Bélgica multa asilo católico por não atender pedido de eutanásia


Eutanásia vale na Bélgica desde 2012
Um Tribunal da Bélgica condenou os administradores da casa católica de idosos Sint-Augustinus por tem impedido em 2011 que uma moradora recebesse uma injeção letal 

A organização religiosa vai ter de pagar uma indenização de US$ 6.700 à família de Mariette Buntjens, 74.

A família tirou Mariette da casa católica e a transferiu para um local onde pudesse ser submetida a eutanásia, que não é aceita pela Igreja.

No país, o procedimento está legalizado desde 2012.

No início deste ano, a família levou o caso à Justiça, argumentou que a organização católica expos sua parente desnecessariamente ao sofrimento.

Por unanimidade, os três juízes do Tribunal julgaram que o lar de idosos não tem o direito de impedir a eutanásia com base na objeção de consciência. O que vale é a lei.

Com informação do RNS.




Tribunal Europeu confirma veto aos véus islâmicos na Bélgica