Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

sexta-feira, 13 de março de 2015

Universal se nega em Portugal a pagar taxas de megatemplo

Jornal português informa
que templo em Gaia deixou
de pagar taxas em 2013
A Igreja Universal resiste em pagar as taxas municipais de seu megatemplo “Cenáculo do Espírito Santo” em Gaia, da área metropolitana do Porto, Portugal.

O “Jornal de Notícias”, daquele país, informou que a soma das taxas atrasadas é de 110,5 mil euros, o que corresponde a cerca de R$ 370 mil.

Em 2012, a igreja obteve isenção para duas prestações atrasadas, até aquela data, e desde então ela se recusa a pagar as taxas. “Notificada a proceder ao pagamento das restantes prestações, nunca o fez”, informa o jornal.

Em 2013, a autarquia municipal enviou à Universal comunicado para que a dívida fosse paga em 30 dias, o que não ocorreu.

Um segundo comunicado foi enviado em outubro de 2014, também em vão, mesmo “sob pena de instauração do processo de execução fiscal para cobrança coerciva”.

A expectativa da Universal é obter um novo perdão para sua dívida, mas uma autoridade disse ao jornal que isso não se repetirá.

A igreja gastou cerca de 12 milhões de euros (R$ 40,5 milhões) na construção do “Cenáculo” de Gaia — esse dinheiro teria vindo do dízimo dos fiéis. É um dos maiores templos da Universal na Europa.

Ela se instalou em Portugal há 25 anos. Estima ter no país mais de 30 mil fiéis, dez mil dos quais no distrito do Porto.

Na página do Facebool do “Jornal de Notícias”, portugueses criticam a Universal, chamando-a, por exemplo, de “organização criminosa brasileira”.

Portugueses criticam a igreja no Facebook
Carlos Ferreira, por exemplo, escreveu: “Isenção de taxas para vigaristas que roubam os mais necessitados, só em países do terceiro mundo!”

Em São Paulo, houve irregularidade na concesão de alvará ao Templo de Salomão, da Universal, e o Ministério Público quer fechá-lo ou mesmo derrubá-lo.

A Igreja descumpriu a lei urbana ao deixar de investir em melhorias ambientais e viárias no local onde foi construído o megatemplo, o maior da Universal em todo o mundo. Com isso, deixou de desembolsar cerca de R$ 35 milhões.

Com informação e reprodução de imagem do Jornal de Notícias, além de outras fontes.





MP proíbe Igreja Universal de expor crianças ao vexame


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...