sem dúvida um gênio cara!!!

      Excluir
    5. Que saudade me deu agora daquele seriado "Sliders".

      Excluir
  13. Muito bom o post. É uma situação grave que está acontecendo sob nossos narizes. Mas há sempre dois lados da questão. Recebi agora um e-mail da Avaaz (ONG que arrecada assinaturas digitais para mobilização contra injustiças sociais como o SOPA e o PIPA, além de muitos outros) que conta um pouco do que seriam os bastidores dessa polêmica. Abaixo segue o link.

    http://www.avaaz.org/po/7_things_you_should_know_global/?bFETGcb&v=18134

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a mesma história dos evangélicos no Brasil.
      Uma minoria raivosa sai para "reivindicar" seus posicionamentos anti-humanistas e seus discursos de ódio baseados no fundamento cristão. Se essa minoria evangélica alcança seus obscuros objetivos políticos, os demais evangélicos dizem "aleluia", mas se esse grupinho radical não alcança seus objetivos e ainda começa a ser mal falado por uma parcela razoável da sociedade, logo os demais evangélicos começam a fazer questão de se manifestar dizendo "não concordar/não fazer parte" daquele grupo radical.

      Ou seja, se o grupinho de radicais vence, todos os religiosos comemoram e usufruem de suas conquistas obscuras, mas se o grupinho de radicais dá vexame, então o restante dos religiosos se manifesta pra dizer que não fazem parte disso (querem "tirar o deles da reta").

      Religiosidade é, de fato, a mais pura hipocrisia!

      Excluir
    2. Não seria a pequena minoria extremista homossexual que comemora com bilhões investidos em suas ONGs para criar filmecos como os do kit-gay?

      Excluir
    3. pobre crentelho acredita nessa besteira de iluminates.

      Excluir
    4. Uma Nova Ordem Mundial é tudo que eu desejo!

      Excluir
    5. Se existisse mesmo algum grupo extremista homossexual, não teríamos tantos pastores, padres, deputados e senadores vivendo em função de fazer discursos de ódio contra os homossexuais e ainda continuando vivos pra contar história...

      Excluir
  14. Murrámede FANFARRÃO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você num é caveira, você é muleque.

      PEDE PRA SAIR Murráméde, PEDE PRA SAIR.

      Excluir
  15. Não sabia que tinha internet nesses paises ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. da mesma forma q usa e europa nao sabe que na sua cidade tb tem

      Excluir
  16. http://minhamestria.blogspot.com.br/2012/09/mais-confirmacoes-um-anjo-no-ceu.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Blog engraçado. Tem até uma parte num post que fala assim "Não interessa o que a ciência diz [...] ou suposições, por mais embasadas que sejam". Anticientificismo associando vocês às religiões que tanto repudiam (na verdade o resto do conteúdo não é nada mais que uma religião da Nova Era).

      No final das contas, ainda cai no mesmo problema: provas?

      Excluir
    2. Hercólubus? Por acaso é GNOSE? Ou é GNOSIS?

      Excluir
  17. Sinceramente as pessoas são muito hipócritas, pode-se fazer piada com tudo, gays, loiras, nordestinos, mas com religião não?! Não estou dizendo que o filme é bom, mas que se começar a fazer censura as coisas por dogmas que são questionáveis, sinceramente o fanatismo de qualquer gênero é digno de pena!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que esse é um lado bom nos EUA: First Amendment. Mais ou menos como "Eu odeio e rejeito o que você diz, mas rejeito até a morte o seu direito de dizê-lo"

      Excluir
    2. "Eu odeio e rejeito o que você diz, mas DEFENDO até a morte o seu direito de dizê-lo"

      Excluir
  18. vamos blasfemar de Maomé nu, com suas nádegas voltadas para alá sendo sodomizado por Mitra.

    ResponderExcluir
  19. O homem que fez esse filme merece o "oscar" da liberdade de expressão.

    O Islã não aceita críticas, temos o direito de debochar de qualquer profeta e deus, seja de qualquer religião.

    Eu lanço minhas anátemas sobre Maomé, o islã, alá e tudo ligado a religião islâmica, e pego meus tomates metafóricos e jogo nos fundamentalistas islâmicos.

    ResponderExcluir
  20. O filme é sensacional!!! Ele mostra um Maomé sádico, molestador de crianças, mulherengo, gay e masoquista.
    A parte engraçada é quando o ator pergunta se ele é gay ativo ou passivo, ri muito nessa parte.
    O cara que fez esse filme é um louco divertido, deveriam dar a ele liberdade de fazer mais filmes, nota 10 para esse trash movie.

    ResponderExcluir
  21. Não acredito que tem um monte de gente morrendo por causa dessa porcaria de filme...

    ResponderExcluir
  22. Ninguém tem que aceitar a religião de ninguém, mais respeitar, não só a religião, como a opinião, de cada um!

    É lamentável que tantas pessoas morram por coisas inúteis com essas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém é obrigado a respeitar religião de ninguém, pois se trata apenas de enganção aproveitando-se da fragilidade humana.
      Mulcumano não respeita cristão, que não respeita judeo e assim vai.
      Emfim , uma instituição que não respeita ninguém, mata mulheres e estupra crianças, não merece nenhum respeito
      de minha parte!

      Excluir
  23. o negociu vai fica loco em
    esse video ta espalhando vai piora as coisas por la claro aqui agente ainda tem umas leis mais ou menos ajuda um poco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Volte pra escola com urgência...

      Excluir
  24. Se historiadores descobricem que jesus era gay eu ficaria tao surpreso quanto fiquei com a saida do armario do rick martin

    ResponderExcluir
  25. Bem, se isso acontecesse, deixaria de ser mito né?
    Mas que esse PERSONAGEM MITICO dá ré no kibe, isso tá mais que evidente!

    ResponderExcluir
  26. Como tem filósofos neste site, devem ser todos discípulos de Pondé O Grande.

    ResponderExcluir
  27. http://www.avaaz.org/es/7_things_you_should_know_global/?fb

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Justine, eu postei a mesma matéria acima, mas o link era em português. É sempre bom ver dois lados de uma questão, e então tomar suas próprias decisões. Isso se aplica muito a essa questão do filme.

      Excluir
  28. caro amigo Paulo Lopes, seria interessante uma matéria sobre o discurso do Presidente do Irã na CNN:
    Presidente do Irã afirma que apoiar gays é coisa de capitalistas

    25/09/201206h47
    Presidente do Irã afirma que apoiar gays é coisa de capitalistas
    AFP Em Washington
    Eduardo Munoz/Reuters
    Ahmadinejad faz o sinal da paz durante reunião da Assembleia Geral da ONU, em Nova York

    Ahmadinejad faz o sinal da paz durante reunião da Assembleia Geral da ONU, em Nova York

    Apoiar a homossexualidade é coisa de capitalistas de linha dura, que não se importam com os autênticos valores humanos, afirmou na segunda-feira (24) o presidente do Irã, Mahmud Ahmadinejad, em uma entrevista ao canal "CNN".
    Leia maisprofetas de todas as religiões e todas as fés".

    link:
    http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2012/09/25/presidente-do-ira-afirma-que-apoiar-gays-e-coisa-de-capitalistas.htm

    ResponderExcluir
  29. Pode ser que não tenha visto direito, mas não encontrei nenhum comentário sobre as motivações do autor do filme (indiscutivelmente classe B).
    Pois bem, eu entendi que o filme foi produzido por um cristão copta de origem egípcia, e residente nos Estados Unidos.
    Ele crítica o preconceito e a violência contra a minoria cristã (copta, vale lembrar) no Egito de maioria islâmica. Segundo ele, a policia do Egito finge que nada viu, nada ouviu e nada sabe sobre a violência contra os coptas. E aproveita para descer a lenha nos muçulmanos e no próprio Maomé!! O cara que criou uma religião dessas só pode ser gay, misógino, violento e sabe-se mais lá o quê.
    Sentindo-se agredidos, os seguidores do "profeta" resolveram descer a lenha no cara, nos Estados Unidos e no Ocidente de modo geral.
    No final, tanto as motivações do filme quanto a reação a ele mostraram o que todos já sabem: que grande parte dos muçulmanos é fanática, intolerante e violenta.
    Um recado para os gays: o autor do filme é claramente homofóbico.

    ResponderExcluir
  30. Download do filme Prometeus em DUAL-ÁUDIO e qualidade de DVD nó:


    http://baixartorrentsja.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  32. AI PRA QUEM QUIZER VER O FILME COMPLETO E LEGENDADO - http://www.themediafire.com/a-inocencia-dos-muculmanos-innocence-of-muslims-2012-webrip-mp4-720p-flv-480p-legendado/

    ResponderExcluir
  33. Islamismo é o lixo do mundo.

    ResponderExcluir
  34. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  35. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  36. Olá PAULO LOPES. Vc conhece o filme americano "Corpus Christi: Playing with Redemption"? É um filme que simula um JC gay. Vc o teria legendado em portugues. Acho o momento bastante propicio disponibilizá-lo, para que haja reflexões sobre essa questão. O conflito religioso tem-se intensificado nos últimos tempos e os governos tem usado essa fé a seu favor. Religião e Governo sempre andaram juntos e essa aliança exponencializa o poder de fogo de uma nação ou império.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já ouvi falar do filme, mas não sobre uma versão com legendas em português.

      Excluir
  37. Muita intolerância por parte dos muçulmanos, agora é obvio que a massa muçulmana é direcionada por uma minoria fanática que está no poder.
    Vale lembrar que os interesses são econômicos i não ideológicos, é uma pena a grande massa não estar atenta para esse fato.
    muita discussão sobre ideologia e pouca atenção nos reias motivos da discórdia oriente-ocidente!!!

    ResponderExcluir
  38. tradução foi feita pelo um genius, muitas coisas erradas...

    ResponderExcluir
  39. estes muçulmanos querem respeito, mas não respeitam as leis de outros paises, não tá bom, não assista se formos fazer arruaça a cada filme que fala mal de cristo, não damos conta de tanta arruaça eles não respeitam a liberdade de expressão que outros paises tem, é só censurar no pais que achar imprópriop e ponto final.

    ResponderExcluir
  40. esse filme custou uns 50 dolares kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  41. Nem ligo e acho que o resto mundo devia fazer o mesmo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário