domingo, 4 de maio de 2014

Andréa Beltrão crê em pessoas, não em Deus. 'Sou cética mesmo'

Andréa Beltrão
Atriz global acredita em físico
que explica a origem do mundo
Andréa Beltrão (foto) chamou um padre para rezar no velório do seu irmão — ele morreu aos 19 anos de um aneurisma cerebral. A atriz tomou essa providência porque era o que parentes e amigos do seu irmão esperavam que houvesse. Se dependesse apenas dela, não haveria sacerdote no velório. Beltrão é ateia assumida.

“Sou cética mesmo”, disse ela em uma entrevista em outubro de 2009 à revista Marie Claire. “Não acredito em nada. Só em mim e nas pessoas que amo.”

Quando seu irmão morreu, ela até gostaria de acredita em algum deus, porque, assim, “seria mais fácil superar essa dor”.

Além de atriz, Andréa Vianna Beltrão é comediante, cineasta, jornalista e roteirista de cinema, teatro e TV. Ela nasceu no dia 16 de setembro de 1963 no Rio de Janeiro. É casada com o cineasta Maurício Farias, com quem teve os filhos Francisco, Rosa e José.

Talvez a personagem que interpretou na TV Globo que obteve maior repercussão tenha sido a cabeleireira Marilda, do seriado “A Grande Família”, que foi ao ar de 2002 a 2009.

Atuou em novelas globais como "Rainha da Sucata" (1990), "Pedra Sobre Pedra" (1992), "Mulheres de Areia" (1993) e "A Viagem" (1994).

Ela tem sido uma profissional presente em diversos programas da TV Globo, além das novelas, como "Fantástico" e "Você Decide". No "Zorra Total", fez “Garota TPM”.

A atriz é de uma família de céticos. Não foi batizada, não fez a primeira comunhão. Portanto, nunca teve expectativa de obter ajuda de alguma divindade. “Se estou passando por um momento difícil, ouço música, choro, e é só”, disse.

“Fé, para mim, é sinônimo de esperança. É um pensamento firme de que 'tem que dar certo'. E, se não der, não deu. Não foi Deus que quis.”

Beltrão nunca se impressionou com pregação de religiosos. “Eu acredito mesmo quando um físico começa a explicar a origem do mundo.”

Ela disse que tem “alguma espiritualidade”, mas “isso não tem nada a ver com religiosidade”.

“Sou muito positiva e acho sempre que o melhor pode acontecer. Às vezes, quando está tudo muito ruim ou triste, me concentro em minha família, nas pessoas que eu gosto, na força, na coragem. Me apego mais a isso.”

Ela não batizou seus filhos, mas a avó materna ensinou Rosa a rezar. “[A menina] tinha até um santinho que ela botava em baixo do travesseiro.”

Francisco às vezes questiona a irmã, ou pelo menos isso ocorria na época em que a atriz deu a entrevista à revista.

Em uma desses questionamentos, o menino disse: “Rosa, Deus não existe, você é louca? Deus, que Deus? Você acha que se Deus existisse alguma criança pobre ia morrer de fome? Você acha que se Deus existisse iriam fazer violências contra as crianças?”.

Ela respondeu aos prantos: “Não. Tudo isso é mentira sua. Coitado Dele, Ele não pode tomar conta de tudo”.

Francisco insistiu: “Ele não tá nem aí, sua boba. Ele se esqueceu dos pobres”.

Com informação da Marie Claire e Wikipédia, entre outras fontes.





Antônio Fagundes diz que não precisa de Deus para ser ético

Ateus brasileiros famosos     Ateus famosos de todos os tempos


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...